30 de abril

tov, o seu vage

por luíza diener

hoje completamos 4 semanas de casa nova. sábado, dia 2, já é oficialmente um mês. ainda estamos todos em fase de adaptação, mas queria falar primeiro sobre quem mais rapidamente incorporou a nova vida em casa: tov. foi pisarmos na casa junto com a mudança que ele já começou a libertar seus instintos caninos: correu, explorou, fez xixi no quintal inteiro, latiu pra todos os “intrusos” e botou os gatos da vizinha (que gostavam de passear por ali) pra correr. por quase uma semana (ou até mais) a gente nem viu a cor daquele cachorro que, quando dava as caras – ou melhor, o focinho – era coberta de terra vermelha. […]

Leia mais

categorias: tov

assine nosso feed ou receba por email
27 de abril

roça news – parte I

por hilan diener

primeiramente, quero agradecer a todos os que torceram, vibraram e se emocionaram com a nossa nova conquista. fiquei feliz demais por saber que tanta gente compartilha conosco a nossa alegria! ainda que não nos conheçamos, é muito louco ver que rola essa sintonia e empatia. muito, muito agradecida por cada palavra de carinho! as coisas do lado de cá andam bem. ainda estamos nos adaptando a essa mudança brusca de rotina mas, por outro lado, algumas coisas tornaram-se parte da nossa rotina quase que automaticamente, basicamente pela necessidade urgente de nos virarmos com o que temos. internet, por enquanto, nem pensar. já se passaram mais de 3 semanas e é […]

Leia mais

categorias: por definir

assine nosso feed ou receba por email
16 de abril

cabeleira

por luíza diener

eu amo o cabelo da sansa. ele tem um quê despretensioso, meio acabei-de-acordar-e-sou-linda-mesmo-assim. amo a cor do cabelo dela, amo aqueles cachos de textura bem fininha. com joca, meu caso de amor já é antigo, mas tem sido uma delícia a novidade de ver as madeixas da minha menininha crescendo e enrolá-las entre meus dedos enquanto ela mama ou quando está sentada no meu colo. amo muito essa peruquinha e pretendo deixar seus cabelos crescerem enquanto eles estiverem bonitos e saudáveis. mas cabelo grande dá trabalho! eu sei por conta do meu, sei porque joca já teve uma cabeleira cacheada linda de morrer, mas que vivia embolada. pra completar, dona […]

Leia mais

categorias: Tags:, , , , , , , , , , , para bebês, publicidade, quer uma dica?, teste de produtos

assine nosso feed ou receba por email
15 de abril

trocador de fraldas em banheiros masculinos é apenas um começo

por hilan diener

pai de primeira viagem se mete em cada furada… ainda me lembro da primeira vez que levamos o benjamin à pediatra, com poucos dias de vida. luíza e eu não tínhamos a menor noção de quem ela era, mas marcamos um horário por indicação do hospital em que o joca nasceu. relembrar aquela consulta me dá até raiva – a quantidade de bobagens que a médica falou e o número de coisas que eu até acreditei não está no gibi. mas teve uma coisa que realmente me marcou: a médica só se dirigia à luíza. era um tal de “mãezinha, faz isso…” e “aí ~ m.ã.e.z.i.n.ha ~ faz aquilo” enquanto eu fiquei ali apenas como mero expectador. um […]

Leia mais

categorias: erros comuns, pai feito, pai grávido, para papais

assine nosso feed ou receba por email
13 de abril

vlog do mindoca #2

por hilan diener

categorias: por definir

assine nosso feed ou receba por email
10 de abril

tagalerices e fofuras – parte 07

por hilan diener

 joca e suas amigas vida em marte  – pai, quando eu for embora de casa você vai ficar triste? – mais ou menos, vou ficar feliz por que você cresceu e triste por que você cresceu também. – tudo bem pai, é só você ligar pra gente. – gente? que gente? – pra mim e pra minha namorada, ué? – ahhh! e pra onde a gente vai? – passear de foguete pra marte. #‎luizaSuasDefiniçõesDeSograForamAtualizadas‬ *** google sabe mais – pai escreve aí no google: benjamin, filho do hilan, quer ficar forte igual o hulk. *** memória – pai, você esqueceu de imprimir o mapa do indiana jones para mim. – amanhã […]

Leia mais

categorias: por definir

assine nosso feed ou receba por email
02 de abril

casa nova

por luíza diener

deu medo. deu muito medo. um frio na barriga, uma vontade de desistir, o constante questionamento “será que estou fazendo a coisa certa?” nem quando casei – aos 21 anos – me senti assim. nem quando engravidei ou estava em trabalho de parto, me preparando para meus filhos chegarem. ou pelo menos, se senti tal medo, me esqueci completamente dele. morar em casa sempre foi meu sonho desde a mais tenra infância. a única vez que isso aconteceu foi quando eu era um pouco mais velha que constança e voltei pra apartamento quando era mais nova que benjamin. desde então, durmo e acordo trancafiada em um caixote empilhado e enfileirado […]

Related Posts with Thumbnails Leia mais

categorias: desperate housewife, psicologia autodidata introspectiva, questões

assine nosso feed ou receba por email