lei de murphy para mães e pais

edd

vocês já ouviram falar na lei de murphy?  geralmente as pessoas citam esta lei quando algo dá errado ou quando as coisas não acontecem como a gente esperava.

essa expressão surgiu quando o engenheiro aeroespacial norte-americano edward a. murphy deveria apresentar os resultados de um teste de tolerância à gravidade por seres humanos. mas os sensores que deveriam registrá-lo falharam bem na hora, porque o técnico havia instalado os sensores da forma errada.
frustrado, murphy disse: “se existe mais de uma maneira de uma tarefa ser executada e alguma dessas maneiras resultar num desastre, certamente será a maneira escolhida por alguém para executá-la”.

na maternidade não é diferente e a lei de murphy está aí, toda faceira, sempre zoando com a nossa cara.
seguem alguns exemplos que não me deixam mentir. afinal, quem nunca passou por nenhuma das situações abaixo?
por isso, apresento-vos a lei de murphy para mães e pais:

1) seu filho(a) sempre vai ficar doente bem no final de semana em que você vai viajar;

2) a grandeza do chilique que ele dá é diretamente proporcional ao número de pessoas que vão te julgar.  

quanto maior o show, maior a platéia.  se teu filho for fazer algo extremamente constrangedor será – com toda a certeza – em um lugar público, lotado de gente.

outra coisa que acontece bastante é quando você precisa deixá-lo com os avós ou outros parentes por algumas horas e, quando você volta você ouve a seguinte frase: ele estava tão comportado… até você chegar. 

3) não importa o que a criança/bebê estiver fazendo, sempre que você pegar a câmera ou o celular ele vai parar imediatamente.

a criança acaba de dar um salto triplo carpado recitando um poema de camões simultaneamente. você corre para pegar a câmera a fim de registrar este momento único e… nada! nadinha! na mesma hora ela vira uma estátua com a boca aberta, babando e com um olhar catatônico.

4) quanto mais elegante e branca for a sua roupa maiores são as chances do seu filho sujá-la;

5) não importa quantas vezes você ofereça a criança para ir ao toalete. ela só ficará apertada quando não houver um banheiro por perto.   

viagem? xixi no matinho? quem nunca?

6) quanto mais tempo você levar preparando uma refeição pra criança, mais ela vai odiá-la. 

7) as necessidades de uma criança são diretamente proporcionais à fome de seus pais.

você acabou de preparar uma refeição, arrumou toda a mesa, reservou os assentos de cada membro da família. seu filho pode estar tranquilo, sereno e até dormindo como um anjinho. mas é só você se sentar, acomodar-se na cadeira, sentir o delicioso cheiro daquela comida quentinha… basta fazer menção de levar o talher à sua boca que será certeiro: sua cria começará a gritar desesperada por qualquer motivo muito urgente: fome, sono, vontade de fazer cocô (ou talvez chorando por um cocô já feito). e é claro que só você, exclusivamente você, poderá acudi-la.

8) crianças sempre acordam mais tarde quando devem acordar mais cedo. o contrário também é verdadeiro; 

eles sempre acordam cedo, não é mesmo? muito mais cedo do que você sempre esteve habituado a levantar.
então, com o tempo, muitos pais deixam de usar o despertador e se valem desta eficiente ferramenta chamada “acorda, mamãe! acorda! acorda! acorda!” (falada em muitas línguas, verbais e não verbais).
mas justamente naquele em dia que você precisa chegar cedo a um evento, ela resolve dormir até as dez da manhã. e aí vem a famosa frase, com certeza já pronunciada por muitos aqui: “eita! perdi a hora!”

9) não importa o conteúdo do presente. a embalagem é sempre mais interessante. 

10) por mais profundo que seja o sono da criança ela sempre vai acordar justo na hora do sexo. 

 

bônus:

e a lei de hofstadter? aposto que esta poucos conhecem.
é uma ironia em administração que diz:  é sempre necessário mais tempo que o previsto, mesmo quando se leva em conta a lei de hofstadter. 

ou seja, com criança tudo sempre demora muito mais tempo. sair de casa – uma tarefa aparentemente simples e descomplicada – se torna uma coisa dantesca.
outros exemplos bastante comuns da lei de hofstadter são: prazos de reformas na sua casa, aquele marceneiro que nunca termina o móvel prometido e preparativos que antecedem casamentos ou outros eventos importantes.

 

*post escrito a quatro mãos

Related Posts with Thumbnails

23 comments

  1. Misericórida, não sabia q tudo o que foi dito acima tinha nome. Tô pasma! É exatamente desse jeito. Fico tensa quando tenho que sair com o menino pra algum evento pq pode haver um xilique e tem um MONTE de dedões me apontando. Me dói quando me sento pra comer tranquilamente e tenho que SAIR correndo pra socorrer o menino e quando posso voltar a comida esta gelada e daí nem desce (nisso to abaixo do peso uns 2 kg)… Mas vamos levando… Me vejo sempre em busca de fazer o que pode ser melhor pro meu filho…

  2. hahahahahahahahahahaha

    agora aconteceu uma comigo, linus acabou de cair no sono no chao da sala (coisa que nunca acontece, em lugar nenhum – le cair no sono sozinho) faltando meia hora pra sairmos de casa!

    1. Então você não conhece a Lei de Murphy meu bem. Nem nunca ouviu a expressão que diz "Se há alguma possibilidade de algo dar errado, vai dar". Ou talvez não tenha filhos! rs

  3. Adorei! A mais verdadeira para mim: "não importa o que a criança/bebê estiver fazendo, sempre que você pegar a câmera ou o celular ele vai parar imediatamente". Sempre acontece!!! Beijo, Paty (Conversando com Bernardo).

  4. aqui sempre rola essa: "seu filho irá ficar doente sempre que vc marcar um evento com as amigas". Quantas vezes já tentamos marcar nosso encontro e sempre algum miúdo fica doente, Luiza?

  5. Luizaaa e Hilan!
    Meu pequeno terrorista me apronta todas estas todos os dias….
    Me mijeeeeiii de rir!! Todos seus posts são bons, mas a última vez que ri tanto assim foi naquele que a luiza fala dos testes caseiros para descobrir o sexo do bebê! " mija, mija, mija" HAHAHAHA
    Lembro que alguém muito puritano até comentou: meu deus, que mau gosto falar mija mija mija assim tantas vezes…

    parabéns pelo blog e pela segunda gestação… está voando né? daqui a pouco teremos as fotos do mais novo pequeno diener do pedaço!

    abraços e tudebão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *