14 de novembro

como reconhecer que uma pessoa tem filhos

por hilan diener

  • você liga para ela no final de semana, mas não consegue ouvi-la porque ela está numa festa infantil super barulhenta.
  • você conhece primeiro a bunda ao invés do rosto, porque ela está sempre agachada atrás de uma criança;
  • de repente ela tem uma bolsa gigante, estampada e descombinada do resto (do mundo) da roupa. e parece que o melhor lugar em que a bolsa pode estar é esbarrando em alguma coisa;
  • 22h é muito, muito tarde pra estar na rua;
  • não importa a temática central da conversa. em algum momento – sempre – o assunto “cocô” há de surgir. e talvez não mudar mais;
  • ela não tem aquele encanto por crianças que alguém sem filho (e que sonha em tê-los) possui;
  • chama a marca chicco de “quico”;
  • ela sabe o que significa BPA FREE;
  • ela nunca está completamente limpa. pode procurar bem que com certeza você vai achar uma golfada na blusa, uma mijada na calça ou um pedaço de comida no cabelo;
  • por mais pontual que seja (ou tente ser), ela nunca chega na hora nos compromissos;
  • a foto do perfil no facebook nunca tem somente ela. sempre haverá uma criança/bebê em algum canto (ou na foto inteira);
  • em algum momento você a verá bocejar;
  • restaurantes com trocador, cadeirão, giz de cera e afins costumam ser topo de lista na hora de sair;
  • sua casa ou carro sempre terá um brinquedo pra denunciar que uma criança passa sempre por ali;
  • objetos de decoração finos, caros, quebráveis? o que é isso?
  • do nada você a pega cantarolando uma música infantil;
  • ela canta “parabéns a você” sem ser aniversário de ninguém.

ficou faltando alguma coisa? comente! 

ps: texto escrito a quatro mãos 

Related Posts with Thumbnails

categorias: mães extraterrestres, pai feito, para mães, para papais, um pouco de humor

assine nosso feed ou receba por email


30 Comments »

  1. Não sei se é para rir ou para chorar … kkkkkkkk Mas eu adicionaria … Ela tem sempre um fiozinho de hipoglós no dedo indicador, mesmo q esteja ocultado por belas unhas feitas! Ela tem muitos pares de sandálias e sapatos rasteirinha ou de saltinhos confortáveis (aquele salto no. 10 fica para uma ocasião muito, mas muito especial mesmo!). E, ainda, ela se conecta a vários blogs que tenham dicas sobre como lidar com essa correria da vida de mãe! (pode futucar no fb dela q vc vai achar!) ahahahahahahaha Beijos.

    Comentário by Vivian Vivi — novembro 14, 2011 @ 9:11 am

  2. Hahahahaha, tá muito bom esse texto.
    E essa de chamar Chicco de Quico é demais, nunca tinha pensado nisso (afinal, pra mim é Quico e pronto kkkkk)
    Adorei.
    Beijos
    (a dos brinquedos na bolsa e no carro tb é clássica. Eu abro minha bolsa e, antes de achar o que eu quero, eu tiro uma chupeta, um paninho, uma calcinha, um brinquedo… Só daí eu acho a carteira).

    Comentário by Roberta Lippi — novembro 14, 2011 @ 9:21 am

  3. Só descordo da maneira "despontual" de ser, pelo menos por aqui é o contrário. Quando marcamos um almoço/churrasco com os amigos e família, os que tem filhos sempre chegam antes ou no horário combinado, e aqueles que não tem filhos ou estão "grávidos" se atrasam. Acho que a maternidade/paternidade obrigou a maioria do pessoal aqui a ser mais pontual pra não ter que aguentar o filho chorando de fome ou sono. =P

    Comentário by @bach_tremere — novembro 14, 2011 @ 9:26 am

  4. Se for pra saber se um homem tem filhos, antes de marcar qualquer compromisso, seja do trabalho ou com os amigos, ele sempre vai perguntar para a mulher se ele pode ir, se ela vai dar conta de cuidar do filho(a) algumas horas a mais e dificilmente ficará depois da hora combinada. Mas acho que isso só vale para casais com filhos bem pequenos.
    Bjão!

    Comentário by @bach_tremere — novembro 14, 2011 @ 9:26 am

  5. Adorei e segundo o Beto, meu marido, acrescente : a comida tá sempre fria e a cerveja sempre quente rs.

    Eu incluo: cabelos quase sempre presos e descabelados.

    Sapatilha ou tênis nos pés. Meus saltos estão abandonados.

    Beijocas

    Nessa e Lucas

    Comentário by Vanessa — novembro 14, 2011 @ 10:04 am

  6. huhuahuahuhuahuahuhuaa… muito bom mesmo! Mas o encantamento com criança alheia eu tenho mesmo depois de 3 filhos viu!? Babo nas criancas dos outros tb! E não, eu não sei o que é BPA FREE. Vou ter ter que pedir ajuda pro google agora pq tô morrendo de curiosidade!

    Comentário by Mari Hart — novembro 14, 2011 @ 11:53 am

  7. "ela nunca está completamente limpa. pode procurar bem que com certeza você vai achar uma golfada na blusa, uma mijada na calça ou um pedaço de comida no cabelo." muito bom!! essa sou eu! hehe

    Comentário by Cris — novembro 14, 2011 @ 12:23 pm

  8. Pergunte sobre as últimas manchetes do noticiário e a mãe de bbs ou crianças ficará boiando. Mas se quiser saber o que aconteceu no último episódio dos Backyardigans ela vai até repetir as falas e cantar as músicas. Aliás, só ela sabe o que é backyardigans…rs!

    Comentário by Flavia Campos — novembro 14, 2011 @ 1:39 pm

  9. Acrescento: olheiras medonhas e sapatos de salto never more…
    http://filhodamaeedopaitbm.blogspot.com/

    Comentário by Patricia — novembro 14, 2011 @ 6:07 pm

  10. Adorei..dai somente a foto no meu perfil do face que não estou com sofia…mas em compensação só tem fotos dela nos meus albuns kkk..Sempre estou cantando cocorico e agachada com Sofia sentada ao chão…adorei

    Comentário by Glauh — novembro 14, 2011 @ 7:59 pm

  11. Adorei, muito verdadeiro! E pra mim o tópico absoluto é o da hora, nunca consigo chegar! Beijos!

    Comentário by nandaetges — novembro 14, 2011 @ 9:27 pm

  12. Na hora de viajar a mãe se lembra de tudo que os filhos irão precisar OU NÃO, mas para ela ou para o marido, sempre esquece de algo….kkk

    Mari Hart, BPA é uma substância [bisfenol A] cancerígena que antes fazia parte dos ítens para produzir objetos de plástico [mamadeira, bico, etc] e que agora É PROIBIDO [free=livre], visando a preservação da saúde infantil. Pórem, o uso não foi generalizado, dai os vasilhames que utilizamos em nossa cozinha continua podendo ser fabricado com o tal.
    Eu fiquei sabendo desta novidade logo antes de ficar grávida pela terceira vez, cheguei até a adquirir algumas mamadeiras de vidro, mas perdi o bb e agora vai ficar para a próxima tentativa.

    bjos,

    maededudu.blogspot.com

    Comentário by Priscila — novembro 16, 2011 @ 10:02 am

  13. Eu acrecentaria, ela sempre não sabe que horas são e quando vê já é tarde demais…
    Otimo post Luiza ;D

    Comentário by Mência — novembro 17, 2011 @ 10:40 am

  14. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk adorei!!!!!!!

    bjbjbj
    http://maeporacaso.spaceblog.com.br/

    Comentário by gabriela — novembro 17, 2011 @ 12:15 pm

  15. KKKKK,MTO VDD
    Eu diria q nunca come na hora certa,está sempre com a cabeça no pqn,os olhos com olheiras,a foto do perfil é ótima kkkk !!Ahh e as sacolas de compras sempre com coias infantis !!! mto bom

    Comentário by karol Abreu — dezembro 15, 2011 @ 9:11 am

  16. eu acrescentaria seus batons nunca estao inteiros porque uma pequenina passou por la antes dela, seus saltos nao saem do armario sempre tem protetor solar e capa de chuva e lenços pro todos os lados.adorei a parte dos brinquedos no carro e das musicas

    Comentário by simone borges — dezembro 15, 2011 @ 9:11 am

  17. simone onde vc viu este post???

    Comentário by luíza diener — dezembro 15, 2011 @ 12:06 pm

  18. foi no facebook de alguem?

    Comentário by luíza diener — dezembro 15, 2011 @ 12:07 pm

  19. Nunca saio sem o sling ou a câmera fotográfica….. mas já saí de chinelo e até com um sapato de cada pé…..
    Ah! show seu post…. chorei, viu ?
    Bjokas.
    Andrea e Lara http://coisas-da-lara.blogspot.com.br/

    Comentário by Andrea Charan — março 21, 2012 @ 8:29 am

  20. Quer mais uma? quem tem filhos nao fica empolgados com sobrinhos. Empolgacao com sobrinho é coisa de quem nao tem filho. hohoho!! (noa deixa meus sobrinhos virem isso!)

    Comentário by mari mari — junho 6, 2012 @ 12:23 pm

  21. MUITO BOM!!

    Linkei no blog
    =)

    Beijos,

    Mariáh http://cartasaomeubebe.com/

    Comentário by Mariáh — julho 2, 2012 @ 9:07 am

  22. so totally true!

    Comentário by Daniela Magro — agosto 30, 2012 @ 10:42 pm

  23. Muito bom, parabéns pelo blog!!!! morri de rir….

    Comentário by Mariana Lins — outubro 31, 2012 @ 11:43 am

  24. Hahahahahahaha muito bom!!!! Só discordo do 5º topico, pois eu realmente não acho que os outros precisam participar do cocô da minha filha.. kkkkkkkkkkkk
    Esse assunto NUNCA entrou nas minhas conversas, fica restrito a mim e meu marido mesmo rsrsrs
    Beijosssssss

    Comentário by Miriam Góes — novembro 1, 2012 @ 10:13 am

  25. Nooossaaaa, nunca? ahahaha então foge a regra,pois é uma coisa que todo mundo acaba falando ahaha

    Comentário by Ana Paula Mandelli-Lopez — agosto 8, 2013 @ 10:31 am

  26. Inclua – Nas festinhas da escola – uma eterna disputa de espaços e cutucadas para tirar aquela foto do filho. Vc pode morrer soterrado embaixo de uma avalanche de pais loucos com câmeras. Quem brinca que turista japonês não perde um lance para fotografar , é pq nunca viu essas cenas hediondas nas festinhas de escola!

    Comentário by ERIKA — março 15, 2013 @ 1:24 pm

  27. Huahauhauhauahauhaua
    A M E IIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!
    Só me senti meio ignorante, pq eu sempre falei Chicco igual ao nome do Chico Bento! Só Chico mesmo! Hahahahaha
    E tb incluiria:
    – os saltos são abandonados.
    – quando alguém pergunta "Vamos no cinema?" eu respondo "Cinema? O q é isso?"
    – finalmente conseguir sair para jantar só com o marido (por 1h) e o assunto romantico da noite é "filho"!
    – ter sempre algum brinquedo e uma sacolinha (para possiveis acidentes) dentro da bolsa, mesmo quando está no trabalho
    – ir no shopping, e babar nas lojas de crianças, comprar algo pro filho (só pro filho/a!!) e sair mega super hiper ultra power master feliz e satisfeita

    Comentário by Joana Gabe — agosto 8, 2013 @ 11:47 am

  28. Muito legal. Adorei o tópico da sujeira hehehehe

    Comentário by Luciana Lima — setembro 6, 2013 @ 12:46 pm

  29. Não sei se já foi comentado, mas uma situação que demonstra a pessoa ter filho pequeno, é estar parada balançando o corpo do nada, como se estivesse embalando o bebê. Já me pequei fazendo isso algumas vezes…rs.

    Comentário by Jonatas de Faveri — maio 19, 2014 @ 1:38 pm

  30. Não conversa com um adulto olhando os olhos dele, mas acompanhando onde a criança está mexendo agora!

    Comentário by Evetoporoski — janeiro 12, 2017 @ 4:45 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment