babynique

começou timidamente com algumas amigas trocando email: “vamos nos encontrar?” e virou uma concentração com a ilustre presença de 8 mães, 7 pais, 3 crianças e 8 bebês.

lindo e fofo, né?
sim, tinha todo o potencial para ser. fiquei muito contente de encontrar azamigas juntas e seus respectivos maridos. uma cambada de bebês começando a papar e beber suquinhos, algumas – como clara e emília – aprendendo a andar, outros a sentar.
tinha até a bebê vegetariana, emília, com um jantar tão variado de dar inveja até aos carnívoros.
sem contar com as maiores – ciça e alice – que não desgrudaram dos papais um minuto sequer.
além dos bebês quase gêmeos siameses, de tão grudados que foram seus nascimentos: entre 23 de julho e 30 de setembro nasceram clarice, rafael, lara, benjamin e maria teresa numa carreira.

mas ter umas fofuras de idades próximas tem suas vantagens e desvantagens. sorrisos distribuídos a torto e a direito, todos querendo levar à boca tudo que viam na frente (inclusive uns aos outros), um senta-cai incessante, uma babação de deixar tudo lambrecado, benjamin e rafael batendo cabeça e, o principal: o choro coletivo.
coisa espressionante, meu povo! era só um resolver chorar que todos acompanhavam em coro. igual essa história de bater palma, sabe? ninguém dá a primeira, mas depois que um começa, todo mundo acompanha, ovacionando. e eu já tava quase ovacionando o benjamin porque chegou uma hora que começou a dar um desespero. mas antes disso eu tive foi crise de riso.

segundo a tathy, isso não era um piquenique. era um estressenique.
pra acalmar a fúria implacável de tantos bebês ensandecidos?  peitão, galera!

e aí começou a parte linda. de repente um bando de peitas colocadas pra fora, servindo o banquete dos pequenos.
quando lembro da cena, lembro em câmera lenta, num cenário de praia, tocando barry white ao fundo.
se tivesse um desavisado passando por perto, ia achar que era festival de topless.
(parêntese: quando a gente é adolescente, começa a nascer peitinho e fica toda recatada, cheia de dedos e coisas pra cuidar bem dos botõezinhos. aí depois vira mãe e perde todo o pudor. fecha parêntese).

se houvesse um maníaco do parque olhos dágua de brasília, esbaldar-se-ia ali mesmo.
mas sério. como pode alguém achar sensual essas nossas tetas tão repletas de leite?
parafraseando um anônimo, foi a maior concentração de mamilos expostos por metro quadrado dos últimos tempos.

por último chegou minha irmã com a mini tropa aurora+martin, ilustres presenças trazidas de são paulo, pra pegar o último pão de queijo, abrir um toddynho, expor umas frutas com rostinhos (a pera teve seu nariz dilacerado pela bebê vegetariana) e sair correndo pra não pegar a chuva que já estava chegando.

mas antes, deu tempo de repetir a estrela de 3 meses atrás (olha como eles eram pequenos), que se outrora tinha 3 pontas, agora já estava com 5 (quase 6, se lara não tivesse ido embora).

e no fim do estressenique eu fiquei com gostinho de quero mais (espressão breguíssima que eu adoro) e não vejo a hora de repetir a dose.
de antemão já estão convidadas todas as que puderem e quiserem aparecer.

rafael e benjamin enriquecendo a alimentação com grama. uma duplinha que promete
martin era uma das delícias servidas no piquenique
senhor pera e senhora maçã também estavam presentes
aquela formiga ali ó, rafael! vamos comer?
em sentido horário: benji, rafa, tete, cali cali e tintin.
quantos bebês presentes na cena você consegue contar?
Related Posts with Thumbnails

38 comments

  1. Aiiiiiiiiiii eu quero levar meu gordo também….adorei!!! Me avisa do próximo babynique que estaremos lá com o maior prazer (eu e meus Teotônios). Hoje o Téo Neot está fazendo seis meses, nunca imaginei que era tão bom ser mãe!!! Beijos…

  2. aaaaaaaaaaai que legal!!!

    sou nova por aqui Luiza, sempre lendo, comentando a primeira vez….

    Bezinhos nossos,

    Deinha e Murilo(bebe na barriga da mamãe ainda) ♥

  3. Oiee!!
    Sempre passo aqui mas fico tímida em comentar rs
    Hoje eu não aguentei pq já ri muito (aliás, tenho crise de riso com o blog, é bom demais gente! Vcs são uma família linda e animada.)
    Enfim, parabéns pelo espaço!
    A-D-O-R-O!!!

  4. Lú, pergunta: o que estão colocando na água de Brasília??????????????????? preciso passar longe…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    bom tinha visto esta foto master linda dos babies mais lindos do mundo reunidos em uma só foto no face da Tathy e simplesmente morri! Quero todos pra fotografar Mamma MIni!!!!!!! NOWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWW!
    e adorei o babynique…. precisa patentiar porque é incrivel!
    beijos amoreca! seu benji tá uma coisa eim?

  5. Isto é tudo de bom! Aqui em Sorocaba a gente faz estes encontros há quase 1 ano. Começamos em março do ano passado e quinzenalmente rola um piquenique (às vezes na casa de alguém, às vezes em algum parque) e é uma delícia. O grupo já tem umas 15 mães eu acho. Apenas 2 blogueiras, mas isto não faz a menor diferença. O gostoso mesmo é encontrar as amigas e a bebezada e criançada! Temos até um blog para registrar as fotos dos encontros que se chama piquenique baby.
    Beijos

  6. Posso falar???
    Invejinha corroendo aqui é mato!!!
    Tem pouquinhas mamães blogueiras aqui em BH!!! =P
    Quem sabe depois que a Lara entrar na creche eu não conheça algumas mães que topam piqueniques assim!
    =D

    Amei a presença de todo mundo, e o melhor é conhecer a maioria que está ai!
    Deve ser mara!
    Um dia ainda vou pra Brasília só pra encontrar com vocês! Ah, se vou! hehe

    Beijo!

  7. QUE INVEJAAAAAAAAAAAAAAA!!!
    Não tenho filho, mas levaria a sobrinha, irmao, afilhada, prima, enteada…
    Tem um monte de pequenos ao meu redor,
    E eu amo…
    Fotos maravilhosas. Dia epecial, eu vejo!
    Parabens!

  8. Oi, Luiza!
    Não sou blogueira, mas sou fã do seu blog! 🙂
    Nos convide para o próximo para levarmos nossos bebês de Brasília!
    Moro ao lado do olhos d´água! 🙂
    Um beijo e parabéns pelo evento!

  9. Ahahaha amei as fotos!!!
    Qualquer hora eu vou também, posso?
    Sou uma potencial gestante, e fotógrafa 😀
    Meu blog é: http://falandodevoce.wordpress.com
    .
    Sabe, eu também fico pensando em como grávidas são de utilidade pública.
    Os peitos são vistos, todo mundo mete a mão na nossa barriga, e falamos de gases como nunca jamais pensamos antes rs
    Beeiiiiiiiiiiiiijoooooooooooo

  10. Que lindoooo!!!!
    Também é a primeira vez que comento… rs
    Adorei a idéia! as fotos também estão maravilhosas!
    Minha pequena fez 2 meses ontem, se chama Ana e é a primeira brasiliense na família 🙂
    Amei o "vira mãe e perde todo pudor" rs exato! meu baby tem direito!
    beijos

  11. Poxa, que delíciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Quem m dera encontrar uma galera massa assim aqui em Goiânia, pra fazer estresseniques! Dá vontade de chorar de estar aí com vocês! Preciso tanto disso! Putz grila! Por que as pessoas legais moram longe??????????????????????????????????????????????? POR QUÊEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE?!!!?????!!!!!!!!!!!!!????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *