20 de outubro

20 semanas – chegamos na metade!

por luíza diener

barriga de 20 semanas de gravidez

sempre penso nos marcos importantes da gravidez: as 12 semanas, que marcam o fim do primeiro trimestre e o início do segundo (considerado a lua de mel da gravidez); as 20 semanas, que marcam a metade da gestação; as 30 semanas, porque acho que uma grávida de 30 semanas é realmente uma grávida (não que as outras não sejam); e as 37, que é considerado o período onde o bebê pode nascer normalmente sem risco de prematuridade (gostaria de comemorar as 40 também, mas nunca cheguei lá).

claro que cada momento da gravidez é importante e deve ser lembrado, mas sexta feira passada eu cheguei na metade da gravidez! comemorei andando de top e short pra cá e pra lá o dia inteiro, entrando na piscina à tarde, comendo m&m’s e bebendo água gelada à noite. foi mágico.

sobre a mãe

  • já estou com um buchinho visível e perceptível aos olhares mais atentos. não preciso mais me justificar numa fila preferencial, por exemplo: é só botar a mão na pancinha que ninguém questiona.
  • nos últimos dias senti um desconforto bem grande na barriga. uma dor no alto dela como se pele e músculo estivessem espichando repentinamente. e também senti, pela primeira vez, aquela coceira típica na barriga. e também a parte baixa da minha barriga está levemente inchada, o que impossibilita que eu feche qualquer calça ou short de botão.
  • a novidade da semana é que já tenho certeza de que sinto meu neném mexer. engraçado é que dizem que mães de primeira viagem demoram mais pra sentir os movimentos do bebê e que mães que já passaram pela experiência percebem isso antes. aqui foi o contrário. os dois primeiro eu senti com 18 semanas e esse foi de 19 pra 20 mesmo. pra não dizer que não, teve um dia com 18 semanas e pouquinho que tive a nítida impressão de ter visto minha barriga dar um saltinho. coloquei a mão na lateral direita e senti um cutucão até que forte, mas depois disso parou.
    aí, domingo retrasado (19 semanas e 2 dias), eu estava tentando aprender a tocar violão com minha irmã mais nova. enquanto ensaiava uns acordes da música “thinking out loud”, do ed sheeran, senti o cutucão na parte inferior esquerda, onde o violão estava encostado. parei um pouco e continuei, quando veio o segundo cutucão. comentei com quem estava por perto e disfarcei, mas fiquei emocionada. e agora, quando ouço essa música, lembro do meu nenenzinho <3
    agora hilan consegue sentir também. foi bem no dia das 20 semanas e ele também se emocionou. desde então não parou mais.
    logo logo esse pãozinho distribuirá socos e pontapés pra todo mundo sentir (e ver) e vou adorar compartilhar com as pessoas queridas do nosso coração.
  • as contrações de treinamento me deram um sossego, graças a deus! não chega a doer, mas às vezes incomoda. antes eu tinha todo santo dia, várias vezes por dia. agora tem vezes que nem lembro que ela existe.
  • a falta de ar está de volta!
    eu passei umas 12, 14 ou até 16 ofegante o tempo inteiro. subia meio lance de escadas e precisava parar pra respirar. aí tive um alívio de 4, 6 ou 8 semanas e já me pego parando pra recuperar o fôlego.
  • sinto minha barriga bastante alta. parece que eu engoli uma bola de vôlei e ela ficou entalada no estômago. provavelmente por isso a falta de ar.
  • engordei 3,5 kg desde que engravidei, segundo a balança em que me peso há mais de 5 anos. eu sei, é pouquíssimo, mas não tenho conseguido comer tanto assim, além de ter um metabolismo ultra acelerado, gastar energia que nem uma louca com esses dois pra cima e pra baixo o dia todo e dormir entre 5 e 6 horas por dia. vamos ver como a coisa se desenrola daqui pra frente.
  • eu realmente não estou preocupada com o enxoval. quando você já teve dois filhos e 4 sobrinhos, roupa e acessórios não faltam. claro que nem tudo é de segunda mão propriamente dito: é de terceira, quarta, quinta e por aí vai. mas posso garantir que, apesar de nascer pelado, roupa não vai faltar pro neném. aí, depois que nascer, a gente pensa em alguma coisa mais direcionada para gêneros (o que também não é nada urgente ou prioritário pra mim).
  • por outro lado, no último mês eu consegui comprar umas coisinhas pro neném e fiquei super feliz! uns bodies basiquinhos – tanto bege quanto cinza – e dois pares de meia decoradas com bichinhos – de arco íris e de patinho. comprei tudo no mercado, nada custando mais que 20 reais, mas já me senti suficientemente realizada pela sensação de que, apesar de já ter tudo, existirão coisas meio que exclusivas desse baby, que ele poderá desfrutar em primeiríssima mão. coisa de mãe, com certeza ; )
  • tem feito um calor absurdo aqui em brasília e minha pressão já é normalmente baixa, então eu tenho me arrastado pelos cantos durante o dia. revezo entre deitar no sofá, na cama ou entrar na piscininha de plástico das crianças (que é bem grandinha. dá até pra eu mergulhar). aí a noite chega e diguiriguidiguiriguidiguiriguidi eu fico pilhada e cheia de energia tanto porque o clima colabora quanto porque eu já dei umas cochiladas anteriormente. aí acabo dormindo tarde, acordo cedo e o ciclo vicioso do cansaço se repete. o lado bom disso tudo é que eu tenho conseguido escrever alguns posts à noite.

sobre o bebê

  • ainda não fiz a ecografia morfológica, mas estima-se que, da cabeça ao bumbum, um bebê de 20 semanas meça 17 centímetros e, da cabeça aos calcanhares, 22 a 25 cm. o peso estimado varia entre 215 e 260 gramas. um tiquinho de gente!
  • seus cinco sentidos já estão desenvolvidos e o neném já pode ouvir minha voz. bem, quer dizer, ele (ou ela) ouve minha voz e a dos irmãos o dia todo. mas não custar parar um pouquinho pra conversar e cantar uma musiquinha. preciso tentar isso com mais frequência.
  • ele também começa a distinguir sabores diferentes no líquido amniótico, chupar o dedo e até brincar com o cordão umbilical. é a fase de explorar seu mundinho dentro da barriga.
  • o vérnix caseoso começou a cobrir sua pele, a fim de protegê-la durante esse tempo todo imerso. meus bebês nasceram com ele. provavelmente este também nascerá <3
  • sistema digestivo deve estar se desenvolvendo bem. tá que o bebê ainda não come, mas já engole o líquido e seu corpo começa a produzir mecônio, aquele cocô preto e pegajoso que eles fazem nos primeiros dias de vida.
  • o cabelinho também começa a crescer. aí eu já fico pensando: será assim, castanho e fininho, como foi dos irmãos quando nasceram? ou nosso baby pode nos surpreender com uma juba totalmente diferente desta vez?

em breve farei a ecografia e é sempre muita emoção!
pra garantir, já vou chegar pedindo pra médica não dar spoiler do sexo do bebê.

Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , , , , desenvolvimento da gravidez, estou grávida, eu gestante, guadalupe, para gestantes

assine nosso feed ou receba por email


7 Comments »

  1. Como assim já são 20 semanas??? Onde eu estava enquanto isso acontecia produção?
    😆 rssss não vejo a hora de chegar a hora … e descobrirmos se os olhinhos e nome desse nenem!!!

    Comentário by Raquel Carvalho Sola Fernandes — 20 de outubro de 2015 @ 6:34 pm

  2. 'Tamo' juntas no calorão de Brasólia! Estou de 26 semanas e de verdade… não consigo curtir minha gravidez direito por conta da pressão baixa, moleza e tontura!

    Comentário by Liliane Godoi — 20 de outubro de 2015 @ 6:44 pm

  3. Ansiosa pelo parto…até hoje assisto o da Sansa…emocionante!

    Comentário by Gabriela — 20 de outubro de 2015 @ 8:10 pm

  4. Linda <3

    Tá passando rápido, ou é impressão minha!?? rs

    Comentário by Lucia — 22 de outubro de 2015 @ 4:03 pm

  5. Tá passando tão rápido <3

    Comentário by Raquel — 26 de outubro de 2015 @ 3:22 pm

  6. Nessa hora bate uma saudade!
    Aproveita porque depois faz muita falta estar grudadinha assim no baby!
    Beijos!

    Comentário by patinass — 28 de outubro de 2015 @ 10:58 pm

  7. Nessa hora bate uma saudade!

    Comentário by patinass — 28 de outubro de 2015 @ 11:06 pm

RSS feed for comments on this post.

Leave a comment