08 de dezembro

9 meses de guadalupe!

por luíza diener

foto: camila martins

capa2

o post mais cheio de clichês que você respeita.

clichê 1) agora ela tem o mesmo tempo de vida dentro e fora da barriga. completamos, enfim, o período da exterogestação.

clichê 2) como cresce rápido! socorro!

clichê 3) daqui a pouco ela completa 1 ano, vai estar andando pra lá e pra cá, falando, correndo, namorando, indo pra faculdade. ou não.

clichê 4) demorou DEMAIS, mas tá passando muito rápido.

clichê 5) senhor, como o tempo voa!

essa menina, com 8 meses:

  • está com 6 dentinhos. acabou o período da vampira, visto que os dois dentinhos do meio alcançaram os dois laterais. e agora os dentes estão todos pela metade, separadinhos, de bob esponja. vamos ver se continua quando crescer (duvido! aqui em casa só tem dentuço. vão ficar todos os dentes grudadinhos XD).
  • agora já engatinha oficialmente. começou com um movimento devagar, pareceu que ia ser o único bebê normal desta casa a engatinhar nos quatro apoios, mas agora já mostrou que não nega a família de onde veio e está engatinhando na sua maneira peculiar: parece que está na posição default de engatinhar (joelhos e mãos no chão) mas, assim que começa a se locomover, mantém o joelho esquerdo no chão e, ao invés de dar sequência ao movimento com o joelho direito, coloca o pé direito no chão. e vai desse jeito estranho até chegar aonde quer.
  • tem se assustado com barulhos altos, como um liquidificador que liga repentinamente, uma moto que passa a alta velocidade na rua ou qualquer estrondo muito forte. não é só a altura do som em si, mas muito mais o fato dele acontecer subitamente.
  • a ansiedade de separação piorou. não quer ir no colo de ninguém – nem do pai – a não ser que role um processo de convencimento. do contrário, só quer saber de mim. a compensação é que, por estar engatinhando, várias vezes existem coisas muito mais interessantes que a mamãe acontecendo ali no chão, o que dá um alívio tanto pra mim quanto pra ela.
  • com essa nova etapa de vida rolando, algumas mudanças vão acontecendo: 1) as crianças estão guardando mais os brinquedos (graças a deus!) porque a lupe vai lá e zoa a parada toda mesmo; 2) tenho mantido o chão mais limpo (porque até inseto ela já andou comendo); 3) muitos perigos acabam saindo de cena, como a extensão que fica no canto da sala, ligada a um monte de carregadores (que se ela pega dando sopa, mete na boca mesmo).
  • está dormindo mal, pessimamente. ok que pra ela pegar no sono tá sendo mais fácil que antes, mas às vezes dá 20 minutos que ela dormiu à noite e já acorda, procurando por mim. e não serve se for hilan: ela grita, abre o berreiro mesmo. também não adianta eu demorar pra ir, porque ela sai engatinhando no escuro, bate a cabeça na cama/parede/chão, chora mais ainda (e de uns dias pra cá tá aprendendo a descer da cama. lascou).
  • teve apenas uma ou duas vezes que ela acordou no meio da noite achando que já era hora de brincar. graças a deus que ela faz isso muito pouco, porque haja energia!
  • mas o que ela dorme mal à noite, tem compensado na soneca do dia. acho que de uma a duas semanas pra cá tem tirado sonecas de pelo menos uma hora pela manhã (já chegou a soneca de quase duas horas) e mais uma soneca boa à tarde.
  • pela necessidade, aprendeu mesmo a chamar pela mamãe. rola um mamã desesperado quando me quer.

mas nem tudo são espinhos no reino das flores e ela está super feliz, carinhosa, carismática:

  • ri muito pros irmãos e ultimamente não pode nem ouvir a voz do benjamin de longe que já fica toda serelepe.
  • é assim que ela faz: dá uma risada com o rosto todo (olhos arregalados, sobrancelha levantada, sorriso de boca aberta, estampando os seis dentinhos), dá um gritinho minimalista, deixa o corpo todo reto e firme e às vezes se joga em direção a onde vem a diversão. tem que segurar pra não deixar cair!
  • porque ela se joga mesmo, quer seja um irmão, uma irmã, um cachorro…
  • … aliás, o cachorro! aquele de nome tov! tov faz a alegria dela! é remédio pra choro, cansaço, tédio. é só a gente chamar o tov que ela vai com tudo pra cima dele. pra pegar no pelo, puxar a orelha, os bigodinhos, tentar beijar ele. é muito engraçado ela tentando beijar ele: abre a boca, bota meia linguinha pra fora e vai em direção a ele. eu sempre intercepto porque o tov é, tipo, muito sujo.
  • ela chama pelo tov. vê ou ouve ele e começa: tó! tó! ou tá! ou te! impressionante que nessa vida ela chama mamã em primeiro lugar, totó em segundo e, às vezes (muito às vezes mesmo), um papá. mais ninguém.
  • e descobri que essa paixão se estende a todos os animais. ela enlouquece quando vê cachorros na rua, pombos na calçada e, semana passada, tentou atacar o gatinho filhote de um casal de amigos nossos. foi engatinhando por toda a sala até encurralar o bichano num canto entre o sofá e o telefone, que estava no chão. por sorte ela ainda é lenta nos engatinhamentos, por sorte o gato não atacou ela e por sorte eu a peguei a tempo, porque nosso amigo avisou que o gato dele é daqueles que morde (e às vezes machuca) na hora de brincar.
  • engraçado é que ela não se assusta. tov também dá umas mordiscadas pra se defender (tipo um aviso: não mexe aí não) e ela não dá a menor bola. a gente fica meio tenso porque às vezes ele dá um ataque de doideira, sai correndo e dá patadas que machucam até a gente, então ficamos de olho (ainda que intencionalmente ele nunca tenha machucado ninguém nessa vida, mas o bicho é bruto).
  • aprendeu a gritar com os irmãos. quando eles estão brincando (entre eles ou com outras crianças) é sempre uma gritaria louca. aí, pra enturmar, ela fica olhando pra eles e gritando também. eu lembro dela com esse mesmo olhar contemplativo quando era mais nova. ela se assustava um pouco, às vezes queria chorar. mas agora ela pilha junto e é uma questão de poucos meses até que ela comece a correr atrás deles pra participar da fuzarca.
  • faladeira que só, tá sempre tagarelando alguma coisa na sua própria língua. é muito engraçado porque realmente parece que ela tá falando.
  • também faz uns estaladinhos fofos com a boca. às vezes como se mandasse beijo, às vezes um estalado com a língua mesmo.
  • está a doidita do movimento de pinça. cutuca tudo com a pontinha do dedo indicador e depois usa o polegar pra auxiliar. e é aí que vai tudo pra boca, desde mini pecinhas de lego, passando por gizes de cera quebrados até insetos mortos no trilho da porta de vidro.
  • descobriu que dá pra fazer música batendo um objeto contra outro. e nessa eu pego ela tentando tirar um som até batendo uma roupa contra outra (?).
  • descobriu as pintas. e o peito. aí fica me cutucando com o tal dedito da pinça. tem horas que dá uma agonia sem fim, mas é muito engraçado ver ela falando tête (teta) pro meu mamilo.
  • conforme os dentes de cima nascem, ela roça uns contra os outros, rangendo. especialmente quando está com sono.
  • quando está de bobeira, damos leves batidinhas na boca dela, pra fazer indiozinho. automaticamente ela começa a dizer aaaaaa e, quando percebe que é engraçado, não se aguenta e começa a rir. é excelente, porque toda santa vez ela cai na risada!
  • tudo vai pra boca. tudo vai pra boca. tudo vai pra boca. e se a gente tira da boca dela, fica brava que só.
  • ama brincadeiras de esconde esconde. estou pra descobrir um bebê que não goste, pra falar a verdade. seja o famoso cadê-achou com as mãos, seja um pano que esconde a nossa cara, esconder-se atrás da parede, espiar por trás de uma fresta qualquer. é diversão garantida.
  • quando fazem gracinha com ela, ela se escondeadoro essa fofureza escondedora. <3
  • ataca a fruteira o dia inteiro. não sei o que ela viu nessa fruteira (além de frutas), mas passa boa parte do dia futucando as cestas da fruteira (são me metal e são removíveis), catucando as frutas, tentando comer alguma, escalar a fruteira, empurrar ela (é de rodinha)… pensando bem, a fruteira é maior legal!
  • chinelos e crocs são legais, mas perdem feio para os rodos e vassouras. deixa eles dando bobeira por aí pra você ver…
  • é muito risonha. muito feliz. até quando tá chateada tá feliz. ela é dessas que dá pra estender um passeio na rua até tarde, de disfarçar na hora que bate a cabeça e chora (geralmente ela resiste bem à dor) falando do cachorro e coisa e tal. mas no carro…
  • … ah, no carro! desde pequena ela entra em crise dentro do carro. bebê desconforto, né? deita ela naquele negócio e vai botando o cinto pra você ver… agora ainda tá bem menos, mas é no carro que a gente paga o preço por ter espichado nossas saídas. pelo menos meia hora de chororô e gritaria garantidos até chegarmos em casa.
  • já comeu a comida da casa algumas vezes. não que eu esteja cozinhando com frequência (nos últimos meses é só marmita, marmita, marmita) mas, nas poucas vezes que cozinhei recentemente, separei um pouquinho pra ela antes de acrescentar mais sal pro resto da família.
  • nisso acabei dando sem querer um feijão super temperado pra ela, com carne, cebola, alho, sal, cominho e um pouco de pimenta. ela não curtiu muito ele amassado mas inteiro, em grãos, ela devorou (começou pegando do chão e acabei dando mais pra ela depois). também se amarrou num naco de carne que cozinhei com o feijão. foi loko.
  • porém, disparadamente, ela prefere mil vezes a fruta às verduras/comidas salgadas. salva quando eu misturo um pouco das duas (manga com inhame é garantia de sucesso).
  • o frango também é sucesso. papinhas com frango são sempre mais bem aceitas por ela. e aquelas que contém um mínimo de pedaços. se for toda pastosa, amassadinha, ela desiste comer nas primeiras colheiradas.
  • gosta de mastigar giz de cera.
  • adora chupar canetinha.
  • odeia vestir roupa (especialmente na hora de passar pelos braços), trocar de fralda (este último mês está especialmente difícil), lavar a cabeça .
  • adora que limpemos seu ouvido com cotonete. vai fazendo uma carinha de sonoooozzZzZzzzZzzz…
  • quando acorda de dia (geralmente procurando por mim, tentando escalar minha cama) é fácil ficar entretida com alguns brinquedos deixados propositalmente em seu colchão. é comum eu ganhar meia hora de soneca quando ela está de posse de uma boneca, um brinquedo sonoro, um carregador de celular, uma tomada desprotegida. opa, pera!
  • faz uns sinais estranhos com as mãos que com certeza significam algo. assim, ela tem várias formas de gesticular. tem um jeito que ela segura a mão direita por cima de todo o pulso esquerdo e fica levantando a mão esquerda pra cima e pra baixo. com certeza aquilo significa algo especial, relacionado a um elefante bebê que perdeu os pais na áfrica devido à caça por marfim. ela também pode segurar a mão direita abaixo do pulso e da mão esquerda, com o dedo indicador sob a mão esquerda, enquanto acena com a mesma. há um outro jeito de gesticular que é levantando sua mão para cima, em sinal de adoração, como se erguesse uma bolinha de pingue pongue aos céus. a mesma mão pode virar para baixo, como se estivesse fazendo um símbolo de cachoeira. talvez ela esteja pedindo para tomar banho. ou para se refrescar em águas de lindoia. por último tem o sinal com a mão inclinada 90 graus para dentro, também conhecido como tchau de ladinho. acho que aí significa mesmo que ela esteja dando um tchau torto. ou talvez ela queira revelar o grande segredo de como surgiu a humanidade mas nós, adultos, não temos capacidade intelectual suficiente para discernir tamanho mistério.

e eu tô vendo essas fotos aqui em baixo e morrendo de pensar que essas três criaturas saíram de mim. GENTE! EU TENHO TRÊS FILHOS!!! é amor demais! faz parte de mim <3

cultodobebe

no culto do bebê, domingo passado na igreja.

formatura

semana passada, depois da apresentação de natal da escola do benjoca.

starwars

diener troopers em ação pra festa à fantasia do amigo do hilan.

starwars2

yoda, rey e kylo ren. a fofura dispensa mais legendas.

Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , desenvolvimento do bb, guadalupe, marcos importantes, mês 9-12

assine nosso feed ou receba por email


2 Comments »

  1. Ah, adoro este post! Como eu tinha dito antes, o Mathias aqui tem um mês a mais que Lupita então consigo fazer uns pararelos legais. Me ajuda bastante a entender esses bebês, também foi assim na época que você fazia estes posts da Sansa, a Mona tem só 2 dias de diferença pra ela! Mas olha, só lindeza, né? Eu amo bebês tanto <3 Adoro ver eles crescendo. Esses post são umas preciosidades!

    Comentário by Thiciana — dezembro 8, 2016 @ 2:40 pm

  2. Lupe <3

    Comentário by Tamii — dezembro 9, 2016 @ 8:32 pm

RSS feed for comments on this post.

Leave a comment