29 de janeiro

muito além do peso

por hilan diener

hoje em dia, um terço das crianças brasileiras está acima do peso. esta é a primeira geração a apresentar doenças antes restritas aos adultos, como depressão, diabetes e problemas cardiovasculares. este documentário estuda o caso da obesidade infantil principalmente no território nacional, mas também nos outros países no mundo, entrevistando pais, representantes das escolas, membros do governo e responsáveis pela publicidade de alimentos.

Related Posts with Thumbnails

categorias: alimentação, vídeos

assine nosso feed ou receba por email


6 Comments »

  1. Assisti esse documentário 2 meses atrás aqui em São Paulo e fiquei APAVORADA com as informações que ele traz.

    Fui uma criança que comia de tudo sem regras até ter colesterol de adulto com 8 anos. Agora na vida adulta, "apanho" pra tentar emagrecer, embora a alimentação seja mais saudável e sem tantas tranqueiras.

    O legal é que o documentário mostra várias aspectos que talvez a gente não se dê conta na correria da vida: a publicidade direcionada, a falta de informação (inclusive nas maiores cidades do país, terra em que quase todo mundo se julga muito esclarecido e muito informado), etc etc etc

    Válido pra mães, pais, tios, até pra quem não tem um pequeno por perto! E é muito legal ver a proporção que o documentário está tomando nas redes sociais. Aliás, vale dizer: pela primeira vez na vida vi uma sala de cinema quase cheia aplaudir um documentário!

    Comentário by Imira Regazzini — janeiro 29, 2013 @ 2:24 pm

  2. Chorando do início ao fim…
    Crianças não trabalham, não ganham dinheiro, não fazem compras sozinhas – pelo menos até certa idade. A escolha alimentar delas é determinada pelos pais! Acho imperdoável!!! Lido – e lidarei cada vez mais – com pacientes diabéticos que desenvolveram insuficiência renal por esse motivo e acabam precisando de hemodiálise. Por enquanto são adultos idosos… Em pouco tempo serão adolescentes, crianças… Muito triste!!!

    Comentário by Mariana — janeiro 29, 2013 @ 10:21 pm

  3. Fiquei chocada.

    Comentário by Rebeca Campanha — janeiro 30, 2013 @ 9:48 am

  4. Oi luiza meu nome é juliana e tenho um filho de 1 ano, despois que meu leite secou parei de amamentar e passei a dar pra ele so comida, mas recentimente descobrimos que ele tem alergia a leite de vaca e tenho aprendido a alimenta-lo com a nutricionista, eu vi que o seu filho tbm tem alergia, gostaria muito se voce puder me ajudar a dar umas dicas de produtos, e alimentacao, ou se voce ja tiver um post falando do assunto, vou te agradecer muito, pq ja to sem ideia do que fazer, do que dar ele de manha ja que nao pode comer pao, do que no lanche da tarde. enfim, to sem saber oque fazer… a nutricionista falou pra mim ta frutas e verduras, mas queria saber se tem outras opcoes tbm.. obrigada, se puder me ajudar, bju Juliana

    Comentário by Juliana Almeida — janeiro 31, 2013 @ 3:02 pm

  5. Oi, Luíza, o documentário é chocante mesmo, né? Aliás, mais do que chocante, é de uma tristeza muito grande. Não sei se é falta de consciência (e, como trabalhei durante muitos anos com uma população carente, acredito que para uma parcela seja exatamente a falta de informação o grande problema), se é preguiça (porque é muito mais fácil dar um salgadinho de pacote para seu filho do que ir para o fogão), se é resultado de uma vida moderna em que buscamos o prazer a qualquer custo (e por que não tomar o terceiro milk shake, se é gostoso???). Se não queremos frustrar nossos filhos (e deixaremos que a vida mostre sua face amarga para os coitados, despreparados para as frustrações que inevitavelmente ocorrerão), e deixamos que comam todos os doces que encontrarem pela frente. Só sei que assim não dá para ficar!
    Achei um artigo científico que fala de uma calculadora do risco de obesidade infantil, bem interessante. Até traduzi para facilitar o acesso a ela. Acho que a melhor forma de enfrentar o problema da obesidade é com prevenção. Beijos!

    Comentário by Nívea — fevereiro 3, 2013 @ 10:17 am

  6. […] passado o hilan postou o chocante documentário muito além do peso, que aborda a obesidade infantil no […]

    Pingback by potencial gestante – filme muito além do peso em brasília — fevereiro 22, 2013 @ 2:34 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*