22 de novembro

15 meses!

por luíza diener

o tempo passa, o tempo voa e, apesar da poupança bamerindus não continuar numa boa, nós continuamos. yey!

como estava em falta com vocês (e comigo mesmo), resolvi recapitular o primeiro ano de vida do benji e atualizar algumas novidades (as que eu lembro de cabeça):

com 0 meses

nasceu dia 22/08/10 de parto normal, às 22h42, de 37 semanas e 2 dias;
pesou ao nascer 3,215 kg e media 47 cm;
passeou pela primeira vez com 4 dias de vida, à locadora;
caiu o umbigo com 7 dias;
reconhece a voz da mamãe e do papai;
acompanha com os olhos objetos de grande contraste;
aprendeu a ficar vesgo.

com 1 mês

já sorri para os mais próximos;
vai à rua, ao parque, ao shopping, ao mercado, ao salão e vários outros lugares sem quase dar trabalho;
aprendeu a lutar contra o sono.

com 2 meses

compulsivo por colocar a mão inteira na boca (as duas, se possível);
agarra os objetos e tenta levá-los à boca (sem muito sucesso);
dá risadas;
foi ao cinema pela primeira vez;
já toma banho de chuveiro;
baba demais da conta.

com 3 meses

ficou careca e com uma cabeça enormemente desproporcional;
dormiu a noite toda (poucas vezes, mas dormiu);
resolveu só querer saber do colo da mãe e do pai;
estranha os estranhos;
segura objetos com as duas mãos;
bebe água da banheira que nem cachorro;
sente cócegas;
firma as perninhas quando colocado em pé;
tomou seu primeiro banho de piscina (mas não gostou muito);
ficou longe da mamãe e do papai pela primeira vez (por algumas poucas horas).

com 4 meses

está no auge da gordura;
já leva o pé à boca;
as cólicas cessam;
bate palmas com os pés (vulgo bate-sola);
aceita ficar de bruços e levanta (um pouco) o pescoço, mas é preguiçoso;
se colocado de bruços, vira de barriga pra cima (mas depois parou e passou meses sem fazer isso);
estende as mãos para alcançar o que quer;
estende os braços quando quer ir pro colo de alguém (e vira de costas quando não quer);
quando acha graça de algo, se esconde;
distrai-se durante as mamadas;
dá gargalhadas;
reconhece outras pessoas que não o papai e a mamãe;
deu pra fazer escândalo quando a mãe sai de perto (e nunca mais parou).

com 5 meses

já senta sem apoio;
estagnou no crescimento e na engorda;
os cabelos voltaram à cabeça;
bate os brinquedos uns contra os outros;
descobriu seu reflexo no espelho e a nos ver pelo reflexo também;
mudou de apartamento e ganhou quarto próprio;
responde quando o chamam pelo nome;
acorda no meio da noite e fica falando sozinho;

com 6 meses

primeiro dentinho! (segundo também);
começou a comer e a beber água (mas não gosta muito);
passou da forma bolota pra forma um pouco mais longilínea. os braços e pernas ficaram mais alongados;
fala mamã quando quer mamar;
dança quando está contente;
bate palma mezzo brasileiro, mezzo judeu (uma mão aberta, outra fechada);
rola pra ficar de bruços (mas não consegue voltar) e rasteja;
quando sentado, joga-se pra alcançar algo à frente dele;
adora fotos de bebês;

com 7 meses

tem 3 dentes;
chega sozinho à posição sentado;
rola pros dois lados;
já engatinha;
sobe nos móveis e fica em pé com apoio;
começou uma fase chata (que só melhorou um pouco com quase 13 meses);
aprendeu o significado de não e testa pra saber o que pode ou não;
bate palma com as mãos abertas, especialmente ao som de “parabéns a você”;
entrou no rio pela primeira vez;
passou a aceitar as papinhas salgadas;

com 8 meses

chama papá e mamã, mas só quando quer;
reconhece várias palavras e aponta quando perguntamos (pinta, tov, papai, mamãe, luz);
liga o som e a tv sozinho;
ama abrir e fechar portas (até hoje);
fala pelos cotovelos um dialeto próprio (com a gente e com seus brinquedos);
ficou gripado pela primeira vez;
come papinha com pedacinhos;
anda apoiado nos móveis e nas caixas;
solta as mãos e fica em pé sem apoio por alguns segundos.

com 9 meses

tem 5 dentes;
falou a primeira palavra por repetição: tadam;
tenta repetir algumas palavras que dizemos;
aprendeu a brincar o tov (e vice versa);
come com as mãos;
teve convulsões;
faz movimento de pinça;
piorou de fase chata pra fase insuportável;
reconhece algumas músicas e liga o som para ouvi-las;

com 10 meses

tem 6 dentes;
fica em pé sozinho até cansar;
anda um pouco de mãos dadas;
viajou de avião pela primeira vez;
foi à praia pela primeira vez;
brincou (e comeu) na areia pela primeira vez;
rosna quando contrariado;
desatou a falar um vocabulário com mais de 10 palavras e ainda formou umas 3 frases de 2 palavrinhas.

com 11 meses

deu os primeiros passinhos em direção ao papai.
arrumou mais dentes, não lembro quantos;
mamãe descobriu que ele é alérgico a glúten. tchau, pãozinho francês;
come a comida da casa, toda pedaçuda (com 10 ele comia, mas amassadinha);
passou a se assustar muito com sons.

com 12 meses

andou pra valer com 1 ano e 1 dia.
viajou pela segunda vez
incrementou o vocabulário e já fala mais de 30 palavras diferentes;
cortou os cabelos pela primeira vez (na verdade foram algumas mechas);
encantou-se por sapatos e chapéus;
melhorou incrivelmente do mau humor dos últimos 3 meses;
por outro lado, aprendeu a fazer birra e se jogar no chão quando contrariado.

com 13 meses

está com 12 dentes;
passou a adorar beber água e sempre pede “águo! águo! águo” enlouquecidamente;
começa a aceitar ficar longe da mamãe por um pouco mais de tempo, permitindo que ela saia pra resolver algumas coisas sozinha;
chama todos os pequenos de nenê, quer tenham poucos meses ou poucos anos. também chama desenhos e ilustrações assim;
tenta calçar o sapato sozinho, bem como tirar a roupa;
reconhece as formas de círculo e o X. chama círculo de (la) e xis de tí;
quando pedimos “encolhe a barriga” ele o faz. é cômico!
descobriu que faz cocô e o chama pelo nome. inclusive avisa

com 14 meses

  • já leva a comida à boca usando talheres. consegue pegar com a colher os alimentos mais papentos e espetar com o garfo os mais firmes.
  • forma pequenas frases com duas palavras como “tê, mamã” ou “mamá, mamã” quando quer mamar, “qué nã” quando come e fica  satisfeito;
  • a mamãe aqui descobriu que ele tem algum tipo de alergia ao leite da vaca, o que fez sua alimentação ficar ainda mais restrita;
  • quer ser independente, mesmo que não consiga. é ótimo vê-lo crescer e conquistar seu próprio espaço;
  • o problema é que,de algumas semanas pra cá entrou em uma fase terrível de gritar, se jogar e espernear, muito pior do que a dos 12 meses. é muito desgastante e tem exigido muuuuita paciência e sabedoria. mas a gente chega lá;
  • viu raios e trovões pela primeira vez. acham que ficou com medo? pelo contrário. adorou! ficou olhando através do vidro da varanda esperando por mais lampejos e barulhos;
  • também passou a observar os aviões voando lá no alto. ele ouve um e já me chama pra ver;
  • nomeia boa parte dos objetos da casa. do jeito dele, mas nomeia;
  • deu pra adorar peixes, especialmente tubarões;
  • começou a se interessar por diversas formas e cores. além do círculo e do xis, agora gosta e também reconhece o quadrado e a estrela (). das cores ele reconhece somente o vermelho (memê). com amarelo, verde e azul ele demonstra familiaridade, mas se confunde todo;
  • aprendeu a nomear algumas ações como subir (bi), descer (dê), abrir (bi), cair (fala teiu quando algum objeto cai), pular (u), comer (mê), tirar (ti), dormir (mi), rodar (ro ou u);
  • quando quer comer ele fala , abre e fecha a boca repetidas vezes e faz o gesto de comer com a mão;
  • cismou que quer pular e acha a coisa mais divertida, engraçada e intrigante. não pode ver ninguém (nem o tov) pulando que ele agacha, toma impulso, levanta de uma vez jogando os braços pra cima e ficando na ponta dos pés. mas, claro, não sai um milímetro do chão;
  • quando quer nos mostrar alguma coisa nos puxa pela mão ou então fica atrás da gente e vai nos empurrando até chegarmos ao lugar desejado. desse jeito fica difícil se fazer de desentendido;
  • óculos é o novo chapéu;
  • descobriu a própria sombra e no começo morreu medo. depois passou a curtir;
  • inventou uma nova dancinha da felicidade, um misto de dança do ventre com jogadinha de ombro;
  • aprendeu a subir e descer dos móveis mais baixos e também a subir em objetos pra alcançar as coisas do alto;
  • já conta 2 objetos. se pega dois copos iguais fala (is) ou du(as) ou toda vez que pega dois objetos similares (não necessariamente iguais), como sapato, meia, brinquedos, livros e por aí vai;
  • aprendeu a rodar. de costas. roda e depois sai andando até cair;
  • descobriu a sensação de calor. ou melhor, a saber quando alguma coisa está quente (ti);

 

meu muito obrigada pra quem conseguiu ler até aqui (eu não).

