ela já senta

gifpal-20131117231551 gifpal-20131117232152

{post escrito sábado à noite}

hoje ganhei meu dia!
pela primeira vez constança sentou e assim permaneceu.

desde a semana passada ela já ficava praticamente sentada com algum apoio, fosse nas costas ou na lateral.
ontem (sexta) eu precisava tirar foto de umas coisas que estavam no sofá. apoiei a miúda no meio dos cacarecos e eis que ela ficou um tempão naquela posição. fiquei surpresa. hilan, nem tanto. como ela estava apoiada no sofá e nas coisas ao seu redor, não contou exatamente como um assentamento oficial.

hoje ela passou o dia bastante agitada. aliás, tem mais de um mês que está assim, mas tinha acalmado e voltado ao normal. porém hoje passou o dia inteiro desperta.
como estava cansada, resolvi colocá-la para dormir mais cedo.
depois de uma hora inteira tentando, desisti. brinquei com ela deitadinha na cama até que se cansasse. ela se irritou mas não cansou.

então sentei ela na cama e ela ficou durinha.
peguei o celular e filmei. ela deve ter ficado uns dois minutos assim e caiu.
sentei ela novamente e aí deu pra tirar foto, mudar a iluminação, fotografar outra vez, brincar, postar no instagram.
foram mais de 5 minutos assim, sem nenhum tipo de apoio!

deu suas desequilibradas mas sempre se mantinha firme e forte, quer fosse jogando o peso do corpo pra frente, quer fosse usando uma das mãos para se apoiar e recuperar o equilíbrio.
aí ela caiu de barriga pra cima, fez um esforço monstro e quase rolou de barriga pra baixo.

{update: no dia seguinte, domingo – ontem – ela já conseguiu rolar com mais facilidade. ainda não domina a arte com maestria, mas já parece estar consciente de que esse movimento a leva a algum lugar – ou tira dele}

só então ficou cansada, dei mamá e ela finalmente dormiu.

tô orgulhosa demais e sempre ficarei a cada uma dessas conquistas.
daqui a pouco vêm os dentes, ela começa a engatinhar, falar as primeiras palavras.

quero estar sempre por perto, minha filha, para ver você e seu irmão crescerem!

Related Posts with Thumbnails

15 comments

  1. Awwwwwwn, que gordelícia mais gostosa, meu Deus!!! *-* Não vejo a hora de meu pequeno sentar também, aliás a gente deseja que eles ficam pequeninos para toda a vida (pelo menos eu), mas também não vê a hora de que eles conquistem cada passo da vida!!! Parabéns Luiza, tem filhos lindíssimos, maravilhosos e muito espertos!!!

  2. Ai, ela tá muito gordelícia, vontade de apertar até não aguentar mais! E esse pé gostoso, gente? Sem comentários! hahahah.. adoro quando ela pisca em 00:28 hahah, muito fofa!

  3. Ahhh, essa fase.. As vezes queria ter uma maquininha que me mostrasse os próximos passos de minha Zoe, mas é melhor esperar. Cada dia há sido tão bonito… Coisas que vamos descobrindo… Constança, você é muito linda! Beijinhos

  4. Coisinha mais lindinha da vovó !
    Amanhã vou vê-la ao vivo e a cores.
    Beijinhos para a minha netinha caçulinha queridinha, lindinha, gorduchinha. fofinha, alegrinha, menininha maravilhosa.
    Beijinhos a todos por aí

  5. Oi Luiza,

    Sempre visito seu blog, as vezes comento, as vezes não. O fato é que agora estou comentando para pedir sua ajuda. Tenho uma filha de 8 anos e outro de 2 meses. Acontece que até então (desde que ele nasceu) eu tinha minha mãe aqui comigo, me ajudando, porém eu e ela, juntas, não dá muito certo, para você ter uma noção ela ficava em pé me observando amamentar, para ver se eu estava fazendo "do modo correto". Bem, ela foi embora e agora me vejo sozinha cuidando dos dois.
    Seria fácil se o menorzinho, de 2 meses, não chorasse o tempo todo. Ele chora muito. Não é refluxo, não é cólica, nem fome (ele pesa 6.100 com 2 meses), nem frio, calor, nem sujeira. Ele chora porque é chorão mesmo, mas isso me desgasta muito, me estressa, me sinto feia. Estou exaurida. Tenho que fazer almoço a noite (porque ele não me deixa cozinhar), e ainda por cima tenho um marido que não me ajuda muito. Ele não participa em nada nesta fase ruim, aliás de ele carrega o bebê ele, o bebê, chora desesperadamente justamente porque não está acostumado.
    No final do dia (que é quando ele dorme) eu estou cansada, exausta.
    Deus me perdoe, mas diversas vezes me arrependo de ter engravidado de novo. A minha filha mais velha sempre foi uma santa, desde bebê, hoje em dia crescida, já tinha passado dessa fase de precisar da ajuda de outros. Porém amo muito os dois e me sinto culpada por pensar assim, mas é a verdade.
    Estou sempre te acompanhando e te confesso que procuro pensar que outras mães passam pelo que eu passo. Lembro que no seu caso é mais difícil porque são dois menores e que requer bem mais atenção, mas por outro lado Hilan te ajuda e ainda foge do trabalho para lhe dar apoio – o que aqui é total fora de questão, porque o trabalho está sempre em primeiro lugar.
    Enfim, Luiza, te escrevo de coração aberto para que você me diga o que faz quando está a ponto de surtar. Agora há pouco eu joguei o telefone na parede e bati a porta, pois estou cansada demais.

    Desculpa o desabafo, mas talvez você me entenda e possa me ajudar.

    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *