17 de janeiro

10 dicas para organizar um chá de bebê

por luíza diener

chadebebe10

quem nunca foi a um chá de bebê? ou, antes mesmo de engravidar, sonhou com o dia em que faria o chá do seu próprio bebezinho?
eu sim. muito. várias vezes.
não acho que o chá seja algo totalmente imprescindível, mas acredito que seja um momento muito importante e gostoso que passamos com as pessoas que querem bem a nós e ao nosso bebê.

muitas mães ficam ansiosas com este evento, especialmente quando ele é deixado para cima da hora, em uma fase da gestação onde já se está um pouco cansada, devido ao peso da barriga.
por isso, o melhor é planejar-se com antecedência. considero ideal começar a pensar na festa ainda no segundo trimestre, que é quando a gente ainda tem disposição e curte fazer essas coisas.
para isso, é bom ter em mente alguns pontos:

1) defina os convidados
quantos serão? quem serão os convidados?
todo bom evento começa com uma lista de convidados. por isso, o importante é ter em mente quem chamar e quantas pessoas chamar.
há quem chame somente mulheres para o evento. há quem prefira chamar todo mundo.
hoje em dia as duas opções são bastante comuns.
fale com o pai da criança, pergunte se ele pretende estar presente. há homens que odeiam esse tipo de evento. outros, querem fazer parte de tudo. o ideal é conversar e entrar em um acordo.

2) defina a data e horário
quando fazer o chá fica muito a critério da gestante, mas a família e amigos próximos acabam influenciando também.
há grávidas que fazem bem no finalzinho mesmo, lá pra umas 35 semanas.
eu recomendaria entre 30 e 34 semanas, porque a gente já está bem grávida, mas ainda tem alguma energia e disposição para fazer as coisas.
não sei vocês, mas o finzinho da gestação suga todas as minhas energias, por isso acho bem bom fazer perto da 30ª semana.
definido o melhor dia (não se apegue a ele totalmente), converse com os parentes próximos, amigos e pessoas que você deseja que estejam presentes. de repente algum deles estará ausente da cidade ou tem algum evento difícil de desmarcar. por ser uma data especial, é bom que todos possam comparecer.

e a que horas fazer?
chá da tarde? café da manhã? brunch? almoço? ou um evento à noite?
qual é o momento do dia em que você, grávida, se sente melhor? como imagina o seu chá de bebê? num dia radiante? numa noite aconchegante?
e o que é mais prático?
geralmente um sábado ou domingo à tarde costumam ser bem acessíveis para a maioria dos convidados, mas nada impede que você faça durante a semana. à noite, por exemplo. mas lembre-se que muitos trabalham o dia inteiro – você, provavelmente – e eventos à noite costumam ser mais cansativos, além de ser mais difícil de organizá-los na correria da semana.

3) defina o local
tendo dia, hora e quantidade de convidados em mente, fica muito mais fácil definir onde fazer.
lugares fechados são mais fáceis de organizar, por não ter que se preocupar com chuva, frio, iluminação, etc.
mas nada te impede de fazer em um local ao ar livre, que sempre fica bonito e agradável.
em épocas menos chuvosas, por exemplo, dá pra arriscar a sorte.
e onde fazer? na casa da mamãe, no salão de festas do prédio, na churrasqueira do clube, numa área aberta de um parque ou o que mais a sua imaginação permitir.
às vezes há convidados/amigos que costumam oferecer suas casas para eventos assim. se tiver intimidade com uma delas e achar a ideia boa, não tenha vergonha de aceitar.
mas se preferir (e o orçamento permitir), você pode alugar um salão de eventos.
muitos prédios residenciais oferecem locais bons e bem estruturados por um precinho camarada.

4) chá de bebê ou chá de fraldas? é deselegante pedir presentes?
o que é melhor? um chá só de fraldas? ou posso pedir outras coisas para o enxoval do bebê?
devo colocar um papelzinho no convite especificando o que desejo ganhar? não é feio pedir presente em chá?
essa é uma questão delicada e que varia muito de pessoa para pessoa.
vai depender de quem são seus convidados e de como você se sente em relação a eles.
uma coisa é você chamar uma colega do trabalho do marido com quem quase não fala e colocar uma notinha “trazer 1 pacote de fralda xxx hipercara tamanho jumbo, 1 prato de salgado e 1 refri” e outra é quando a avó, por exemplo, faz questão de presentear o netinho/netinha que está para chegar e ajudar a organizar o evento.
presente nunca deve ser uma obrigação.
por outro lado, é cada vez mais comum pedir presentes em qualquer tipo de chá (de bebê, de panela, de lingerie, etc).
eu, pessoalmente, não vejo problema ne-nhum e não me sinto de maneira alguma ofendida por receber um convite em que o presente está especificado. na verdade, acho até melhor, porque – pra mim – o melhor presente que alguém pode dar é o que a pessoa quer/precisa ganhar.

se optar por ser apenas chá de fraldas e for colocar no convite o que quer que cada convidado leve, ok. sempre é bom ter um pouco de fralda RN, mas não extrapole. é melhor pedir algumas fraldas P, mais fraldas M e G e, talvez, GG. benjamin, por exemplo, desfraldou ainda usando fraldas G.
se quiser fazer um chá de bebê com produtos gerais para o enxoval, dê uma olhada em tudo que você já tem, para não ganhar repetido e ofereça sempre a opção de presentes baratinhos e fáceis de achar.
há também lojas especializadas em produtos para bebê que possuem uma infinidade de coisas, desde cotonetes, tesourinha de unha, passando por banheirinhas com suporte até berços completos.
em algumas dessas lojas você faz uma lista com os produtos que gostaria de ganhar e o convidado opta por qual presente levar.
você pode colocar o nome da loja no convite ou pode nem falar nada. aí, se alguém te perguntar se há alguma lista de presentes para o bebê, você indica a loja. assim ninguém sente-se obrigado a comprar em um lugar específico.
o bom da lista em loja é que facilita pra quem não sabe o que comprar (e onde comprar) e, se você ganhar algo repetido, pode trocar. isso é uma mão na roda para a gestante.

outra questão que às vezes surge é: devo pedir que tragam a comida?
novamente, isso vai depender dos seus convidados e da sua situação de vida.
há quem ache um absurdo ter que levar presente + comida para o chá.
mais uma vez, acho que isso varia de acordo com a relação gestante-convidados.
a depender da sua situação financeira, uma boa sugestão é você oferecer os doces e os convidados levarem os salgados, bebidas, etc.

pra mim é sempre uma honra poder ajudar e presentear os outros. mas, claro, se eu não tiver condições de comprar alguma coisa, também não vou deixar de comparecer ao evento por conta disso.

o importante é celebrar junto esse momento tão especial, que é a expectativa da chegada do bebê.
por isso, converse com alguém que você tenha um pouco mais de intimidade e peça ajuda nessa questão.

5) hora da decoração!
depois de tantos detalhes para definir, é hora da parte mais gostosa: deixar a festa linda, com a cara de vocês!
muitas vezes é difícil ter uma ideia de tema. alguns inspiram-se no quartinho que já está sendo montado (ou pronto) para o bebê. outros, na cor predominante do enxoval. há quem recorra a figuras ou personagens que remetam ao bebê ou mesmo à infância do pais.
não importa a fonte de inspiração, bem como não faz diferença se você tem um orçamento pequeno para criar a festa. o legal é fazer isso com carinho.
a internet está cheia de ótimas ideias para que você mesma possa criar a festinha de forma criativa e com baixo custo. nessas horas, juntar amigas, irmãs e pessoas que você gosta de estar perto – com alguma habilidade manual, de preferência – vira um momento muito gostoso de encontro e compartilhamento.
uma das coisas que mais gosto de preparar festinhas que costumo chamar de “colaborativas” é isso: vira quase uma terapia (:

6) convites
tendo definidos dia, hora, local, tipo de festa, se vai ou não haver lista de presentes e qual cara a festinha vai ter, é hora de convidar as pessoas!
se os convidados forem mais antenados virtualmente, você pode enviar o convite a eles por email, criar um evento no facebook, um grupo no what’s app ou algo do tipo.
mas como sempre tem aqueles que não acessam a internet com tanta frequência ou que usam celular só pra fazer e receber ligações (alô alô, maridão!) dá para fazer os clássicos convites de papel.
não precisa se preocupar em pagar por alguém que o faça – a não ser que você realmente queira – ou mandar imprimir em um local especializado. se forem poucos convites, você pode fazê-los à mão. ou criar algo simples no computador e imprimir em casa mesmo. na internet mesmo você encontra diversos modelos de convite.

8) lembrancinhas
como o próprio nome já diz, é para ser apenas uma lembrança. para que, mesmo após o evento, quem esteve presente possa recordar-se desse dia.
no chá do benjamin nós fizemos – literalmente – um chá de bebê. foi ideia minha e do marido. ele fez a arte, nós montamos o convitinho e isso divertiu os convidados também.

uma sugestão em conta são ímãs para geladeira, saquinhos com docinhos, etc.
você pode até brincar de polaroid: tirar fotos com quem lá estiver e imprimir na hora, para que eles levem para casa.
mais uma vez, pai google e redes sociais (pinterest anda super em alta) estão aí para te dar muita inspiração.

9) registre o momento
depois de tantos preparativos, deixe que eles permaneçam na memória.
por isso não deixe de fotografar o evento. peça a uma amiga cuidadosa, um irmão antenado. se conhecer algum fotógrafo bacana, também vale.
o importante é que o momento não passe em branco, até porque na correria do evento a gente perde muita coisa.
para os mais conectados, dá pra criar um álbum no facebook compartilhado com os convidados e ir subindo e marcando as fotos em tempo real.
ou mesmo colocar as fotos no instagram e usar uma hashtag especial para o evento.
não esqueça de tirar muitas fotos do barrigão e com aqueles que você ama. de preferência, faça um álbum impresso depois, porque, às vezes, arquivos digitais acabam se perdendo.
vai ser ótimo poder rever tudo isso depois e, futuramente, mostrar pra seu filho ou filha essa festança toda e o quanto ele era querido bem antes de nascer.
além do mais, as fotos do chá podem servir de inspiração para futuras mamães e até mesmo se você planeja ter outros filhos, caso deseje fazer outro chá lá pra frente.

10) prepare com carinho, mas cuidado para não extrapolar!
faça somente aquilo que estiver ao seu alcance.
muitas grávidas ficam muito sensíveis durante a gravidez e algumas até precisam entrar em repouso durante a reta final.por isso, não cobre-se mais que o necessário!
aprenda também a aceitar a ajuda de outras pessoas, mesmo que elas não façam exatamente como você gostaria.
o importante é que esse momento seja vivido com muita alegria!

Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , , , , , , , , , , , , chá de bebe, decoração, desperate housewife, erros comuns, faça você mesmo, para gestantes, produtos, quer uma dica?

assine nosso feed ou receba por email


5 Comments »

  1. Oi Luiza,

    Sou a leitora que falou com você no café do ccbb na sexta. Estava com vergonha de te incomodar, mas precisava dizer quanto eu gosto do blog. Leio a tanto tempo de forma silenciosa, aprendi muito com você, me divirto muito tb com as fofuras do bemjamim. Seus filhos são lindos, e você foi muito gentil. Estou esperando a hora para virar tentante e por isso não rolou dizer aos amigos o nome do blog, rsrsrsrsrs. Bjs

    Comentário by Flávia Vaz — janeiro 18, 2014 @ 11:01 am

  2. Lu, essa eh vc?! (imitando a Maisa) http://www.youtube.com/watch?v=Zi2R0SXmgb8&li

    Comentário by Eli — janeiro 18, 2014 @ 4:21 pm

  3. Oi Luiza! Adoro o blog mas nem sempre comento. Antes de mais nada parabéns! Ler seus textos sempre me ajudam a ver as coisas por outro angulo! Obrigada!

    Estou esperando meu segundinho e queria saber se você fez chá de bebê/fraldas quando esperava pela Constança? Pergunto por que estou bem em dúvida! Bjs e obrigada

    Comentário by Andrea — janeiro 21, 2014 @ 4:33 pm

  4. Muito bem organizado esse artigo. Parabéns

    Comentário by ketina — setembro 4, 2014 @ 1:07 pm

  5. Eu sou mãe da primeira viagem não sei o que eu fasso

    Comentário by emily suelen batistas valeriano — maio 27, 2015 @ 8:41 am

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*