Related Posts with Thumbnails

categorias: marcos importantes

assine nosso feed ou receba por email


12 Comments »

  1. Eita que coisa boa!
    Como é esperto hein…vai aprender um bando de coisas rapidinho (mais coisas). Parabéns!

    Pena que ele é alérgico e que bom que vocês já descobriram, evita muita dor de cabeça.

    Beijão!

    Comentário by Casal Único — 22 de novembro de 2011 @ 8:39 am

  2. Vc não, né???kkkkkkk Lógico!!rs

    Eu li, mas fiquei me achando a pior mãe do planeta pq eu não tenho a menor noção nem de 1/5 de quando minhas filhas fizeram cada coisinha… 🙁

    A Júlia até tem o álbum dos primeiros cinco anos atualizado até os 3 anos… o da Joana… até os 3 meses… se tiver um@ terceir@… acho que não vai ter nem o álbum!rsrsrs

    Eu devia ter usado o blog pra isso… certamente.rs

    Beijooooos saudosos!!

    PS: fiquei ouvindo a vozinha dele falando águo, águo desesperado!rsrsrs

    Comentário by fabipalvim — 22 de novembro de 2011 @ 8:55 am

  3. Eu li! rss
    Muito legal esse diário de bordo do Ben. Um dia ele vai ler tudo isso e dar muita risada.
    Bjos

    Comentário by crisrpumesp — 22 de novembro de 2011 @ 1:03 pm

  4. Quantas lembranças gostosas! ^^

    Comentário by Fernanda — 22 de novembro de 2011 @ 1:05 pm

  5. Nossa que bacana!!! adorei esse post!!!!!! Parabéns ao Benji!!!!

    Comentário by Ani — 22 de novembro de 2011 @ 1:59 pm

  6. Vi as fotos do seu chá de bebê e tenho algumas perguntas: Quanto vc gastou? Voce comprou tudo ou pediu para as pessoas levarem? No meu caso, vou ter que pagar… como fazer ficar mais barato? Valeu a pena ou teria seido melhor comprar as fraldas?
    O Benjamin é lindo demais da conta e sempre venho aqui (apesar de nem sempre deixar comentários). Minha família é toda de Brasília e eu aqui no Rio com vontade de estar aí…

    Comentário by Flavia — 22 de novembro de 2011 @ 7:12 pm

  7. ahhhh qual é a formula mágica pra lembrar de tudo?? eu nao consigoooo! sou a pior mae do mundo? Minha pequena tem só 13 meses ai ai

    Comentário by Andreza — 22 de novembro de 2011 @ 11:03 pm

  8. Eu li!!! Uhuuuu

    Comentário by Lícia — 23 de novembro de 2011 @ 9:58 am

  9. Ahaha, pulei tudo e só li o último mês. Que fase deliciosa e mágica, né? Acabei de postar sobre isso lá no blog. Eu AMO esta fase, é apaixonante!
    Beijos

    Comentário by Paloma — 23 de novembro de 2011 @ 10:16 am

  10. Nosa, passa voando né Lu? Já fiquei imaginando o Vítor daqui uns meses… agora parece que o tempo não passa nunca, mas logo ele ja estará enorme!
    Bjao
    MaH

    Comentário by Vida de Gestante — 23 de novembro de 2011 @ 7:08 pm

  11. chorei de tanto rir…
    cada coisa que lia eu ia tentando reproduzir, e chorava de rir..
    poxa, que delícia! o Benjoca é muito prodígio né? nasceu de 37 semanas e foi indo indo indo muito bem! é o bebê mais esperto que conheço! imagina, com 7 meses fazendo tudo o que ele fazia? nossa!
    fora tudo o que li desse último 14° mês, nossa, cada palavrinha dele, empurrar vcs pra ver o que quer…
    que lindo que liiiiiiiiiiiiiiindo
    também quero o Otávio assim… óin…
    poxa Luíza, que triste ele ter essas alergias alimentares… triste mesmo, conheço tanta gente q tem… =s

    beijos enormes em vcs!

    Comentário by Mamãe do Otávio — 25 de novembro de 2011 @ 9:51 pm

  12. AMO ESSAS POSTAGENS DO DESENVOLVIMENTO DO BENJOCA!

    não sei como vcs conseguem lembrar de tanta coisa, eu nunca consigo colocar muita coisa, memória de galinha velha é fogo…

    Comentário by Rebeca Bricio — 28 de novembro de 2011 @ 7:09 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment