08 de março

colar de âmbar: perguntas frequentes e minha experiência

por hilan diener

comecei a testar o colar de âmbar há mais de três anos, quando constança tinha por volta de 6 meses. desde então eu sempre recebo perguntas das leitoras curiosas pra saber se o colar de âmbar funciona mesmo, o que é o âmbar, como ter certeza de que o âmbar é verdadeiro, dentre outras perguntas.

por isso, com o incentivo da BB + Lindo do Mundo (loja virtual que vende colar de âmbar e outras coisas incríveis para bebês e suas mães – e pais), depois de tantos anos estou tirando este post do rascunho para compartilhar com vocês tudo que sei sobre colar de âmbar.

quero começar com a minha experiência pessoal, pra depois esclarecer as dúvidas:

benjamin não usou colar de âmbar. sofreu com o nascimento de praticamente todos os dentes.

constança começou a usar colar de âmbar perto dos 6 meses, depois que os primeiros dentinhos nasceram. esses foram os mais incômodos. depois disso, nunca sofreu muito com o nascimento dos dentes e praticamente nunca adoece. em algum momento benjamin quebrou o fecho do colar de sansa e ela passou uma época sem. coincidência ou não, ela sofreu mais com o nascimento dos dentinhos e também ficou resfriada pela primeira vez.

guadalupe foi a mais impressionante. ela ganhou um colar quando eu ainda estava grávida (fica a dica de um presente maravilhoso, caso a mãe/pai da criança curta. sonde primeiro antes de comprar). então, perto de uns 5 meses, vendo que ela estava incomodada e com a gengiva um pouco vermelhinha, coloquei o colar nela. gente, eu juro: os dentinhos nasceram com 6 meses e eu nem vi! quando me toquei já havia duas serrinhas ali, brotando! foi aí que virei devota do santo colar de âmbar do báltico! os próximos 4 dentes nasceram também com pouquíssimo incômodo. que venham os próximos!

não há evidências científicas que comprovem a eficácia do âmbar, mas as experiências de milhares de mães e pais e a tradição do uso do âmbar especialmente na europa (e recentemente no brasil) mostra que, SIM! ele tem sido muito eficiente no combate a incômodos decorrentes do nascimento de dentes, alergias e outras doenças de fundo infeccioso.

mas, afinal, o que é o âmbar?

o âmbar é uma resina fóssil. essas resinas, produzidas pelos vegetais, agem como proteção contra bactérias e contra o ataque de insetos. com o passar de muito tempo, essa resina (já fossilizada), se endureceu e tornou-se resistente ao tempo e à água.

por causa disso, o âmbar contém ácido succínico, que apresenta propriedades antiinflamatórias e que também fortalecem o sistema imunológico e nervoso.

o âmbar báltico é a resina produzida a partir das árvores na região ao redor do mar báltico. é o âmbar produzido nessa região que possui suas propriedades mais concentradas e eficazes.

em contato com a pele, o âmbar se aquece e libera óleos essenciais que vão para a corrente sanguínea. é ideal que use-se o âmbar a maior parte do tempo possível, para assegurar-se de sempre receber as propriedades terapêuticas do âmbar.

 

pra que serve o âmbar?

em crianças e bebês, o âmbar é conhecido por:

  • reduzir inflamações (especialmente na região da gengiva);
  • atuar como um analgésico natural, reduzindo ou eliminando dores associadas ao nascimento dos dentes, dores de cabeça e rigidez muscular;
  • estimular o sistema imunológico;
  • acelerar o processo de cura natural;
  • acalmar o bebê;
  • diminuir incômodos decorrentes de inflamações de ouvido, garganta e dores de estômago;
  • auxiliar no tratamento de resfriados e febres.

em adultos:

  • fortalece o sistema imunológico
  • trata o estômago, garganta, rins, fígado, bexiga, baço e vesícula biliar;
  • ajuda o corpo a equilibrar-se, trazendo a cura de forma natural;
  • atua como antibiótico natural;
  • auxilia no tratamento de tendinites e problemas de articulação como artrite e reumatismo;
  • reduz estresse e ansiedade.

 

o colar de âmbar é tipo um mordedor?

não. ele não é um mordedor. como mencionado mais acima, o âmbar libera propriedades terapêuticas em contato com a pele e é isso que ajuda a diminuir o desconforto do nascimento dos dentes, não o contato direto com a boca e gengiva.

aliás, é recomendado que não deixe o bebê colocá-lo na boca, a fim de que não se partam as contas de âmbar.

qual é o jeito certo de usar o âmbar?

o certo é deixar sempre em contato com a pele.

é engraçado que todo mundo que não conhece acha que é apenas um colar bonitinho e com frequência dizem “ui! que vaidosa! de colarzinho!” e, ao verem minhas meninas com o colar pra dentro da blusa/body, já tratam de colocá-lo pra fora, pra aparecer, como se fosse apenas um acessório de beleza.

minha mãe mesmo faz isso toda santa vez. por mais que eu insista em explicar, ela insiste em botar o colar pra fora da roupa. daí eu deixo, né? porque a última coisa que eu quero é comprar uma briga boba por causa disso.

 

com que idade o bebê pode começar a usar o âmbar?

isso depende especialmente do tamanho do colar (e do bebê).
os colares para bebês possuem uns 33 cm de comprimento em média e – dependendo do tamanho do bebê – a partir dos 3 ou 4 meses, já pode-se começar a usar o colar de âmbar. o mesmo serve para a pulseira, de acordo com o tamanho do bracinho ou tornozelo.

o ideal é medir o tamanho do pescoço, pulso ou tornozelo seu bebê e certificar-se se é compatível com o tamanho da peça a ser comprada.

 

pode usar o colar de âmbar tempo inteiro? não corre o risco de machucar o bebê?

o colar de âmbar pode ser usado a maior parte do tempo, mas tem que tirar para dormir, sim! mas não se apavore! ao tirar o colar, dá pra enrolar ele no tornozelo do bebê umas duas voltas e cobrir o pezinho do bebê com uma meia, pra garantir que o âmbar continue em contato com a pele. quanto mais tempo em contato, melhor.
não, eu não tiro porque eu sou muito <del>relapsa</del> esquecida e acabo lembrando de tirar somente depois que ela já dormiu. e eu não mexo no sono dela por nada! então, faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. se, assim como eu, você acha que vai esquecer de tirar, é melhor comprar logo uma pulseira/tornozeleira.

também é bom tirar em banhos de mar e piscina, por causa do sal e do cloro que podem acabar desgastando e enfraquecendo a cordinha que segura as contas de âmbar (errr… já falei que eu não tiro?).

o âmbar pode causar irritações ou alergias?

nunca vi nenhum bebê apresentando qualquer tipo de reação ao âmbar, justamente por ele ser antiinflamatório. bebês mais gordinhos costumam ficar assados debaixo da papada sem usar de colar nenhum. se você notou que seu bebê está com o colar e com o pescoço irritado, tire o colar, lave e, quando o colar estiver bem limpo e sequinho, experimente usá-lo no tornozelo e observe se há alguma alergia no tornozelo também (eu explico como lavar melhor o colar no final do post).

a irritação no pescoço pode se dar por outros motivos como calor, suor, leitinho que escorre quando eles golfam ou até mesmo o sabão que se usa ao lavar a roupa do bebê.

não corre o risco do colar arrebentar ou o bebê engolir as bolinhas de âmbar?

tanto o colar quanto a pulseira e tornozeleira são feitos com corda de algodão, que é bastante resistente. mas, ainda assim, as contas de âmbar são amarradas uma a uma. ou seja, se acontecer de arrebentar o colar ou a conta se partir, apenas uma ou duas contas cairão e todas as outras ficarão ali, no lugar.

caso acidentalmente o bebê coloque a conta na boca, não se preocupe porque as continhas são pequenas. dessa maneira, o bebê não corre o risco de se asfixiar com elas.

 

o âmbar serve somente para bebês ou crianças também pode usar?

bebês, crianças e até adultos podem se beneficiar com o uso do âmbar. as propriedades são as mesmas para todos.

na loja BB + Lindo do Mundo existem opções tanto para bebês, quanto para crianças e adultos. eu morri com os brincos de âmbar (quero todos!), mas lá você também acha colares, tornozeleiras e pulseiras.

 

seus bebês estranharam o colar de âmbar?

como sansa e lupita usam desde pequenininhas, já estão completamente acostumadas.

no caso de bebês maiores, é comum que eles queiram pegar, botar na boca e tal. coloque o colar ou pulseira no bebê e supervisione a sua reação. qualquer coisa, retire por um tempo e tente recolocar em outro momento. logo logo eles se acostumam.

fato curioso: sansa usou o colar por praticamente 3 anos e, nesse período, não deixava a gente tirá-lo por nada. era como se o colar fosse parte dela. ultimamente, quem tem usado é lupita, mas volta e meia sansa pede pra colocar o colar de volta. é tipo um objeto de estimação <3.

 

a cor do âmbar influencia na sua eficiência?

não! a diferença na coloração e formato das peças é puramente estética e varia de gosto pra gosto. se estiver em dúvida sobre qual colar ou pulseira de ambar escolher, é só clicar aqui.

 

preciso dar algum tipo de manutenção pro colar ou pulseira de âmbar?

se você for dessas que deixa o bebê/criança o tempo inteiro com seu colarzinho ou pulseira de âmbar, pode ser que ele fique com uma catinguinha brava. acontece de vez em quando por aqui.

o ideal é que, vez ou outra, você tire pra lavar com água e sabão neutro (eu uso sabonete líquido para bebês). deixe secar em local fresco e arejado. e só coloque no bebê quando o cordão de algodão já estiver seco (aproveite pra lavar enquanto o bebê dorme ;).

caso o fecho quebre, você pode solicitar um kit contendo uma nova corda de algodão e fecho de âmbar aqui.

 

como garantir que estou comprando um autêntico âmbar do mar báltico?

é comum que esse seja um medo de quem pretende adquirir uma peça de âmbar. afinal, não dá pra comprar gato por lebre, até porque o âmbar é um verdadeiro investimento.

por isso, compre produtos que tenham certificado de autenticidade.

na BB + Lindo do Mundo todas as joias vêm com um exclusivo certificado laboratorial de autenticidade (clique para ver o laudo), garantindo que você está comprando o autêntico âmbar do mar báltico.

onde encontro colar, pulseira ou tornozeleira de âmbar para vender?

na loja virtual BB + Lindo do Mundo há uma variedade enorme de colares, pulseiras e tornozeleiras de âmbar báltico para bebês, crianças e até adultos (além dos brincos para adultos. ah, os brincos! <3 ).

 

quanto custa?

a loja BB + Lindo do Mundo está em promoção e lá você encontra pulseiras de âmbar a partir de R$ 61,75 (pagamento via depósito) e colares de âmbar a partir de R$ 94,05 (pagamento via depósito).

há esse desconto de 5% mediante depósito bancário ou então a opção de parcelar suas compras em até 3x sem juros. e o frete está gratuito para as regiões sul e sudeste nas compras a partir de R$ 299,00.

e olha que lindos ficamos todos com nossos âmbares BB + Lindo do Mundo!

constança usa pulseira ou tornozeleira de âmbar para bebê olive multicor polido

benjamin usa colar de âmbar para criança barroco green polido

luíza usa brinco de prata e âmbar green polido

guadalupe usa colar de âmbar para bebê barroco limão e quartzo rosa

hilan usa pulseira de âmbar para adulto arredondado cherry polido

selo matrioska

Related Posts with Thumbnails

categorias: mães extraterrestres, potencial ecológico, publicidade

assine nosso feed ou receba por email


8 Comments »

  1. oi Luiza, e a continuação da história do corte na testa da Sansa?

    Comentário by bruna — março 8, 2017 @ 4:32 pm

  2. ainda não escrevi. ahahahha

    Comentário by luíza diener — março 10, 2017 @ 3:03 pm

  3. Oi Luiza!

    Sabe se grávida pode usar também? 🙂

    Obrigada!

    Comentário by Ariane — março 9, 2017 @ 8:32 am

  4. pode sim, sem problemas!

    Comentário by luíza diener — março 10, 2017 @ 3:02 pm

  5. Oi! E a continuação da história dos pontos na testa?….

    Comentário by Vanessa — março 9, 2017 @ 11:39 am

  6. Obg, Lu. Post muitíssimo elucidativo. Prometo que não vou mais colocar o colar das meninas para fora da roupa kkkkk. Bjs da Mamy

    Comentário by Daisy — março 9, 2017 @ 9:56 pm

  7. Finalmenteee! Tava só esperando um post seu sobre isso para poder comprar o do meu Ben. E ainda bem que vc indicou uma loja, assim não fico perdida hahaha.

    Comentário by Isabella — março 10, 2017 @ 8:04 am

  8. E cupom de desconto pros leitores do blog, tem? 😜

    Comentário by Tatiana — março 19, 2017 @ 12:57 pm

RSS feed for comments on this post.

Leave a comment