01 de novembro

movimento dos sem berço

por luíza diener

hoje saiu uma reportagem super legal no portal ig falando sobre a proposta dos quartos sem berço.
além de economizar ao não comprar berço para o seu filho – um investimento às vezes alto e que não se faz necessário por muito tempo – a ideia de não possuí-los é dar autonomia ao bebê que já se locomove sozinho, seja rolando, engatinhando ou mesmo andando.

transcrevo abaixo uma parte da reportagem que saiu hoje no ig.
a matéria é de renata losso e as fotos são de saulo cruz.

A ausência do berço é apenas uma das particularidades do quarto montessoriano. De acordo com Edimara de Lima, psicopedagoga da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp) e diretora da Prima Escola Montessori,em São Paulo, o quarto em questão se baseia no princípio de que a criança, nos primeiros anos de vida, elabora os próprios conceitos pela ação e pelo contato com o mundo em que vive: “Ela atua pela ‘mente absorvente’ e os órgãos sensoriais são os captadores dessas informações.”

A diretora da Aldeia Montessori, no Rio de Janeiro, e integrante da Comissão Científica da Organização Montessori do Brasil (OMB), Marcia Righetti, afirma que o quarto montessoriano deve ser um ambiente especialmente preparado para a criança onde tudo precisa ser pensado de forma que ela fique segura e livre ao mesmo tempo. “O ambiente tem que ser para a criança e não apenas para facilitar as tarefas dos adultos. O quarto precisa ser um ambiente seguro que ofereça liberdade àquela criança”, ressalta Marcia.

Berço x colchão

Sai o berço e entra o colchão, seja diretamente no chão, em cima de um estrado baixinho ou de um tatame de E.V.A. As mães podem pensar que essa cama pode causar dor nas costas para colocar o bebê para dormir, por exemplo, mas Marilia não acredita nessa hipótese. “É só ajoelhar para colocar a criança no chão e você libera a coluna de fazer força.”

Se a criança costuma rolar de noite, Marcia Righetti indica que os pais façam uma proteção em torno do colchão com travesseiros ou almofadas. Foi o que Marilia Scharlach, autora do blog “acaratapa”, fez para Theo quando ele já estava com seis meses e começou a se mexer bastante enquanto dormia. “Essa barreira o protegia durante a noite. Depois que ele crescem um pouco, as crianças conseguem ultrapassá-la facilmente.”

Ao alcance dos pequenos

Quase tudo no quarto montessoriano deve ficar na altura da criança, inclusive quadrinhos na parede ou enfeites em geral, para que ela tenha acesso livre a todos os objetos e desenvolva autonomia. É o que procura fazer Luíza Diener, 27, autora do blog “Potencial Gestante”  e mãe de Benjamim, dois anos. “Só não deixo tudo à mostra por questão de organização, mas deixo muitas roupinhas para ele alcançar, por exemplo.”

Cesta de tesouros

Edimara de Lima aconselha que haja um cantinho de atividades para a criança. Se for possível montar uma cesta de tesouros, melhor ainda. Dentro dela os pais devem colocar objetos distintos do uso diário da casa, orienta o pesquisador e professor Gabriel Salomão, autor do blog “Lar Montessori” . “O objetivo de colocar esses objetos na cesta é estimular aspectos sensoriais da criança de forma livre”, afirma.

É preciso cuidado na hora de escolher esses objetos e se certificar que eles estimulem os sentidos, segundo Marcia Righetti. “Os brinquedos que as crianças mais gostam são os objetos que se usa normalmente na casa, como colher de pau ou copos, por exemplo. É legal oferecer matérias-primas distintas, não somente coisas feitas de plástico”, diz. Os pais devem trocar os objetos da cesta conforme o crescimento da criança para que ela vivencie diferentes experiências ao longo do tempo.

Poucos objetos

“A primeira pergunta a se fazer é: ‘meu filho precisa disso?’”, comenta Edimara. É fácil se exceder nas ofertas de atividades aos filhos, mas os pais devem lembrar que o quarto precisa ser ordenado e poucos objetos devem ser oferecidos por vez – por volta de três a seis, aproximadamente, de acordo com a idade da criança. No quarto de Benjamim, por exemplo, tem uma estanteem que Luíza organiza um rodízio de brinquedos que ficam ao alcance do filho.

O espelho é um item importante no quarto montessoriano para que a criança possa se enxergar como um indivíduo único

Espelho e acessório de apoio

No quarto montessoriano o espelho serve para que a criança possa se conhecer e entender que é uma pessoa distinta da mãe, de acordo com Gabriel. Quando ela ainda não engatinha, esse espelho pode ser instalado na horizontal, ao lado da cama. Mais tarde, pode ficar na vertical em outra parede. Para garantir a segurança dos pequenos, é importante que esse espelho seja de acrílico e fique bem fixado na parede.Outro item presente nesse tipo de ambiente é a barra instalada na parede. Com a ajuda dela a criança consegue levantar sozinha e se locomover de acordo com sua vontade, o que contribui para a evolução motora. Essa estimulação também pode ser obtida com um móvel bem fixo, como uma estante, por exemplo. Marilia instalou uma barra para Theo em sua casa. Ela conta que foi um projeto bem barato: usou apenas suporte de cortina e cabo de vassoura.

 

Segurança

Marcia Righetti sugere que os pais se coloquem na posição das crianças para saberem se o ambiente oferece riscos ou não. Tomadas e objetos pontiagudos devem ficar fora do alcance da criança. O objetivo do quarto montessoriano é promover a autonomia dos pequenos, mas é preciso tomar uma série de cuidados tanto com o quarto quanto com a casa para que isso ocorra. A criança cresce com mais independência, mas ainda é preciso monitorá-la com frequência.”

algumas notas sobre as fotos abaixo:

  •  junto à sua cama ficam fotos de família. fizemos uma espécie de malha genealógica, onde agrupamos as pessoas por núcleo familiar. assim, ele compreende melhor quem é casado com quem, se tem filhos ou não e qual é o grau de parentesco com ele.
  • o papel na parede é uma adaptação do “cantinho das artes”, um dos atributos de um quarto montessoriano. por ele ter um quarto pequeno e ainda não termos uma mesinha própria para ele desenhar, o jeito foi colocar esse papel e, assim, ele se diverte. é legal porque o papel é grande e ele pode fazer movimentos amplos na hora de desenhar, além dele ter um outro ângulo para o desenho, diferente de ter um papel pequeno na mesa e desenhar apenas na horizontal. e não. ele não tenta riscar a parede. ele desenha somente no papel.
  • adaptei uma fruteira que estava parada há anos para fazer uma espécie de cabideiro/arara. nos cabides eu penduro geralmente uma ou duas camisetas e um casaquinho, em uma cestinha eu coloco um short, uma calça, uma cueca e na outra, um par de sapatos. assim ele sente que tem autonomia para vestir-se e liberdade para escolher sua própria roupa. gosto de colocar a roupa já pré-escolhida na arara antes de sairmos, para ele não sentir a imposição de ter que trocar de roupa, fazendo disso uma brincadeira.

conheça mais sobre o método montessori visitando:

montessori e família
lar montessori
montessori para mamães e papais (grupo no facebook)

Related Posts with Thumbnails

categorias: 2 anos, benjamin, criança, educação, educando em casa, para mães, para papais

assine nosso feed ou receba por email


32 Comments »

  1. Muito legal o quartinho!
    Esse espelho é de acrílico? É difícil achar um bom e grande de acrílico, já tenho procurado muito. Será que é muito perigoso colocar um comum mesmo, bem fixado à parede?

    Val

    Comentário by Valéria — novembro 1, 2012 @ 1:57 pm

  2. Putz, a ideia da fruteira é demais!
    E que foi aquela pessoa dizendo que não pode ser só pra facilitar pros pais? E desde quando facilita? Tudo a altura dá um trabalho do cão por aqui, mas eu prefiro assim!

    Comentário by Daniela — novembro 1, 2012 @ 2:03 pm

  3. Adorei tudo, viu Luiza. Aqui em casa, o quartinho da LAra tbm é montessori, dentro do meu pouco conhecimento. Fiz um post sobre sua repostagem no Ig a pedido da Nádia do grupo, com seu site e créditos. DEmais! BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

    Comentário by Andrea Charan — novembro 1, 2012 @ 2:11 pm

  4. e tanto que eu babo no quarto do benjoca? essa arara/fruteira é mesmo coisa de gênio, amei!
    beijão!

    Comentário by Mari BZ — novembro 1, 2012 @ 2:14 pm

  5. Vi uma proposta de quarto montessori nesse site http://ensineseubebe.blogspot.com.br/2011/08/quar… q tb é bem bacana e tem outras coisas tb…vale a pena dar uma olhada.

    Comentário by Amanda — novembro 1, 2012 @ 2:25 pm

  6. que quarto maneiro!

    Comentário by marinaguimaraes — novembro 1, 2012 @ 2:34 pm

  7. Caramba, essa arara é muito legal! E eu nunca ouvi falar em espelho de acrílico, esse seu é o comum mesmo?
    Meu projeto é trocar o quartinho no comecinho do ano, mas confesso que estou com um pouco de medo dele tentar sair do quarto, pq tem escadas no andar de cima e ficam ao lado do quartinho! Vou ter que colocar aquela portinha ou trncar n ahora de dormir! Bjos!

    Comentário by Aline Fukabori — novembro 1, 2012 @ 2:34 pm

  8. Sou fã das propostas montessorianas! E gostei muito da proposta do quarto! Dan ainda está no bercinho, mas, eu já estava imaginando como seria o quarto dele pós berço! Obrigada pela "luz". Adorei o colchão direto no chão. Livre, mas, seguro! Parabéns!!

    Comentário by Myriam — novembro 1, 2012 @ 2:36 pm

  9. Oi Luiza.
    Sigo seu blog já tem mais de um ano mas nunca deixei um comentário!
    Mas hj quando vi esse post não aguentei, preciso comentar!
    Isso é demais, e aqui em casa já estou colocando em pratica!
    Me divirto e aprendo muito com o seu blog, adoro!! Entro todo dia pra dar uma espiadinha! E as vezes coloco meu marido pra ler junto! Quase sempre… rsrsrsrs
    Moramos na Inglaterra e queria te pedir dicas do que posso fazer de brincadeiras com o meu filho dentro de casa, pq aqui chegou o inverno e muitos dias não conseguimos sair de casa pra irmos no parquinho ou brincar na praia, vc poderia me dar umas dicas, faço o que posso mas tem dias que acaba as ideias! Iria adorar se vc pudesse! rsrsrsrs Obrigada!!!
    Beijão!

    Comentário by Patricia — novembro 1, 2012 @ 2:43 pm

  10. que lindo!

    Comentário by mari - viciados — novembro 1, 2012 @ 3:15 pm

  11. Eu vi a reportagem hoje logo cedo! Fiquei toda boba: “olha! A minha amiga!”. ^^
    Eu só não vou usar o colchão no chão desde início, porque quero muito que o meu filho use o mesmo berço que usei qdo era pequena (é. Minha mãe é a louca da guardação).
    Mas não vai ter nada de descer a grade: cresceu, vai pro colchão!
    O quarto do Ben é a coisa mais linda. E seu cabelo é show, já comentei? 🙂
    Bjo!

    Comentário by Nana (a louca do bebê) — novembro 1, 2012 @ 3:40 pm

  12. Lindo, gostei demais.
    O quarto do meu bebê tá o oposto disso, que triste.
    Vou estudar uma mudança djá!!!!

    beijos!

    Comentário by ana — novembro 1, 2012 @ 4:10 pm

  13. LINDOS! adorei! vcs são uma inspiração!
    bjos <3

    Comentário by Mamãe do Otávio — novembro 1, 2012 @ 5:27 pm

  14. Essa idéia da fruteira é simplesmente ótima! adorei! 😀

    Comentário by Marayza Claudino Quaresma — novembro 1, 2012 @ 8:32 pm

  15. Adorei as dicas!! aqui minha filha, hoje com 3 anos, saiu do berço com 1 ano e meio, pois estávamos cansados (o pai e eu) de levantar às 3 da madrugada com ela chamando e pedindo pra dormir com a gente. Até hoje ela levanta no meio da madrugada e vem pra nossa cama, mas não é sempre! rs

    Adorei a ideia do papel emoldurado na parede pra riscar!!

    Beijão.

    Comentário by Rose Misceno — novembro 1, 2012 @ 9:12 pm

  16. Muito legal o quarto e genial a ideia da fruteira! Engraçado como essa coisa do colchão no chão está pegando. Mas para quem não está muito familiarizado com a pedagogia montessoriana, vale lembrar que o colchão no chão não é pré-requisito para se seguir o método. O quarto do meu filho de 19 meses é cheio de inspirações montessorianas e ele dorme na caminha dele, de onde consegue entrar e sair com total independência.

    Comentário by Carla — novembro 2, 2012 @ 5:11 am

  17. Uma graça! Mas uma dúvida, mesmo recém nascido pode dormir assim?! #mãedeprimeiraviagem

    Comentário by Fabiola melo — novembro 3, 2012 @ 6:50 pm

  18. Se eu te contar que a porcaria do bercinho dele desmontou hj vc acredita? Qualidade neam? Depois que eu mudei ele ficou super fraquinho, sabia que nao iria durar mto, mas….No fim das contas foi tudo pro chao hj mesmo. So que eu nao tinha me preparado. Depois te conto como ficou. Bjos Luiza!

    Comentário by Aline Fukabori — novembro 4, 2012 @ 5:50 pm

  19. Parabéns pela novidade!!!!!!!! fiquei super empolgada quando vi o vídeo!!! ai que lindo!!!! Bjs

    Comentário by Andreza — novembro 5, 2012 @ 8:06 am

  20. Amei as fotos, a ideia da fruteira é fantástica!!
    Beijos

    Comentário by Paloma — novembro 6, 2012 @ 1:52 pm

  21. Luiza, quando você fez o quarto montessoriano para ele? Acho legal, mas para bebê (a minha ainda tem só 5 meses), acho muito cedo. Pobre da coluna dos pais que têm que abaixar e levantar com bebê no colo…

    Comentário by Luciana — novembro 13, 2012 @ 4:33 pm

  22. […] 11- movimento dos sem berço […]

    Pingback by potencial gestante – 12 posts mais acessados em 2012 — janeiro 10, 2013 @ 9:12 am

  23. a partir de qual idade?

    Comentário by enxoval babies — fevereiro 20, 2013 @ 10:09 am

  24. desde o nascimento.
    na verdade, o ideal é que o bebê passe os primeiros meses no quarto com os pais, em um moisés ao lado ou mesmo compartilhando a cama com eles, pois isso facilita a amamentação e fortalece o vínculo, especialmente com a mãe.
    depois disso, poderá ir para a cama no chão.

    Comentário by HilanDiener — fevereiro 20, 2013 @ 10:31 am

  25. Adorei o blog vou segui-lo sempre…..ótimas dicas e muito legal esse método montessoriano *-*

    Comentário by Michelle — março 22, 2013 @ 3:50 am

  26. Luíza,
    tenho pesquisado muito sobre o método Montessoriano e decidimos colocar a cama no chão tb. Faltam poucos detalhes para a concretização da ideia.
    Achei mto legal a reportagem através dela é que comecei a pensar nisso. Tinha te visto no site deles e agora vim parar aqui!
    abs,
    Marília

    Comentário by Marília — abril 7, 2013 @ 8:14 am

  27. Oi Luísa, onde vc achou esse espelho de acrílico aqui em Brasília?arabens pelo quarto, ficou lindo!
    Bjo

    Comentário by Dany — julho 17, 2013 @ 2:48 pm

  28. Oi Luíza! Adorei esta ideia, de quarto sem berço. Tirei o meu filho do berço com 1 ano e 5 meses, e fiquei me perguntando se fiz a coisa certa ou não, mas com este seu post fiquei muito feliz, pois vejo que não estou tão "fora da normalidade" assim não! Ele dorme na cama auxiliar da cama de solteiro, fiz um post no meu blog semana passada mostrando como ficou a mudança http://edeltrautlk.blogspot.com.br/2013/07/cantin…. Passe lá para conhecer mais! Amei a arara de roupas também! Parabéns pelo Blog!

    Comentário by Edeltraut — julho 22, 2013 @ 1:18 pm

  29. Oi Luíza,

    Gostaria de saber como deixar o quarto sempre limpo,
    livre de pó e de outras sujeiras pois a proximidade
    do colchão com o chão me preocupa um pouco.
    E caso existam animais de estimação
    em casa, o que posso fazer?
    Abs,

    Inês.

    Comentário by Inês Russo — outubro 6, 2013 @ 9:45 am

  30. coisamarlinda esse quarto, essa criança e essa mãe!

    o quarto do Gui foi montado com as coisas que ganhamos da minha prima que ia jogar fora. o Gui não se adaptou no berço então logo virou peça de enfeite. quando nos mudamos para o apê atual, sua cama virou o colchão do próprio berço, e tentei adaptar o quarto para que ele pudesse alcançar tudo. hoje estou a procura de algo para poder expor seus livros, tipo um cantinho para a leitura, mas ainda não encontrei algo diferente, barato e prático.

    beijos, Beca Bricio

    Comentário by Rebeca Bricio — outubro 23, 2013 @ 4:13 pm

  31. […] de educação sempre foi a mais natural e intuitiva possível. não foi à toa que fiz post sobre montessori, educação em casa, desescolarização e tantos outros assuntos dentro do tema. enquanto benjamin […]

    Pingback by potencial gestante – benjoca na escola – parte I – o começo de tudo — fevereiro 11, 2014 @ 7:07 am

  32. Lindo.

    Comentário by ketina — setembro 24, 2014 @ 12:45 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*