carta ao benjamin pelos seus 6 anos de vida

joca faz 6

meu filhote, hoje é seu aniversário!
nem acredito que seis anos se passaram desde o dia do seu nascimento! mas, por outro lado, parece que já tem tanto tempo.. é como se você sempre fizesse parte das nossas vidas. ou melhor, é como se a vida da luíza de hoje só existisse por causa da sua chegada (e, mais tarde, das suas irmãs).
você me fez encarar a vida de um jeito totalmente diferente. desde o momento em que descobri que você estava sendo gerado na minha barriga, parei de fazer as coisas somente pra mim e passei a pensar sempre em você, em sua saúde, seu bem estar. é como se, desde aquele dia, eu soubesse que parte de mim nunca mais seria minha.

você é meu primogênito, meu desbravador. você inaugurou e continua inaugurando uma série de primeiras coisas em minha vida. e é engraçado ver como você carrega em si esse espírito aventureiro, que ama o novo e, por mais que às vezes tema o desconhecido, sabe o fascínio que ele traz consigo. e vai atrás dele.

eu tenho visto você crescer e amadurecer dum tanto que não sei se respiro aliviada por finalmente as grandes birras e chiliques estarem chegando ao fim ou se morro de saudades do meu bebê, que está dando adeus já tem um tempo. junto com isso, sua primeira infância também está terminando. pelo andar da carruagem, temo que ela acabe mais cedo que o esperado. mas, afinal, quanto tempo dura essa tal primeira infância?

dizem que o que se constrói na primeira infância leva-se para a vida inteira. o que será que está aí, na sua bagagem? meu deus, que peso enorme! se por um lado sei que tento sempre fazer o melhor por você, por outro fico me perguntando se foi o suficiente. mas lá dentro eu já sei a resposta de que, sim, você tem tido uma infância maravilhosa e, sim! você ainda vai passar uns bons anos na terapia por conta dessa mãe e pai malucos que você tem. faz parte da vida… mas sei que, quando você tornar-se adulto (será que virá a ser pai um dia, como você tanto brinca e sonha que será?), vai entender que tudo o que fizemos e fazemos foi e sempre será por amor.

tenho pesquisado há um tempo o que te dar de presente. a princípio você queria muito um binóculo, mas de repente cismou com um skate. não sabia exatamente o que comprar. porém, nesse último domingo rodei a cidade atrás de um skate e acessórios adequados pro seu tamanho pequenino. sei que presentes não compram felicidade, mas lembro muito das minhas manhãs de aniversário, quando eu acordava ao som do parabéns cantado pelos meus pais e irmãs, junto com aquele presente que eu tanto queria! quero criar essas memórias deliciosas na sua vida também. se bem que, pensando melhor, não me lembro de todo presente que ganhei ao longo dos meus primeiros anos de vida, mas lembro sempre de uma coisa: a família reunida ao redor da cama, cantando e comemorando junta. isso, meu filho, você tem de sobra.
nós todos vivemos colados que nem chiclete. o convívio é tão intenso que às vezes sai faísca, mas faíscas podem ser legais, tipo aquelas que vão sair da velinha de parabéns mais tarde, quando você ganhar um bolo bem gostoso (seu primeiro aniversário comendo bolo com leite de vaca, já pensou?).

eu sei que toda mãe acha que seu filho é especial (com toda razão) e comigo não seria diferente. não canso de olhar pros seus olhos tão brilhantes, expressivos, curiosos e sempre atentos. seus ouvidinhos não são diferentes, bem como sua boca, que está sempre tagarelando ou cantarolando alguma coisa.
você ainda é tão pequenininho, mas tem um coração tão enorme que não sei como cabe aí dentro (às vezes também não consigo nem entender como cabe todo esse amor dentro de mim).

a oração do fundo da minha alma é que seus olhos estejam sempre prontos para enxergar o belo. seus ouvidos, atentos para ouvir o que é bom. que de sua boca sempre saiam palavras boas e de louvor ao senhor. que seu coração seja sempre humilde, grato e cheio de amor. que sua mente não seja voltada para a maldade, mas para aquilo que vem do alto. que suas mãos não sejam ferramenta de destruição, mas de edificação. que seus pés te guiem por caminhos de justiça e retidão. que todo seu corpo seja para honra e glória do nosso pai do céu.
você é um presente que ele me emprestou e espero sempre poder cuidar de você como você merece. que eu jamais sirva de pedra de tropeço para você e – deus me livre se algum dia isso acontecer – que o eterno tenha misericórdia e te encha de graça e da paz que excede todo o nosso entendimento.

obrigada por fazer parte de nossas vidas!
que venham mais 6, 16, 66 e quantos anos nosso bom deus permitir.
mas, antes disso, aproveite sua infância o máximo que você puder.

te amo te todo o meu coração!

sua mãe.

Joca e lupe Joca cowboyfamilia 700joca e mãe 700

Related Posts with Thumbnails

4 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *