01 de julho

coisas que quero ensinar ao meu filho

por luíza diener

sabe quando você sai na rua e só se depara com gente mal educada? o sangue chega a ferver e a vontade é de mandar a pessoa pra todos aqueles lugares possíveis e imaginários, mas você simplesmente respira fundo e deixa passar batido?

nessas horas a vontade que dá é de reeducar o mundo.
mas, como isso não é possível, eu penso que coloquei um homem neste planeta e posso ensiná-lo a ter a educação que muitos não têm.

por isso, benjamin, quero que você aprenda essas lições básicas:

espere as pessoas saírem para você entrar

serve para elevadores, ônibus, ruas estreitas e tantas outras coisas.
dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço. por isso, ele precisa ser esvaziado primeiro pra depois ser preenchido. não adianta você tentar entrar num elevador cheio de gente tentando sair. NÃO FAZ SENTIDO!

não faça xixi no meio da rua

se as mulheres (que são mijonas por natureza) sabem segurar até encontrar um banheiro, por que os homens não sabem? porque não foram educados para tal.
portanto, meu filho, aprenda não apenas isso, como a ter autocontrole.
e de quebra, limpe o xixi que respinga no vaso e abaixe a tampa. SEMPRE (só não ensino a fazer xixi sentado porque o marido não deixa).

quando chegar de carro a algum lugar, não buzine

especialmente se for em área residencial. o celular foi inventado bem antes de você nascer.
aliás, deixe a buzina pra situações de perigo. e mesmo assim, nada de pesar a mão nela como se não houvesse amanhã.

ouça música em volume moderado

mesmo que você se considere alguém de bom gosto (todo mundo se considera), ninguém é obrigado a ouvir suas músicas. se quiser escutar alguma coisa em uma altura de doer os órgãos, compre um fone de ouvido (serve pra tv também, tá?).

recolha seu lixo

não trata-se apenas daquele papelzinho que você joga no chão ao invés de jogar na lixeira. recolha a comida que você leva ao cinema e a sua bandeja na praça de alimentação. mesmo que tenha funcionários pagos para fazer o serviço, quem fez a bagunça foi você. a obrigação de recolher é sua.
lembre-se que toda vez que você deixa de fazer algo, sempre vai sobrar pra outra pessoa.

aja no mundo virtual como você agiria no mundo real

serve tanto para o que é bom quanto para o que é ruim. aprenda a encarar as coisas de frente e não se esconda atrás de uma tela quando a coisa apertar. gosta de uma menina? olhe no fundo dos seus olhos e fale.
quer terminar um namoro? nunca (eu disse NUNCA) faça isso por telefone, email ou sms.
eu não passei um bebê de mais de 3,6 kg pela minha vagina sem anestesia nenhuma pra ele crescer e virar um covarde.

não fume

nunca nem ponha um cigarro na boca. mas se isso vier a acontecer, lembre-se que essa é uma opção individual, não coletiva. se você quer fazer mal a alguém, faça somente a você mesmo.
não fume perto de outras pessoas.
mesmo que você more sozinho, não fume dentro do seu apartamento, a não ser que seja o último andar do prédio.
não fume no banheiro e muito menos na varanda. de um jeito ou de outro a fumaça vai chegar ao seu vizinho e empestear o lar dele.
por isso, meu filho, mais fácil é nem fumar.

todos são iguais

independente do cargo que a pessoa ocupa, de sua aparência, posição social, religião ou gosto. afinal, todo mundo é igual quando tudo termina com terra por cima e na horizontal .

até o tolo se passa por sábio se ficar calado

não finja que sabe alguma coisa que você desconhece. pior é sair falando pelos cotovelos e só dar mancada.

faça aos outros aquilo que gostaria que fizessem a você

minha mãe sempre me falou isso. acho que resume bem todo o resto.

leia sobre jesus

foi o cara mais fantástico que já pisou nesta terra.

você não é o único ser vivente do planeta

seis bilhões de pessoas já estavam aqui antes de você nascer. aprenda a respeitar o próximo, mesmo que você não goste dele.

você vai se desapontar

mesmo seguindo estes conselhos, você sempre vai se deparar sempre com pessoas que não pensam e muito menos se comportam desta maneira. você vai se estressar e se irritar com elas, mas depois passa. não desista!

estes com certeza não são os únicos conselhos que você irá receber, mas já dão pra começar, né?

post feito a quatro mãos.

Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , amor, educação, filosofia de boteco

assine nosso feed ou receba por email


42 Comments »

  1. Adorei o post, Luiza. Essa semana encrenquei com um cara que jogou lixo na calcada, na minha frente. Falei pra ele jogar no lixo e ele, logico, me xingou. Meu marido me deu a maior bronca, porque se esse cara nao teve educacao em casa nao sou eu que vou conseguir educa-lo. Ainda assim, correndo o risco de levar um bofetao na cara, repreendi o moço. Nao me contive.
    Se eu faco isso com os outros, imagina o cuidado que procuro ter em casa. Nao vou admitir que minhas filhas sejam mal educadas. Elas podem fazer besteiras na vida, como todos nos fazemos, mas elas saberao que suas escolhas serao erradas.
    Adorei os pontos que voce levantou. Respeito é tudo.
    Beijos

    Roberta http://www.meuprojetinhodevida.blogspot.com

    Comentário by Roberta Lippi — 1 de julho de 2011 @ 9:30 am

  2. Pode imprimir e distribuir para os próximos sem noção que cruzarem meu caminho?? Conselhos ótimos que TODOS deveriam aplicar no dia-a-dia. Tenho feito a minha parte, também, para criar uma pessoinha educada (e, daqui mais um tempinho, mais uma ou mais um ou mais um de cada… rsrsrs). Não admito falta de educação. O mínimo que posso fazer, como mãe, é ensinar a viver em sociedade respeitando os outros indivíduos. Até pq não pari nenhum ermitão, nénão?
    Bjo

    Comentário by Jemima — 1 de julho de 2011 @ 10:09 am

  3. Muito legal… também penso em muitas coisas dessas como vc!!!
    Minha filha terá que aprender muita coisa dessas que vc escreveu…
    Bjs

    Comentário by Carol Meoli — 1 de julho de 2011 @ 10:28 am

  4. Eu tenho um ódio mortal de buzinas! O pouco tempo que namorei o pai do meu filho (praticamente pulamos o "namorar" e fomos para o "casados com filho"), quando ele ia me buscar na casa da minha mãe, ele parava lá e buzinava. Eu dizia pra ninguém ir lá ver se era ele, por que não era casa de p*ta pra ficar buzinando, que ele me ligasse ou levantasse a bunda do banco do carro e tocasse a campainha. Buzinas ás 7 horas da manhã, depois de ter conseguido ir dormir ás 5:30, qdo o baby finalmente dormiu, é pra f*der! Já arremecei objetos em direção do carro do infeliz que fez isso comigo uma fez, ele tinha acordado meu filho depois de uma noite inteira tentado fazer ele dormir. E como na floreira da janela do meu quarto tem pedras…. hahahaha
    Uma coisa que eu acrescentaria na lista é "tratar bem as mulheres", não interessa se ela é uma vaca, nunca irá aumentar o tom de voz ou ofendê-la. Eu tinha um namorado que era um doce de batata doce com as mulheres, e mesmo quando eu mereci ouvir umas, ele ficou calado. Também, era a única qualidade dele, mas era uma baita qualidade! Esse post é para imprimir e distribuir por aí! Bjus!

    Comentário by Tassiana — 1 de julho de 2011 @ 10:50 am

  5. Que lindo Luíza! Se todas as mães fossem como você haveria bem menos pessoas sem noção!

    Quando eu crescer quero ser uma mãe que nem você! kkkkkkk

    Bjo no Benjoca

    Comentário by Evy — 1 de julho de 2011 @ 11:14 am

  6. Excelente post, como sempre!

    Quando minha filha completou 15 anos, escrevi um livro com recomendações semelhantes a essas.

    Jesus nos concedeu o privilégio de gerar uma vida, cabe a nós orientá-los para trilhar o caminho do bem, serem gentis, educados e sobretudo ter fé e um bom coração.

    Trilhar o caminho cabe exclusivamente a eles, e de acordo com a minha experiência de mãe de uma de quase 20 e mais 2 (13A e 8M) posso dizer que dá certo. Gabi, minha mais velha é uma alma iluminada, que semeia bondade, educação e amor por onde passa.

    Tenho certeza que Benjoca será assim, graças a vocês dois!

    Comentário by Lucia Helena Cesar — 1 de julho de 2011 @ 11:19 am

  7. Perfeito!
    Eu sempre falo quando para o elevador e alguem tenta entrar antes de eu sair: primeiro um sai, depois o outro entra. Uma coisa de cada vez. Falo mesmo.
    Os outros itens também, perfeitos. Como anda difícil conviver neste planeta!

    Comentário by Vanessa — 1 de julho de 2011 @ 11:37 am

  8. Oi Luiza eu amei o seu post onde tá o botao de curtir?? É a primeira vez q comento aqui, mas quando vi a sua licao de nao faca para os outros oq nao gostaria que fizessem pra vc nao pude nao falar nada. Minha mae sempre falava isso pra gente e serve pra tudo ne?" É o lema da minha vida. As suas licoes sao basicas da convivencia mas parece q o pessoal esqueceu disso ne. Vc faz aí e eu aqui pelo menos serao dois possiveis melhores cidadaos nesse mundo ne. Beijos

    Comentário by Paula — 1 de julho de 2011 @ 11:42 am

  9. lá em cima tem um botão: recomendar 🙂

    Comentário by hilan — 1 de julho de 2011 @ 11:47 am

  10. Bravo!!
    Belíssimo post! Ainda acrescentaria: gentileza gera gentileza, então seja educado e ofereça ajuda às pessoas. Ofereça o seu lugar no metrô para grávidas, idosos e pessoas com crianças. Ofereça ajuda para mães esbaforidas carregando seus carrinhos escada acima ou abaixo.
    E também: não pense que a empregada é a sua escrava. Faça a sua parte!

    Beijo,
    Karen http://multiplicado-por-dois.blogspot.com/

    Comentário by Karen — 1 de julho de 2011 @ 11:45 am

  11. Adorei e aplaudi. Sempre digo isso: somos nós as responsáveis pelo mundo de amanhã! Vamos fazer bem feito!
    O mundo tá triste né? Tem horas que bate um desespero.
    Imagine você que eu sou advogada e tem gente que quer lesar, fraudar, passar pra trás, sob as vistas do judiciário. Essa semana me aconteceu uma terrível, briga patrimonial… Eu mandei procurar outro adv. O mundo está cheio de advogado falcatrua que gosta de dinheiro. Eu fiz direito pq gosto de justiça.

    Comentário by Daniela — 1 de julho de 2011 @ 2:54 pm

  12. Êeee! Luíza pra vereadora!

    Comentário by lia — 1 de julho de 2011 @ 3:38 pm

  13. no estilo josé miranda de ser

    Comentário by luíza diener — 1 de julho de 2011 @ 10:25 pm

  14. Bom andei futricando no seu blog varios posts e ameii me identifiquei mas jtalvez não tenha essa mesma franqueza que tem,amei o post dos presentes a lista branca e acho que as pessoas podiam sim perguntar para os pais antes o que seria bem vindo, quanto a este post sobre educar amei tbm pois falo isso em casa o tempo todo e dizem que vou ser uma mãe muito chata mas não quero criar mais um sem educação, grosso nesse mundo, tenho uma tarefa muito dificil que educar uma pessoa de bom caracter e isso depende de mim, porisso concordo muito em muitas coisas que disse.
    beijos e um otimo fim de semana

    Comentário by Maya — 1 de julho de 2011 @ 5:53 pm

  15. ai Luiza..mas e os bola foras que damos de vez em quando hein ? falei sobre isso e mais uma vez mencionei seu bog no meu. beeijos

    Comentário by fernanda — 1 de julho de 2011 @ 6:44 pm

  16. Adorei, Lu!! Fico fula da vida de encontrar uns bichos por aí… e acrescentaria gentileza no trânsito… não tem show maior de egoísmo, grosseria e falta de educação que num passeio de carro. Horrível!!!
    Beijos
    Fabiana http://2-ao-quadrado.blogspot.com

    Comentário by Fabiana — 1 de julho de 2011 @ 7:42 pm

  17. SIM!!!!! DEVEMOS ENSINAR TUDO ISSO AOS NOSSOS FILHOS…são as pequenas grandes coisas que fazem toda a diferença…
    E sabe que recebi um email hoje com seu post (devidamente linkado, é claro), de um grupo chamado MADRESER da cidade de Sumaré, pertinho da minha cidade…vamos propagar os bons "ensinamentos" oras bolas.
    bju

    Comentário by Augusta — 1 de julho de 2011 @ 7:56 pm

  18. uia! to chic, bem!

    gael vai ser um gentleman, pode apostar!

    bjo

    Comentário by luíza diener — 1 de julho de 2011 @ 10:24 pm

  19. Posso roubar e ensinar pra Lara também????
    EU AMEI!

    Lindo, lindo! Que nossos filhos aprendam tudo isso assim como aprenderão a andar e falar!

    Beijo!

    Comentário by Maria Thereza Pinel — 1 de julho de 2011 @ 9:50 pm

  20. fique à vontade.
    aqui o negócio é creative commons.
    bjobjo

    Comentário by luíza diener — 1 de julho de 2011 @ 10:23 pm

  21. Adorei o Post, a lista está super completa. Aqui eu sofro com um fumante de varanda no andar abaixo do meu, é dureza viu, ainda bem que estou para me mudar.
    Beijos

    Comentário by Kelly — 1 de julho de 2011 @ 10:10 pm

  22. Você disse tudo!!!
    Quero ensinar isso tudo ao Fred também.
    Que bom seria se todas as mães fizessem isso, o mundo teria chance de ser melhor daqui pra frente…

    Beijos!!!

    Comentário by Fátima — 1 de julho de 2011 @ 11:08 pm

  23. nossa!! mas até ele crescer muita coisa aí nem vai existir!

    Comentário by eu — 2 de julho de 2011 @ 3:23 am

  24. Ótimo post! Como mãe sempre tenho em mente que meu filho é do mundo e que portanto tenho que fazer de tudo para torná-lo um cidadão. Como professora tento colocar o mínimo de bom-senso na cabecinha dos meus aluno pré adolescentes que, infelizmente, estão perdendo cada vez mais a noção de comunidade, ficando mais individualistas. E quanto a pssoa que comentou que muitas coisas iriam mudar, penso que rspeito ao próximo e cidadania são coisas que nunca vão "sair de moda" .

    Comentário by Letícia — 2 de julho de 2011 @ 6:26 pm

  25. Disseram tudo o que eu vou dizer pro meu filho quando tiver um! Acho que eu só acrescentaria pra ele ser um motorista consciente! Hoje em dia isso é raro, imagine quando ele for motorista!
    Espero que algum mal educado leia esse post e comece a repensar suas ações!
    Parabéns!
    Beijos!

    Comentário by Aline — 4 de julho de 2011 @ 1:05 pm

  26. Adorei, vou imprimir e colar na porta do armário do Gui pra não me esquecer e nem fazê-lo esquecer nunca de todos esses ensinamentos…

    Comentário by Avassaladora — 4 de julho de 2011 @ 4:40 pm

  27. Adorei, tento fazer TUDO que vc descreveu com excessão do cigarro, pois sou fumante. Whatever, o que eu quero dizer é que é uma missão àrdua conseguir tudo isso, eu acordo diariamente e penso que tenho que ensinar esse tanto para o meu menino, que no alto dos seus 6 anos já aprendeu algumas coisas depois de 5668862772 repetições. Mas eu acho que estou no caminho certo, é um menino que respeita os mais velhos, abre a porta do elevador, recolhe lixo alheio (o que já me rendeu muitas caras feias), enfim… não é fácil, mas tb não é impossível!! beijos

    Comentário by Bianca — 4 de julho de 2011 @ 9:06 pm

  28. Vcs são muito fofos, e sem dúvida o Benja vai ser também porque o que a gente aprende em casa fica pra sempre, são os famosos valores né? É realmente difícil viver num mundo como o nosso onde tem gente de tudo quanto é tipo por aí, mas acho que a grande tarefa de criar um filho é ensinar valores e deixar ele transitar pela vida espalhando o pózinho de pirilimpimpim que jogamos nele tão fortemente em sua criação. É gratificante ver atitudes que ensinamos em nossos filhos, dá orgulho, ao mesmo tempo a gente se decepciona também quando eles não fazem como a gente gostaria que fizessem, aí a gente entra em outro tema que é nossa expectativa, mas aí é outro assunto. Eu amei o post , um super beijo Fê

    Comentário by Fernanda — 4 de julho de 2011 @ 11:39 pm

  29. Adorei! Vocês estavam muito inspirados. Também acredito muito em tudo isso e quero muito passar esses valores ao meu filho! Que bom que não estou sozinha… Ufa! rsrsrrsrrs

    Comentário by Jeice — 5 de julho de 2011 @ 11:16 am

  30. Qual criança não adoraria ouvir de sua própria mãe que passou pela vagina dela sem anestesia?

    Comentário by Augusto — 25 de julho de 2011 @ 4:09 am

  31. Lol
    só discordo na parte religiosa, acredito que ele deve seguir o que desejar, e não ser influenciado pelos pais

    Comentário by FelipexD — 25 de julho de 2011 @ 9:24 am

  32. Concordo com tudo o que escreveu, menos a parte de jesus ter sido o cara mais fantastico que já pisou na terra. O jesus bíblico é uma ficção, um personagem criado de forma coletiva através dos séculos. Precisamos amadurecer como sociedade e colocar em prática o que você escreveu, sem as muletas psicológicas da religião. O dia em que o homem conseguir ser justo, moral e benevolente sem ser pelo medo do castigo divino, aí sim, poderemos ter orgulho de sermos humanos.

    Comentário by Alexandre — 25 de julho de 2011 @ 10:49 am

  33. Vou adotar todos os itens pra minha filhota tbm… e me lembrar do último item toda vez que ficar roxa de raiva com a falta de educação alheia. Valeu!

    Comentário by Beatriz — 25 de julho de 2011 @ 5:15 pm

  34. tirando a parte de jesus, ta bacana!

    Comentário by mobv — 25 de julho de 2011 @ 11:35 pm

  35. You are my inhalation , I have few blogs and very sporadically run out from to post : (.

    Comentário by Faustino Visitacion — 22 de setembro de 2011 @ 4:34 pm

  36. Some really wonderful info, Gladiolus I found this.

    Comentário by Hcg Shots Weight Loss — 22 de setembro de 2011 @ 5:09 pm

  37. unbelievable cheap fiverr gig

    Comentário by Aristocrat Slots — 5 de outubro de 2011 @ 4:54 pm

  38. Hands down, Apple’s app store wins by a mile. It’s a huge selection of all sorts of apps vs a rather sad selection of a handful for Zune. Microsoft has plans, especially in the realm of games, but I’m not sure I’d want to bet on the future if this aspect is important to you. The iPod is a much better choice in that case.

    Comentário by tarot 806 — 6 de outubro de 2011 @ 6:29 pm

  39. Hello there, May I download that snapshot and make use of it on my personal weblog?

    Comentário by service change rochester — 8 de outubro de 2011 @ 6:30 am

  40. […] originalmente dia […]

    Pingback by potencial gestante – coisas que quero ensinar ao meu filho — 15 de junho de 2012 @ 3:44 pm

  41. Quem dera se todos recebessem essas orientações desde bem pequenos, o mundo seria tão diferente! Ainda dá tempo, mesmo os adultos podem mudar, e dar o exemplo é a melhor forma de ensinar. Eu sou feliz por ter recebido boas orientações dos meus pais e é claro que fico "emputecida" quando vejo pessoas fazendo o contrário. Respirar fundo e xingar em pensamento é uma boa saída, a gente nunca sabe o que pode acontecer. Beijos, adoro vocês!

    Comentário by Vanessa — 16 de abril de 2013 @ 4:59 pm

  42. O meu eu pretendo que faça sempre xixi sentado!
    'só não ensino a fazer xixi sentado porque o marido não deixa'.

    Comentário by Aline — 12 de agosto de 2014 @ 12:52 am

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment