03 de maio

2 meses de guadalupe

por luíza diener

lupita goes 2

mais um mês se passou e… temos um bebê completamente diferente em casa!
parece que lupita tirou esse seu segundo mês de vida pra dar um spoiler de que tipo de bebê ela será nos próximos meses e até anos. está super interativa, risonha, tagarela… bem, deixa eu falar mais sobre ela a seguir, né?

  • fez sua primeira viagem, aos 38 dias. fomos a são paulo, pra eu gravar um vídeo de trabalho (quando sair o vídeo, vocês saberão). ficamos apenas dois dias. ela ficou ótima e eu também. em breve repetiremos a dose de viagem (mas para belo horizonte. aguardem!)l
  • começou a sorrir pra gente. quando está de bom humor é uma coisa maravilhosa! já acorda sorrindo pra gente e ainda reage a brincadeirinhas, como a que eu gosto de fazer de beijar suas mãozinhas. até já deu uma gargalhadinha singular pra mamãe aqui. morro! <3
  • começou a estranhar os outros: no começo dos seus sorrisinhos, ela ria pra qualquer um. agora só ri pra gente e pro resto ela faz bico (um bico lindo!) e até chora. coitada da minha mãe: são pra ela seus maiores bicos e crises de choro inconsolável. já ficou tipo uma hora chorando sem parar depois de eu entregar ela pra minha mãe de supetão. mas tudo bem. depois que crescer, tenho certeza que será um grudezinho com a vovó, como foram/são os irmãos dela.
  • fica muito irritada quando sai de casa. no começo ela até curte o passeio e pode até ser que ela fique bem se não extrapolarmos o tempo (coisa quase impossível de não acontecer). mas rola uma rebordosa quando voltamos pra casa e ela costuma passar a noite pós saída (e o dia que se segue) com o sono alterado e muito mais sensível que o normal.
  • tenta conversar com a gente e é a coisa mais fofa do mundo! olha bem na nossa cara, presta atenção no que falamos e tenta falar junto, com uns barulhinhos tipo “ah”, “eh”, “angui”. eu vivo por esses barulhinhos, gente!
  • fica quietinha quando cantamos pra ela. às vezes, quando está irritadinha ou agitada, gosto de cantar pra ela. e ela parece gostar também, porque em boa parte das vezes ela para e olha pra mim, bem boazinha, enquanto rolar a música. claro, se for uma música mais melodiosa e melancólica, é capaz dela fazer o maior bicão do mundo e chorar mais ainda. mas eu já estou pós graduada nessa escola, visto que joca e sansa são – desde bebês e até hoje – sensíveis a esse tipo de música, bem como a mamãe aqui.
  • a bagunça da casa deixa ela incomodada. tá difícil fazê-la dormir quando os irmãos estão em casa. com isso comecei a brigar mais com joca e sansa, pedindo por silêncio na hora das sonecas dela (missão quase impossível). dormir no mesmo ambiente dos irmãos é praticamente impossível. não que ela não faça (isso acontece na maioria das vezes), mas ela fica com aquele sono superficial e acorda por qualquer coisinha.
  • tem dormido bem menos de dia. se no primeiro mês de vida ela acordava, tinha sua fralda trocada, mamava e voltava a dormir, agora ela passa bem mais de uma hora acordada. às vezes tenta emendar uma soneca em outra, mas é raro ela conseguir essa façanha. especialmente com essa sensibilidade aos sons mencionada acima.
  • espinhos no berço: com certeza há espinhos no moisés onde ela dorme! ou em qualquer outro lugar que não seja no nosso colo! no colo ela dorme e parece capotada. bracinhos e perninhas ficam pendurados, mal consegue fechar a boca, revira os olhos e faz aquela cara de bebê sonhando. mas é só colocá-la pra dormir em outro lugar que… plim! ela acorda! e eu sei que assim será pelos próximos meses. a cadeirinha supersônica balançadeira até que ajuda bastante, mas não é garantia de nada.
  • em compensação, facilmente dorme de 10 a 12 horas à noite, com apenas uma interrupção no meio. parece que ela decide tirar o atraso à noite. gosto de colocá-la pra dormir entre 18h ou 18h30, hora em que ela costuma ficar bastante cansada. nem sempre isso é possível mas, quando dá, ela emenda facilmente o sono até meia noite. aí acorda, volta a dormir e pode acordar apenas 6h da manhã.
  • aliás, que rotina louca! o que eu mais adorava quando tinha só o benjamin era que eu conseguia manter um ritmo previsível das coisas e eu via a diferença que isso fazia pra ele. no fim do dia eu diminuía o ritmo da casa, ele tomava um banhozinho relaxante, mamava e dava o capote (muitas vezes dormia no banho mesmo). hoje em dia é quase impossível fazer rotina de sono com ela. quando ela está cansada, sansa está bombando e hilan está buscando benjoca na escola. não dá pra esperar eles chegarem porque a essa altura ela já está ultra irritada. então – nos dias que ela toma banho antes de dormir – tenho que apelar pro desenho animado: sansa assiste netflix enquanto eu dou banho, coloco a roupa, dou de mamar. quando lupita finalmente capota é a hora que hilan e joca chegam. quando isso não é possível, é uma loucura e eu fico só a capa do batman nesse fim de dia.
  • o charutinho continua infalível. passamos dias de intenso calor por aqui, o que tornou quase impossível o ato de embrulhá-la num cueiro ou manta (também conhecido como pacotinho/charutinho). mas bastou dar uma esfriadica de nada que eu voltei a embrulhá-la e… voilà! como num passe de mágica ela dormiu bem melhor a soneca do dia!
  • o amarelinho a deixou: ela teve icterícia no primeiro mês inteiro e um pouco desse primeiro pro segundo mês. mas agora está cem porcenta livre dessa coisa e tem mostrado sua cor leitosa/rosada para nós.
  • chupeta fail: eu bem que tentei. eu bem que quis dar a chupeta pra ela, mas ela simplesmente não pegou. tentei três modelos diferentes. o último oferecido ela até aceitou um pouco e em momentos de crise intensa ajuda ela a acalmar um pouco. mas só serve como última opção mesmo, porque geralmente a chupeta deixa ela muito mais nervosa. como quem diz: “ei, por que vocês estão tentando me tapear com esse treco sintético na boca?! eu quero tetas!!”
  • em compensação, tem horas que a mãozinha na boca é a verdadeira salvação. ela encontra os próprios dedinhos, fica tentando chupar (geralmente o dedão) e vai se acalmando. mas não acho que ela vá chupar dedo conforme crescer, não. só costuma fazer isso quando quer mamar. ou seja, não fica com as mãos na boca por muito tempo porque logo chega a mamãe-teta-ambulante pra dar o verdadeiro consolo 😉
  • fica um tempão nos encarando, tentando imitar nossas expressões. nisso ela já consegue colocar a linguinha pra fora, sorrir pra gente e agora está tentando estalar a língua, com um som tipo de beijinho. é uma delícia vê-la tentando.

aliás, é uma delícia vê-la crescendo a cada dia e, a cada dia, ter a certeza de que ter um terceiro filho foi a melhor coisa que fizemos pela nossa família nos últimos tempos. não consigo mais imaginar nossas vidas sem essa pequena <3

Related Posts with Thumbnails

categorias: amor, desenvolvimento do bb, guadalupe, mês 0-3

assine nosso feed ou receba por email


4 Comments »

  1. Parabéns Luíza pela delicadeza ao detalhar essa rotina. Meu sonho é ser mãe e ler relatos assim é tão confortante perto de tudo que ouvimos hoje em dia. Lupe tem se mostrado assim como Sanda e Benjoca uma pessoinha de personalidade. Muita saúde sempre !!

    Comentário by Julie — maio 3, 2016 @ 7:01 am

  2. Que lindo! Adorei o blog, vou acompanhar sempre. Até pq estou no começo da gestação e vai me ajudar bastante. Bjuss

    Comentário by Thais Coelho — maio 3, 2016 @ 2:25 pm

  3. Minha é 5 dias mais velha que a sua. É uma delícia essa fase. Estou apaixonada. Ansiosa para saber o peso da Lupita!

    Comentário by Débora — maio 4, 2016 @ 11:51 pm

  4. Olá Luiza, td bm? Ótimo post, aliás, tanto os seus posts como os vídeos são maravilhosos. Uma pergunta: vi que você usa o moisés com a Guadalupe, vc acha ele prático? Moro em um local pequeno e estou pensando em adquirir um. O Benjamin e a Constança tbm usaram? Obrigada, bjs!

    Comentário by Isadora — julho 19, 2016 @ 8:00 pm

RSS feed for comments on this post.

Leave a comment

*