dois anos

 

e cá estamos. meu menino já é uma criança. ou um toddler, como dizem por aí.
mas oficialmente ele já deixou de ser bebê.

neste exato momento, enquanto ele dorme e eu devoro um pequeno cacho de uvas, escrevo e apago alguns dos vários clichês dos quais tento fugir. alguns deles mencionam como o tempo passa rápido, como eles são espertos ou que parece que foi ontem que eu estava sentindo contrações e terminando de fechar a mala da maternidade.
mas não.

hoje é um grande dia e ao mesmo tempo mais um, como todos os outros.
hoje comemoramos em peso aquilo que celebramos sempre: seu crescimento, sua fofura, sua esperteza.

aos meus olhos ele é o menino mais especial do mundo, mas tenho a humildade e até a alegria de dizer que ele é como muitos outros da sua idade. e isso é bom. muito mais do que bom, é excelente.
fico muito feliz de meu filho não ser mais desenvolvido que os demais e nem muito para trás do considerado normal.

fala como um papagaio. repete tudo o que a gente fala e as únicas horas em que ele se cala são quando ele está aprontando ou quando está dormindo (mas às vezes fala dormindo também). apesar de falar muito na terceira pessoa, também usa bem a primeira pessoa do singular.

canta sem parar e tem várias músicas de composição própria.
só que agora cada dia que passa ele inventa uma nova, no estilo musa do parquinho. tenho que gravar todas pra não perder depois.

tem uma noção de espaço e dimensão muito incrível.
compara tamanhos (adora distinguir o grande do pequeno), formas e cores: esse tiângulo é memelho. esse é um tículo bem dandão. e essa semana se interessou por duas letras: o M, do martin (o primo) e o A, da aurora (a prima), que ele diz que palece tiângulo.
isso porque faz comparações e adora dizer quando uma coisa parece outra. por exemplo: se vê um cachorro preto, logo solta um: parece o tov. vê uma mulher loira numa revista e parece a mamãe.

não consegue fazer o 2 com os dedos no formato V de vitória. ou ele faz um L ou faz um 1 em cada mão, juntando assim e somando 2. mas se você perguntar a ele quantos anos ele vai fazer (ou, agora, quantos anos tem), ele prontamente responde doisss!

apenas de um mês pra cá aprendeu a pular com os dois pés juntos. é fofo, porque ele faz um esforço enorme e só sai alguns centímetros do chão. mas mesmo assim fica feliz da vida, grita e torna a pular.

há uns 3 meses ele deu grandes sinais de desfralde, mas foi só apresentá-lo ao penico e à privada que ele desistiu. passou esse tempo sem nem querer tirar a fralda, preferindo ficar mijado ou cagado.
e as fraldas continuam sendo uma luta constante na hora de trocar.
mas de um tempinho pra cá ele voltou a ter vontade de correr peladão pela casa.

as grandes birras passaram, ou talvez eu tenha aprendido a lidar melhor com elas.
por outro lado, ele aprendeu que certos comportamentos chamam atenção.
alguns são extremamente fofos como chamar repetidas vezes as pessoas pelo nome, seguido ou não de alguns adjetivos como bonito, lindo e macio (sim, macio para ele é um bom elogio).
às vezes ele também canta e fala palavras desconexas, porque sabe que isso tira a minha concentração e me faz olhar para ele, rindo.
outras são mais dramáticas ou agressivas, como o clássico choro ou machucar as pessoas de quem ele quer atenção, através de tapas, mordidas e atirando brinquedos nelas.
sim, isso acontece. porque, como eu disse, meu filho não é perfeito. ele é normal.

tudo isso tem me ensinado muitas coisas, como olhar com respeito outros bebês e crianças e, especialmente, outros pais.
já devo ter escrito isso algumas vezes, mas acho que não custa repetir.
se antes eu olhava feio e com desprezo uma criança que empacava no meio da rua e pedia colo desesperadamente, hoje eu entendo que às vezes o melhor é apenas carregá-los. não condeno mais quem o faz e nem critico quem deixa a criança sentada ou esparramada no chão até que se acalme. cada um conhece o filho que tem. ou pelo menos é isso que eu tento pensar sempre.

a cumplicidade parece que aumenta a cada dia. saber que temos algumas brincadeirinhas só nossas, joguinhos de palavras e outros momentos únicos me enchem de um sentimento muito próprio que pertence somente a mães e pais.

ele ganhou uma consciência de mundo muito bacana e aos poucos entende causa e efeito das coisas.
por exemplo, as alergias. ele já entende que certos alimentos específicos são proibidos para ele, por conter glúten ou qualquer derivado de leite.
o modo que eu encontrei para explicar que ele não pode comê-los é dizendo que aquelas comidas podem machucar sua barriga ou seu bumbum (assaduras).
e agora ele aprendeu a perguntar toda vez que vê a gente comendo algo que o interessa: “esse faz dodói na barriga do mindoca? pode comer?”  nessas horas meu coração se esmigalha todo e eu respondo: “faz, filho. esse não pode comer”. mas fico muito feliz quando ele pode e faço questão de dar um bocadinho pra ele.

como mencionei acima, algumas vezes ele faz algo para chamar atenção que acaba por nos machucar. o “ai!” sai quase que instantaneamente. mas aconteceu de, vez ou outra, eu me machucar acidentalmente ou dizer “ai” para outra coisa, como numa vez que estávamos andando de carro e veio um outro veículo muito perto do nosso e eu gritei. na mesma hora ele disse: “ditupa, mamãe! o mindoca machucô a mamãe“. nããão, filho! agora não tem que se desculpar! a culpa não foi sua!
e mais uma vez o coração apertadinho.

essas coisas mostram o tanto que, apesar de ter suas coisas normais de cada idade, ele é um menino com um coração muito obediente e respeitoso. ontem mesmo ele desceu da cadeira enquanto estava jantando e tomou uma bronca.
depois disso acabou por terminar sua janta e ainda comeu uma fruta de sobremesa. recolhi os pratos e saí da mesa, afim de levar as coisas para a cozinha. quando volto ele continuava lá, sentadinho: “pode descer, mamãe? o mindoca já acabou?”
sim, filhote! e eu fiz aquela festa.

parecem bobagem mas, ao relembrar dessas suas pequenas atitudes do dia a dia, lágrimas me vêm aos olhos mesmo que eu tente evitar.

e nessas horas eu vejo que não tem mesmo como fugir dos clichês.
porque é lindo, é delicioso ver nosso pequeno crescer. pegá-lo no colo, cheio de braços e pernas sobrando e lembrar daquele toquinho minúsculo que nem dava pra abraçar, por medo de quebrar.
perceber que até hoje ele ainda faz alguns barulhinhos enquanto dorme ou mama idênticos aos de 2 anos atrás e suspirar junto num misto de nostalgia e felicidade.
descobrir que, por mais que eu tente ser a melhor mãe para ele, eu sempre sou a maior beneficiada nisso tudo.

filhote, muito obrigada por existir em nossas vidas, por encher nosso coração de alegria e nossa casa de barulho e brinquedos espalhados por todo canto.
com todo o amor,

mamãe lulu .

Related Posts with Thumbnails

44 comments

  1. Lindo Luiza, mt lindo! Deus ilumine teu filho, que ele tenha uma vida feliz! Parabéns para vc e ao Papai por terem esse lindo anjo! Abaixo uma oração mt linda que faço sempre! Faça tb para o Mindoca!
    bjos com carinho

  2. ORAÇÃO PARA OS FILHOS

    "Oh Deus,
    Olha para os meus filhos.
    Fortifica-os para que cresçam felizes
    e tenham olhos que lembrem
    a tranquilidade de um lago,
    a firmeza de um rochedo
    e a luz da esperança.

    Dá-lhes uma saúde integral,
    uma inteligência completa
    e um sentimento vivo.

    Põe nos seus corações
    a reverência aos Teus ensinamentos,
    o respeito aos outros,
    o amor ao trabalho,
    a dedicação ao estudo,
    a candura e a obediência.

    Para tornar-me digna deles
    e não lhes transmitir nervosismo,
    desajuste, tristeza, medo ou maldade,
    envolve-me em tranquilidade, equilíbrio,
    alegria, coragem e bondade.

    E ensina-me a descobrir
    as virtudes que eles têm,
    a elogiá-los sem exageros e
    a corrigi-los com sabedoria.

    Em primeiro lugar, pois,
    modela-me a alma grande e generosa,
    para amá-los na semelhança do Teu amor.

    Obrigado! Meu Deus! Obrigado!"

  3. Que lindo, emocionante mesmo! Davi tem um ano e 3 meses e já fico imaginando ele assim com 2 anos. Cada dia é uma descoberta, uma delícia e uma fofura vê-los assim crescendo e descobrindo o mundo e realmente não tem como fugir dos clichês! Parabéns, admiro o seu jeito de criá-lo! bjs e felicidades para o Benjamin!

  4. Parabéns Benjamim!!! Dois anos de pura fofura!! Ele tá cada dia mais lindo! Tem muita sorte de ter vocês como pais. Desejo tudo que há de melhor nesse mundo.

    Uma fanzoca que curti esse pimpolho de longe!
    May

  5. Parabéns ao pequeno e aos papais dedicados. São tantas grandes e pequenas vitórias entre a preparação, gravidez, nascimento e desenvolvimento que só um blog como o de vcs consegue retratar tão bem!

  6. Lindo Luiza!
    Eu pouco comento por aqui, mas quero deixar registrado que conheço a sua história desde quando Benjamin estava na sua barriga. E é incrível ver como uma criança se desenvolve, e deve ser muito louco para os pais vivenciar tudo isso. A minha pequena tem 8 meses, e lendo seu texto fiquei me imaginando convivendo, vivendo, ensinando e apredendo com Alice, quando 2 anos ela tiver.
    Aproveite este dia lindo (pelo menos por aqui onde moro tá um sol lindão!) e celebre muito esta data. É super merecido! É a sua família, é o que você esta dando base para deixá-lo neste mundo!
    Grande bj e vcs e um super parabéns para o mindoca!

  7. Parabéns meu amor, em primeiro lugar para você pela maternidade (e isso merece muitos parabéns) e também para meu primo-neto. Se der tudo certo iremos no feriado de 7/setembro aí daí comemoramos ao vivo. Por enquanto diz a ele que o vovô mandou um beijão bem grande e um abraço apertado com saudades.

    Amo vocês

  8. Oi Luíza, te acompanho desde que vc estava grávida e eu também (o meu Henrique vai fazer dois anos agora em setembro), e fico super emocionada ao ler o que vc escreveu…. Feliz em ver o Benjamin tão bem… Parabéns pro seu menino, que ele continue essa criança tão linda!

  9. Parabéns pro Benjamin! Parabéns pra vc tb, Luisa! É muito bom a gente ver que, entre erros e acertos, a gente tá seguindo o caminho certo!
    Que venham os deliciosos e enlouquecedores 2 anos pra vcs curtirem.
    Bia fará 3 em 4 meses e mal posso acreditar!
    É mt mudança que acontece!
    Beijocas

  10. Querida filhotinha do meu coração, muitos parabéns por ter trazido para nós este menino tão querido, cheio de vida e amoroso. É muita alegria ter o Benjoca como netinho.
    Que Deus abençoe você o meu genrinho ricamente com muita sabedoria para continuarem a conduzir o Benjamin pelos melhores caminhos, como têm feito até aqui.
    Beijinhos da mamy

  11. Luuuu!!! Que lindo seu relato! Me emocionei muito!!
    Vc é uma mãe linda e especial!!! E Benjoca é meu predileto mais querido!
    Amo muito vcs! e Parabéns para esse pequeno lindo em seus dois anos!
    Beijos

  12. Que lindo, luiza!! O benjamim é realemente especial, como todas as criancas desse mundo! Sao presentes que Deus nos dá pra aprendermos a amar acima de tudo e viver ontensamete, aproveitando literalmente os 365 dias do ano. Muita saúde e paz pra esse fofuxo! E parabens a vcs dois tambem, por serem esses pais exemplares que toda crianca deveria ter!!

  13. EEE parabéns pra essa criança linda, esperta e cheia de vida que é o Benjamin!
    Que Deus abençoe sempre a vida de vocês.
    é lindo de ver a história de vocês, gosto muito!!!

    beijão

  14. Meus olhos encheram de lágrimas mamae lulu… Muito lindo o seu amor pelo seu filhote, acho emocionante qdo leio esses carinhos de mães, me identifico muito. Parabens para o Benjoca e que Papai do Céu o abençõe muuuito!!

  15. Cheguei atrasada, mas quero falar! 🙂

    Descobri o blog quando descobri que estava grávida. E você também estava, só que umas 8 semanas na minha frente. 😛

    Parabéns para essa família tão especial, criativa, corajosa, espirituosa! PARABÉNS para o seu filhote, esse menino lindo, esperto, carismático. Sou super fã do Benjoca, ele é um amor!

