11 de março

acabou a fralda!

por luíza diener

url

eu: prinz, acabou a fralda da sansa. não tem mais nenhumazinha sequer, as de pano estão lavando e eu preciso de fralda pra ela dormir. tem como passar na farmácia quando sair do trabalho?

ele: ih, prinz, to enrolado aqui. só vou sair mais tarde.
eu: então deixa, eu vou com os meninos na chuva na farmácia da rua.
ele: eita! tem um problema! seu cartão ficou comigo!
eu: ou seja, fralda só tarde da noite?
ele: é 🙁
eu: ai ai.. vou lá na vizinha e ver se ela tem alguma da neta dela sobrando. :*

com frequência situações semelhantes a essa acontecem aqui em casa. mas é claro que só acontece na minha casa e na de mais ninguém, né?
afinal, quem é que consegue esquecer de comprar fralda, pomada, lencinho ou qualquer coisa dessas… opa.. pera aí.. tem mensagem chegando.. mais uma? mais outra?

lalá: “oi, lu, tamo junta! direto eu esqueço de comprar fralda e sempre peço pro meu marido comprar na volta do trabalho”
iaiá: “ih, menina, nem fale! uma vez eu esqueci de comprar mais fralda do filhote e ele fez aquela lambreca. aí fui com ele no mercado só de body, sem nada por baixo e, chegando lá, ele me sujou todinhaaa! ai, que situação!”
jajá: “e quando acabou o lencinho e eu só lembrei na hora do sufoco? não tinha algodão nem nada. o jeito foi lavar na pia, como nos velhos tempos.”

é, a gente passa cada sufoco com os filhos… é tanta coisinha, tanto detalhe pra lembrar, prever, organizar, que volta e meia algum passa batido e isso é normal.
a cegonha express é um serviço de entrega criado por dois pais. fico imaginando eles conversando entre si, reclamando da fila do mercado, da mensagem de última hora da esposa, trocando mensagem com a mulher perguntando qual é o tamanho e a marca da fralda, do lencinho e depois de tudo chegar em casa pra descobrir que comprou errado.
de repente, plim! a ideia:

– vamos criar um serviço com kits já prontos que chegam em casa periodicamente e que já é automaticamente descontado do cartão de crédito – diz um.
– genial! a gente evita esse tipo de imprevisto e ainda ganha tempo com a família! – conclui o outro.

mentira, nem sei se foi assim que aconteceu, mas com certeza imagino a cegonha express salvando pais e mães de situações semelhantes à minha, à da lalá, do jajá ou mesmo da sua.

fafá: “e como eu faço pra ter essa facilidade em casa, luíza?”
eu: é simples, fafá! primeiro você escolhe o kit que mais se adequa ao seu perfil, depois se cadastra, confirma os dados do seu cartão e pode fazer tanto a assinatura mensal quanto uma compra única. é só cancelar na área do cliente quando quiser, além de dar pra fazer o upgrade de tamanho de fralda ou de tipo de kit a qualquer momento.

além de kit fralda para casa (com lencinho, fralda e pomada), também dá pra encomendar kit fralda pra deixar na creche, kit banho de diversos tipos (com shampoo, sabonete, etc), e outros, como o kit pra mamãe que está gestante e aquela que está para ter seu bebê. um presente bacana para chá de bebê ou para aquela amiga que acabou de descobrir a gravidez.

para conhecer mais e assinar, acesse:

www.cegonhaexpress.com

conheça também o facebook e o twitter da cegonha express.

selo matrioska

Related Posts with Thumbnails

categorias: fraldas e trocas, por definir, publicidade, quer uma dica?

assine nosso feed ou receba por email


18 Comments »

  1. Odeio publicidade em posts. Perde toda a graça ler um blog que não é espontaneo….

    Comentário by Luna — março 12, 2015 @ 9:05 am

  2. Olá luna, entendemos sua frustração, mas queria te explicar algumas coisas.
    por exemplo: será que o seu blog precisa mesmo ter publicidade?
    precisar não precisa.
    mas é que eu sou mãe em tempo integral, minha gente. sento pra escrever nas horas vagas, entre uma soneca e outra dele (e na maioria das vezes em momentos que eu é que deveria estar dormindo).
    quando aparece alguma proposta legal e que eu acho que tem a ver com o blog, não vejo por que não topar. e são desses pequenos trabalhos que eu tiro alguma graninha.

    agora, já pensou se não aparecessem esses extras? como eu iria me virar?
    marido tá longe de ganhar um super salário. basicamente vivemos na pontinha do lápis.
    o jeito, então, seria voltar pra labuta. passar o dia inteiro trabalhando de manhã até tarde. o que eu faria com o tempinho que me sobra? ficaria com o filhote e com o maridón, claro.
    e o blog? iria pras cucuias, meu povo, porque ficaria entre os últimos itens na lista de prioridades.
    sacou?

    eu vendo meu espaço, não a minha opinião.
    não é porque você viu a matrioska no fim do post que tudo que foi dito é pura e simples propaganda.
    eu apenas torno pública uma opinião que eu tenho sobre um serviço ou produto.
    meus textos não são editados pelas empresas que me contratam. o máximo que acontece é revisão ortográfica básica.
    se a empresa não gostar do que eu disse, paciência. a gente cancela tudo, ué.

    Espero que entenda

    Comentário by Luiza Diener — março 12, 2015 @ 9:19 am

  3. Luiza, não sei porque v perde seu tempo pra responder a esse pessoal que só se manifesta pra reclamar. Aposto que essa amarga aí de cima nunca te apoiou nos posts "espontâneos" nos quais vc relatou alguma angústia ou adversidade.
    Adoro seu blog. Continue compartilhando sua maternidade conosco.

    Comentário by Raquel — março 16, 2015 @ 12:21 pm

  4. Adorei a idéia Lu, assim que aparecer um cartão de crédito em minha vida serei adepta!

    Comentário by Mariana — março 12, 2015 @ 3:23 pm

  5. Eu entendo demais Luiza!!! Mas confesso que também senti isso q a Luna falou… mas acho q é alhuma coisa do consciente coletivo… como a nossa sociedade nos fez achar que vender nosso tempo e nossos talentos pode ser errado, principalmente se não for nas formas tradicionais! Por isso, continuo te lendo e te admirando e amei essa sua resposta, assim como amo seu blog! Tudo de maravilhoso para você e sua família inspiradora!!!

    Comentário by Cecília — março 12, 2015 @ 9:12 pm

  6. O blog precisa de publicidade.

    Só acho ruim qd ele vem nesse formato. A gente começa a ler um post giga e daqui a pouco “foooomm”, pegadinha do malandro!

    Comentário by Letícia Olimpio — março 13, 2015 @ 10:12 am

  7. Oi leticia!
    qual formato? qual seria o formato ideal pra você?

    abs

    Comentário by Hilan Diener — março 13, 2015 @ 10:26 am

  8. Acho legal como a Marina do 2beauty faz. Ela avisa qdo é publi e aí vc lê se quer. Ela tb recebe coisas pra testar (maquiagens, meninices e afins) e as vezes ela gonga mesmo recebendo das marcas. Vcs podem botar um “post patrocinado”, algo assim, mas no início do post

    Comentário by Letícia Olímpio — março 13, 2015 @ 10:54 am

  9. Oi, querida, obrigada pelo feedback!
    Estamos trabalhando nisso e o aviso de publicidade irá aparecer na foto no início do post.
    Concordo com você, até porque se temos uma política de transparência, ela deve ser levada a sério.
    Entenda que nossa intenção não é enganar ninguém, foi só falta de organização da nossa parte, mas estamos trabalhando nisso também.
    Obrigada pela ajuda de todas e desculpe se faz vocês se sentirem mal de alguma forma, já que a intenção do blog é trazer leveza à maternidade.

    Beijão! :)*

    Comentário by luíza diener — março 13, 2015 @ 12:05 pm

  10. Eu consumo o potencialgestante pq acho o conteúdo mto bacana, Lu.

    São ajustes pequenos q com a ajuda dos leitores vcs conseguem mudar.

    E tomara q apareça mta publi pra vcs.

    Beijos!

    Comentário by Letícia Olímpio — março 13, 2015 @ 12:19 pm

  11. Eu particularmente adoro os publieditoriais. Como mãe de primeira viagem pesquiso muito nos blogs a opinião de outras mamães pra acertar na hora de fazer uma compra. Nem todos os produtos são bons, e há uma variedade tão grande por aí, que nada melhor do que a opinião de alguém que já usou e aprovou. Amo seu blog Luíza, e aprendo a ser uma mãe melhor com suas experiências. Obrigada por tanto amor e dedicação, e parabéns! Um big beijo.

    Comentário by Julie Santos — março 13, 2015 @ 11:56 pm

  12. Não estamos morando no Brasil e usamos um serviço parecido que é oferecido pela amazon aqui. E mesmo assim ainda passamos por um ou dois sufocos, quando o bebê mudou de tamanho de fralda mais rápido do que mudamos o nosso pedido. Juro que não quero nem imaginar nossas vidas sem algo parecido!

    Comentário by Fabrizia — março 14, 2015 @ 7:11 pm

  13. Adoro o blog! E concordo plenamente com a Letícia! Sempre me empolgo pra ler um post novo e confesso q qnd percebo q é publi, dá uma desanimada. Entendo q o blog precisa disso!
    Um bj pra família

    Comentário by clarissa — março 16, 2015 @ 9:31 pm

  14. Eu adorei o a publicidade! Ele só não tem a MamyPoko que eu uso no meu baby, ajuda mesmo na correria do dia dia. Ahhh para as leitoras que não gostam de publicidade só um aviso: Amigas nem relógio trabalha de graça pq a Lu trabalharia????

    Comentário by Mariane Brandão — março 16, 2015 @ 10:23 pm

  15. Acompanho o blog há anos e nunca me senti enganada, o selo Matrisoca sempre está presente quando se trata publicidade, e não vejo razão para o post de publicidade não ser escrito de forma leve e informal! 🙂
    Aliás, um post assim me agride menos do que aqueles pop-ups malditos perseguindo durante a navegação.
    Família Potencial Gestante, abraço!

    Comentário by Imira — março 17, 2015 @ 2:18 pm

  16. Eu conheço o blog desde o começo. Acredito que as opiniões aqui emitidas pela Luisa e pelo Hilan são sinceras e bem comprometidas com o sentimento de nós pais, que vivemos tantos dilemas, tantas situações inusitadas. Acredito que os posts com publicidade reflitam a mesma coisa, que eles acreditam naquilo que falam e isso não me desmotiva em nada. Acho que pela forma que o mundo está hoje, tanta gente se vendendo por pouca coisa, trocando de opinião como quem troca de roupa, sem ter um identidade, que quando vemos publicidades nossa mente pode nos levar a pensar dessa forma, é aquele post é apenas mais um. Fico feliz pelo blog de vocês, desejo cada vez mais sucesso e que muitas publicidades apareçam pra vocês terem uma grana a mais (afinal, dinheiro é preciso também) e o melhor, mantendo a identidade do blog como sempre. Abraço pra vocês, beijos nas crianças lindas. curto muito vocês

    Comentário by Mariana — março 19, 2015 @ 1:48 pm

  17. Estou lendo o blog pela primeira vez. É ruim quando é publicidade, pois ninguém tem, diríamos, paciência pra ler um post que não seja do interesse né. Porém, já parou pra pensar um minutinho só que algumas informçaões são úteis. Moro em uma cidade pequena, a farmácia é ali na esquina, mais fico me imaginando morando numa cidade grande a km de distância da fármacia e tendo 3 filhos, maridão trabalhando fora, e aí?. Nossa, seria muito útil ter um serviço desse, mais talvez se eu não tivesse aberto o post, nunca saberia que essa idéia existe, e pode ser compartilhada por cidades a fora. Amei o blog. Abraços.

    Comentário by Aline Emboaba — março 20, 2015 @ 4:12 pm

  18. Qdo li, jurei que vc ia falar do desfralde da Sansa, mas acho que está um pouco cedo, né? Abs!

    Comentário by Fernanda — março 22, 2015 @ 2:44 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*