05 de março

a disciplina do amor

por luíza diener

volta e meia bombam na blogosfera materna assuntos polêmicos que acabam por taxar uma mãe ou pai como “maus”. nem quero entrar no mérito disso, mas a verdade é que quando essas coisas acontecem, elevam um pouquinho o nosso ego, pois entramos em comparações do tipo “tá vendo? eu poderia ser pior! comparada com fulaninha eu sou uma ótima mãe”, mesmo que essa comparação aconteça de maneira inconsciente e nunca cheguemos a verbalizar isso. ao diminuir outra pessoa, você sente-se melhor, de alguma maneira. acontece que a pessoa que quero expor hoje sou eu mesma. * bomba * tenho me sentido uma péssima mãe. antes que venham me alisar com palavras de conforto do tipo “que isso, luíza, você é uma excelente mãe e blá blá blá”, eu já tiro o meu da reta e digo que não. eu posso ser uma mãe melhor. andei por momentos de impaciência e intransigência, muito provavelmente desencadeados pela bomba hormonal do início da gravidez. mas aí me acostumei, me acomodei e acabei virando meio megerinha mesmo. e nessas horas eu confesso que às vezes tenho é raiva dessas histórias de “mãe sem culpa” e “não sou menos mãe por isso”. voltando a ressaltar, não estou apontando o dedo na cara de ninguém, dando indiretas nem nada do […]

Related Posts with Thumbnails Leia mais

categorias: Tags:, , , , , , , , , , , 2 anos, educação, erros comuns, para mães

assine nosso feed ou receba por email