    Que Jesus os abençoe todos os dias com saúde, comunhão, paz, sabedoria e força! E que o Benjoca seja sempre muuuuuuito feliz! 🙂

    Obs: esse negócio deles pedirem desculpa sem necessidade realmente é de matar! A Clarissa não pode me ouvir falando ai que vem falando "bicupa", quase morro.

  16. Oi Luiza, acompanho o blog desde que descobri minha gravidez e vivencio cada momento da vida de vocês como quem acompanha uma família de amigos. Curto tudo o que o Benjamim faz e principalmente o que vcs, como pais, proporcionam a ele. Confesso que seu blog foi uma das ferramentas através das quais eu refleti sobre a maternidade e tomei decisões importantes para o meu papel de mãe (principlamente sobre aleitamento materno exclusivo e sobre minha decisão de não trabalhar para ficar com ela até os 7 meses). Alice hoje está com 1 ano e mama como uma bezerrinha. Sempre comparo fases/comportamentos com os de Benjamim, por exemplo: ela ainda não dorme a noite inteira e eu sempre falo pras pessoas que não adiantar dar mingau pq o filho de uma amiga foi dormir a noite toda com bem mais de um ano. rsrs E é assim que me refiro a vc, como amiga, até pro meu marido eu falo: hoje minha amiga Luiza disse que Benjamim fez tal coisa e daí mostro vídeos/fotos pra ele e rimos muito, sonhando com a vez de Alice de fazer todas essas estripulias.
    Parabéns ao Benjamim, muita saúde! Que ele continue crescendo num lar abençoado por amor e dedicação. Um lar humano, de pessoas que amam, mas que não são perfeitas, um lar onde ele vai aprender a amar apesar das diferenças. Obrigada por seguir fiel na sua missão de amar seu filho e compartilhar todo esse amor conosco (parabéns ao Hilan tmb), falando abertamente sobre seus sentimentos, o que nos fazem sentir amparados. Nós, mães e pais, precisamos da segurança de não nos sentirmos sozinhos.
    Felicidades aos 3! Que muitos e muitos anos felizes estejam no caminho de vocês.

  17. "e nessas horas eu vejo que não tem mesmo como fugir dos clichês.
    porque é lindo, é delicioso ver nosso pequeno crescer. pegá-lo no colo, cheio de braços e pernas sobrando e lembrar daquele toquinho minúsculo que nem dava pra abraçar, por medo de quebrar.
    perceber que até hoje ele ainda faz alguns barulhinhos enquanto dorme ou mama idênticos aos de 2 anos atrás e suspirar junto num misto de nostalgia e felicidade.
    descobrir que, por mais que eu tente ser a melhor mãe para ele, eu sempre sou a maior beneficiada nisso tudo."
    ACHEI LINDO. HOJE TAMBÉM ESTOU RECORDANDO O ÚLTIMO ANO, MEU FILHO COMPLETOU SEU PRIMEIRO ANINHO HOJE E É IMPOSSÍVEL NÃO PARAR PARA RECORDAR AS COISAS QUE PASSAMOS JUNTOS NESSE TEMPO E O TANTO QUE ELE EVOLUIU. PARABÉNS AO BENJAMIN E AOS PAPAIS. acompanho sempre o blog e curto muito o que escreve, parabéns. felicidades!

  18. Felicidades Família Potencial Gestante. Que o Benjoca seja muito feliz. Meu filho faz aniversário dia 22 de agosto, fez 1 aninho agora, o Benjamin também é do dia 22? Leoninos de última hora?

    Abraços. E estou lendo todos os post atrasados e já digo que amei a festa de 2 anos. Muito legal.

      1. Ah! Que legal.
        Fico feliz de saber disso. O meu pequeno resolveu quase 4 semanas antes e escolheu esse dia. É porque é um dia lindo mesmo. Agora eu entendo porque eu sempre gostei muito do Benjamin, antes mesmo do Caio nascer.

        Também acho que não mudaria muita coisa não. Só o dia. =)

  19. Que post lindo, sempre acompanho teu blog, mas por algum motivo não tinha lido esse. Lagrimas estão correndo aqui! Tb temos um menininho lindo (quasee 18 meses), tb é alérgico a glúten e APLV. e tb estamos apaixonados pelo homenzinho do bem que esta se formando. Herança bendita esses filhos!! Parabéns pra vcs!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *