Mostrando somente a categoria psicologia autodidata introspectiva

28 de julho

terceiro filho não nasce criado

por luíza diener

tem um texto que circula há uns bons anos na internet que compara a diferença entre o primeiro, segundo e terceiro filho. diz que o primeiro é de vidro, o segundo é de borracha e o terceiro é de aço. piadinhas à parte (e o texto tem umas sacadas bem engraçadas mesmo), o senso comum costuma propagar o mito de que é mais fácil criar o terceiro filho que o primeiro. então senta, que esse é um daqueles textões, pra quem anda com saudades deles. vamos por partes: eu não sou muito chegada em estereótipos. ouço muita gente falando “ah, caçula é assim mesmo” ou “filho do meio sempre é mais […]

Leia mais

Categorias: erros comuns, erros comuns, para mães, para papais, psicologia autodidata introspectiva Topo
29 de maio

amamentação: um desabafo

por luíza diener

amamentação não é um mar de rosas. os blogs, facebooks e youtubes mais recentes e realistas estão aí pra nos mostrar isso (graças a deus!). o começo da amamentação já é naturalmente difícil: o bebê está se acostumando a você e você, a ele. mas os meses (quiçá anos) seguintes podem ser igualmente desafiadores, só que em outro nível. a primeira coisa que eu preciso dizer é: amamentar cansa pra cacete. em livre demanda (amamentar o bebê conforme a necessidade dele, sem necessariamente se prender a horários), mais ainda. existe um gasto de energia enorme em produzir leite para um serumaninho, assim como estar disponível pode ser igualmente desgastante. segundo, […]

Leia mais

Categorias: amamentação, para mães, psicologia autodidata introspectiva Topo
27 de abril

maternidade solitária

por luíza diener

certa vez, antes de ter filhos, ouvi uma conhecida dizer “eu quero ter filhos porque me sinto muito sozinha. um filho é uma companhia pra vida toda”. o tempo passou e isso nunca saiu da minha cabeça. nunca consegui concordar com o que ela disse. esclareço: meus filhos são – sim – meus companheirinhos, mas são meus companheirinhos crianças. estão sempre comigo (muitas vezes amontoados em cima de mim – tipo enquanto eu escrevo este post – sem dar sossego) e passamos bons bocados juntos também. é muito amor, é muita delícia. mas preciso confessar: eu nunca me senti tão sozinha em toda a minha vida. não tenho embasamento nenhum para discorrer sobre […]

Leia mais

Categorias: antropologia de esquina, psicologia autodidata introspectiva Topo
19 de abril

como lidar com pitacos e opiniões alheias

por hilan diener

se tem uma coisa que irrita a maioria das mães, pais e gestantes, é o excesso de intromissão de pessoas que muitas vezes se acham no direito de palpitar ou comentar na criação alheia. não tem jeito: isso vai sempre acontecer! mas existe algo que podemos fazer para tornar essa convivência um pouquinho mais pacífica. ou não. assista o vídeo até o final e descubra como (clique pra abrir no youtube, porque essa porcaria de refresh atualiza no meio do vídeo): [ATIVE AS LEGENDAS PARA ASSISTIR SEM SOM] então comente, curta, compartilhe e não se esqueça de inscrever-se em nosso canal no youtube para não perder nenhum vídeo. conheça também: […]

Leia mais

Categorias: erros comuns, para mães, para papais, psicologia autodidata introspectiva, um pouco de humor, vídeos Topo
10 de abril

potencial gestante vai mudar de nome?

por luíza diener

relendo o primeiro post do blog, disparou o gatilho: o que eu tinha na cabeça quando criei este blog? quais eram minhas expectativas e ilusões em relação à gravidez e maternidade? assim surgiu este vídeo, com uma desconstrução desse tal potencial gestante que na minha antiga cabecinha todas as mulheres carregavam, junto com um pedido de desculpas. com este vídeo, iniciamos uma nova fase videozística no blog. esperamos que gostem! então comente, curta, compartilhe e não se esqueça de inscrever-se em nosso canal no youtube para não perder nenhum vídeo. clique AQUI e se inscreva no nosso canal! 🙂

Leia mais

Categorias: empoderamento, erros comuns, para mães, psicologia autodidata introspectiva, vídeos Topo
06 de abril

aquele paizão da p*%#@

por hilan diener

quando você se achar um paizão da p@#a ou um homão desconstruidão, PARE! pense melhor e baixe a bolinha porque ainda estamos longe. outro dia li um texto no @quartinhodadani que era mais ou menos assim: PROCURA-SE pai que: em rodinhas de amigos fale sobre a melhor fralda/ fique apreensivo com a introdução alimentar/ que sabe qual roupa ainda cabe na cria e qual roupa não cabe mais/ que se preocupa, com meses de antecedência, com a festinha de aniversário /que levante, depois de estar deitado, pra checar se tem uniforme limpo pra amanhã… e continua com mais uma dezena de situações. QUE LAPADA! estou muito longe de ser esse […]

Leia mais

Categorias: empoderamento, erros comuns, para papais, psicologia autodidata introspectiva Topo
17 de março

o tanto de coisas que guardamos sem precisar

por luíza diener

esta semana decidi fazer um limpa nas minhas roupas. nada exorbitante, nada de deixar as gavetas lindas, arrumadas, com as roupas separadas por cores e tipos, dobradas minunciosamente ou penduradas em cabides carérrimos. apenas decidi administrar minhas roupas de uma forma mais… digamos… inteligente. sabe quando você vai sair, abre o guarda-roupa e diz “eu não tenho nada pra vestir!” e tá lá seu armário e gavetas abarrotados? alguém que vê de fora de pronto responde “como não? e esse tanto de coisa?” e a resposta muitas vezes é “mas essa roupa não me cabe” ou “eu não gosto muito dessa roupa” ou mesmo”eu até gosto, mas não combina comigo” ou ainda […]

Leia mais

Categorias: desperate housewife, erros comuns, filosofia de boteco, mães extraterrestres, psicologia autodidata introspectiva, quer uma dica? Topo
31 de janeiro

por uma maternidade mais leve

por luíza diener

um desavisado que lê meus textos e vídeos mais de boa pode pensar que eu sou a pessoa mais relax que existe. que sou assim, sempre paciente, tranquila, riponga. quero te situar e dizer que não. o estilo de vida que eu levo – que nós levamos – é uma escolha. uma decisão diária. um processo constante de autoconhecimento e revisão de prioridades nessa vida boa que deus nos concedeu. não gosto de determinismos ou, do que minha mãe chamaria de síndrome de gabriela: “eu nasci assim, eu cresci assim e sou mesmo assim, vou ser sempre assim”. a gente nasce de um jeito, cresce, amadurece, aprende, apanha, se reinventa. eu poderia me […]

Leia mais

Categorias: mães extraterrestres, psicologia autodidata introspectiva Topo
04 de janeiro

eu perdi a formatura do meu filho

por luíza diener

mês passado foi a despedida do benjamin do jardim de infância. eu mal consigo acreditar que aquele bebê bolucha e careca de olhos esbugalhados que eu pari ontem se tornou esse menino falante, magrelo, esperto, cheio de sacadas hilárias (além de lindo, claro). e vai pro primeiro ano mês que vem. é só isso. não tem mais jeito. acabou. boa sorte. então foi a formatura dele. nada demais, teoricamente, mas um rito de passagem importante, que eu fiz questão que ele participasse. mas a cerimônia estava atrasada, um pouco desorganizada e, por causa do atraso e das apresentações intermináveis e sem pé nem cabeça (tinha uma turma de crianças cantando molejo: […]

Leia mais

Categorias: benjamin, erros comuns, erros comuns, mães extraterrestres, psicologia autodidata introspectiva Topo
21 de julho

puerpério

por luíza diener

puerpério, esse momento estranho da nossa vida. tão arrebatador, tão cheio de amor, de plenitude, de.. caos. de repente chegou um bebê novo não apenas na sua casa, mas na sua vida. tudo vai mudar. vai mudar muito. não apenas suas noites de sono, mas seus horários, sua rotina, suas saídas (que saídas?), seu relacionamento com as pessoas, com seu marido, seus hormônios, sua maneira de encarar as coisas. não digo que vai mudar pra pior, apenas que vai mudar. o puerpério acontece naqueles meses após o nascimento do bebê em que parece que te mandaram pra um país muito distante, com passagem só de ida. de repente você está lá, […]

Related Posts with Thumbnails Leia mais

Categorias: guadalupe, mês 0-3, para mães, psicologia autodidata introspectiva, questões Topo