anônimos famosos

um post sobre vergonha alheia

no prédio onde faço acupuntura tem um desses laboratórios de exame (sangue, urina, etc) e toda vez que passo na frente vejo uma figura que carimba minha mente.

trata-se de um homem que fica dentro do laboratório, vestindo camisa social, gravata, calça e sapato (tudo em uma tonalidade meio burro-quando-foge) que fica tocando violão para os pacientes que aguardam para serem atendidos.
toda vez que o vejo, me coloco no lugar dele e fico morrendo de vergonha.
não pelo fato de tocar em público, mas por ser uma situação totalmente constrangedora.

não sei quem foi que disse que aquilo seria legal. também não faço ideia de quanto ele recebe por esse serviço, mas algo me diz que não é muito.

só sei que me dá um aperto no coração e uma vontade de cavar um buraco e enfiar a cabeça lá dentro.

e eu que sempre passo por lá depois de ficar meia hora espetada com 10 agulhas espalhadas pelo corpo já cheguei à seguinte conclusão: nunca pisarei os pés naquele laboratório.
acho que vou ter uma crise de choro.

Related Posts with Thumbnails

7 comments

  1. Vergonha alheia; sou mestre neste sentimento!

    Esta bola so shopping eu acho que sei qual é. Uma vez vi uma, na Virada Esportiva, mas não tive coragem de entrar, porque tenho asma e achei que podia passar mal lá dentro (a daqui girava e a gente ficava de cabeça para baixo).

    Mas a do Espaço Catavento é uma de sabão que vc mesma faz e logo ela estoura sozinha. Vc entra no espaço e vc mesmo faz a bolha. Queria ter uma foto ilustrativa, pois é muito legal!

  2. Adorei teu blog,vou ler ele desde o começo,vc é amiga da Débora ,minha filha ,desculpe se dei uma de metida ,mas gostei muito da maneira que tu escreve e das tuas ideias .bjinhos

  3. Adorei a visita e adorei seu blog! Vou dar uma lida por aqui!
    Adorei a música tb!
    E a vergonha alheia…eu sinto muita e morro de dó desses músicos que tocam pra ninguém ouvir, tipo no meio da praça de alimentação do shopping. Que deprê!! Meu marido acha que pelo menos ele está fazendo o que gosta…rs!
    beijinhos

  4. HAhahahah essas situações são péssimas mesmo, no meu trabalho, por exemplo, quando tem alguma data meio besta o restaurante cisma em botar alguém ou uma dupla cantando, a última foi festa junina.
    Imagine um refeitório giga com os atendentes de chapeuzinho com trancinha, pintinhas e uma dupla cantando chupa que é de uva.
    Muito medo!
    hahahahaha
    Bjss

  5. nunca pisarei os pés lá (nunca diga nunca!)

    hj passei por lá e até pensei que ele tinha ido embora (e até fiquei um pouco desapontada).
    qual a minha surpresa… ele estava sentado em um dos bancos de espera, no fundo do lab, tocando escondido.

    eu no lugar dele colocaria um saco de pão na cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *