12 comments

  1. Bom, o Chico detestava até os 8 meses, eu insisti pq ele tava fazendo meu peito de chupeta, daí pegou que foi uma beleza. E agora não quer largar. humpf. A chupeta é polêmica, eu não queria no começo que ele pegasse, depois eu queria, pq precisava de um descanso pro peito. Agora que ele pegou eu quero que ele largue. Enfim… a gente nunca está satisfeito. Né? bjinhos e o Benji tá muito lindo e gordinho!!! hahahaha

  2. Isso mesmo Benji, dá essa chupeta pro Tov que ele vai aproveitar melhor.
    Você tem o peitinho da mamãe: mais macio, mais quentinho, não precisa de desinfetar toda hora e ainda sai leitinho quando você tem fome. Quer coisa melhor!!!

    Adorei o "chupeito" da Rebeca!!!!

  3. A minha filha pega a chupeta e AMA. A minha sobrinha odeia e está chupando o dedo sem parar, passa o tempo todo com o dedo na boca, minha irmã tentou vários tipos de chupeta, agora lembrou daquelas bem simples, de buteco mesmo, que existia quando éramos crianças, de bolinha e um latex bem macio, ela tem aceitado. A coisinha é horrível mas esperamos tirar a mania dela de chupar o dedo.

  4. Acho a história da chupeta um grande tabú…Nós quando mães de primeira viagem ficamos no maior dilema, mas por experiência própria e duplamente com os dois filhos que tenho. Acho chupeta tudo de bom. Na verdade a chupeta só aparece na minha casa na hora de dormir e vinculada a hora do sono. Criança que acorda chorando a noite tem que ser logo acalmada, senão coitada de nós que temos que estar prontas para mais um dia assim que o dia amanhece.
    Foi dificil introduzir, mas eu insisti, pois principalmente na fase dos dentinhos que se inicia entre os 4 e 6 meses, eles ficam loucos de coceira na gengiva e logo levam a mão para a boca, descobrem os dedinhos. Ai acabou…a chupeta vc joga fora, negocia por um super presente, e escuta uns 2 ou 3 dias de choro e pronto. O dedo não…
    Meu filho mais velho largou a chupeta aos 2 anos e a mais nova estamos em fase de negociação.
    beijinhos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *