02 de abril

levei meu filho pro trabalho

por hilan diener

levandoacrianotrabalho

me lembro bem de quando meu pai me levou para o trabalho dele. me recordo bem dos computadores de tela preta, uns disquetes gigantescos, piso carpetado e muita folha de papel contínuo de impressora. coisas que nem existem mais, mas um prato cheio pra uma criança curiosa.

lembro também que as pessoas me trataram muito bem e me deixaram até mexer nas máquinas. saí apertando tudo quanto era botão. e tenho certeza que que estraguei alguma coisa, mas ninguém brigou ou se chateou, pelo contrário, eram extremamente simpáticos e legais.  mais tarde,  descobri que essa camaradagem toda devia ao fato do papai ser diretor da budega toda. hahaha. mas na minha inocência infantil achei o trabalho do meu pai um lugar cheio de gente fina, elegante e sincera

lembrei disso tudo porque aconteceu que há duas semanas atrás a luíza acordou extremamente cansada e indisposta (coisas da gravidez).  então pensei em dar uma folguinha para ela e resolvi levar o benjoca para ir trabalhar comigo. assim o circle of life do rei leão iria se completar totalmente, mas de um forma um pouquinho diferente, afinal  não sou diretor de nada, só de arte.

e lá vamos nós! acordamos cedo, tomamos banho, penteamos nossas jubas e arrumamos tudo sem esquecer, é claro, do biscoito, sem glúten e sem leite da forno mágico (não fui pago para escrever isso) mas tenho que dizer que esse biscoito é uma benção na nossas vidas! em momentos de tensão, fome e desespero nada como o biscoito forno mágico – amamos vocês! 

~pausa~ fim da babação de ovo.

pegamos o ônibus e em 10 minutos estávamos no meu trampo. ele chegou de mansinho, meio desconfiado dando bom dia e todo atento. eu fui mostrando pra ele a minha mesa e as salas de cada pessoa. depois de uns 15 minutos, ele já estava parecendo um funcionário (com carteira assinada, pis pasep, fgts e tudo mais), falando com todo mundo, subindo no colo dos outros, até fez um desenho no pintador (como ele chama computador)

resultado:  a visita do benjoca foi um sucesso! ele conheceu minhas amigas de trabalho, fez amizade com todo mundo e no final deixou um clima super alto astral. quem sabe em outra oportunidade levo ele de tira colo para pedir aquela promoção! hehe

pesquisando sobre o tema descobri que pode parecer bobagem você levar seu filho para o trabalho, mas tem muitos efeitos positivos no desenvolvimento infantil, de acordo com a pediatra fátima parente. olha só:

1. aumenta o vínculo afetivo entre pais e filhos
levar seu filho ao trabalho é uma estratégia que concilia as rotinas familiar e profissional. vocês se sentem mais próximos e seu filho até vai entender melhor quando você precisar chegar mais tarde porque teve de resolver algum problema urgente.

entende também que o seu trabalho é algo real e palpável e não uma coisa vaga que te suga todos os dias para um vórtice temporal espaço/ tempo. 

2. aumenta o tempo de convivência entre pais e filhos
prometer levar seu filho ao trabalho rende momentos divertidos não só durante o passeio, mas antes dele, principalmente se é a primeira vez que você ganha uma visita. a criança fica imaginando cada detalhe, algumas vezes, até sonha com o grande dia.

3. a criança vai poder contar para os amigos sobre o trabalho dos pais
detalhes da decoração, o almoço, as conversas e até o jeito com que você fala no telefone ou usa o computador, acredite, serão notados e minuciosamente descritos para as outras crianças. isso rende muito assunto e aumenta seu vocabulário

4. aumenta a autoestima da criança
seu filho vai se sentir muito importante sendo apresentado para os seus colegas de trabalho. se for possível deixar que ele ajude você, de alguma forma. além de conhecer um ambiente, na maioria das vezes, restrito à participação infantil, a criança vai poder participar dele, sentindo-se útil e mais valorizada. é provável que, juntos, vocês descubram habilidades até então ignoradas.

5. aumentam os conhecimentos do filho
para você, é só uma tarde. mas para a criança o proveito é bem maior: atenta, ela aproveita a ocasião para aprender palavras novas, descobrir o funcionamento de equipamentos e conhecer um pouco mais do seu trabalho.

espero que tenha te inspirado a proporcionar esta experiência com seu filho, a menos que você trabalhe com armas ou coisas ilícitas. aí é melhor ficar em casa mesmo.

detalhe importante: agora ele fica me perguntando por que eu to indo sozinho pro trabalho. “me leva papai”

Related Posts with Thumbnails

categorias: benjamin, educação, faça você mesmo, para mães, para papais

assine nosso feed ou receba por email


12 Comments »

  1. Acho legal quando a empresa, dá esta chance, o problema é quando a empresa tem aquela visão machista e superficial, de que se você está levando o filho é pq não tem com quem deixar.
    Já sofri preconceito por levar o meu Lucas na Aula.
    Gostaria que as pessoas mudassem a visão sobre filhos e trabalho.
    Adorei o post. Vou mostrar pra chefia. rs

    Comentário by Rita Tescke — abril 2, 2013 @ 3:05 pm

  2. valeu rita. mostra mesmo! espero que ajude

    Comentário by HilanDiener — abril 3, 2013 @ 10:03 am

  3. Excelente! Adorei o texto. Já trouxe minha filha algumas vezes e hoje em dia ela até pergunta pelo meu chefe e ainda ora por ele..rs

    Comentário by Cleise — abril 2, 2013 @ 4:01 pm

  4. que fofa!

    Comentário by HilanDiener — abril 3, 2013 @ 10:05 am

  5. em algumas empresas há iniciativas parecidas para comemorar o Dia dos Pais. Parece uma boa ideia, nao?

    Comentário by mari mari — abril 2, 2013 @ 5:18 pm

  6. acho ótimo. mas não acho legal quando é exclusivamente este dia.

    Comentário by HilanDiener — abril 3, 2013 @ 10:05 am

  7. Que bacana! Será que meu marido toparia?
    Vou mandar pra ele ler!
    Imagino como seria excitante o dia pra Maria…rs

    Naty Piassentini

    Comentário by Natália Piassentini — abril 2, 2013 @ 6:34 pm

  8. a pergunta é… será que os chefes topariam?

    Comentário by HilanDiener — abril 3, 2013 @ 10:06 am

  9. Eu já trouxe (deu para perceber que estou matando trabalho né!?). Na primeira vez foi legal, ele ficou pouquinhoo, conheceu as salas, as pessoas e logo foi embora. Na segunda vez, trouxe pq não tinha com quem deixar mesmo, aí naõ foi assim tão legal, primeiro porque era dia de prestação de contas e eu tava meio atrapalhada tendo que trabalhar mesmo e olhar a cria e segundo porque ele ficou um tempinho maior e começou ficar entediado depois do milésimo desenho…rsrsrsr

    Comentário by Francine — abril 3, 2013 @ 10:17 am

  10. Eu ainda não tenho filhos, mas na minha experiência como filha, lembro bem a minha frustração. Meu pai trabalhou (e se aposentou) numa empresa de produtos químicos, então, por questões de segurança, nunca pude ir com ele conhecer "a firma"!
    A única oportunidade que tive foi quando eu já era adulta e a empresa ofereceu uma confraternização para os funcionários e suas famílias, e ainda assim, o acesso à empresa foi limitado, nunca pude ver meu pai em atuação, o que ele realmente fazia, as coisas que ele lidava. Entendo que era por segurança, mas gostaria muito de ter tido a oportunidade de ter feito!
    Só vi algumas coisas por fotos…
    Parabéns pela iniciativa! Tenho certeza que nunca mais ele vai esquecer!

    Comentário by Alyne Mundt Bill — abril 3, 2013 @ 12:44 pm

  11. Imagina um Pai político, seria um crime levar a criança no trabalho né? Cheio de mau exemplo rsrsrswr
    brincadeiras a parte, adorei tua iniciativa! Bem bacana. Já trouxe minha filha no trabalho, ela adorou, e o pessoal achou legal, mas el não veio passar o dia, ela veio "me buscar" com o pai dela e aproveitou para conhecer a empresa!

    Comentário by Juliana — abril 4, 2013 @ 3:23 pm

  12. Para quem busca trabalho e estágio visite: http://www.vagasdetrabalho.net

    Comentário by Vitor Jr — abril 9, 2013 @ 9:14 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*