Não basta ser pai, tem que saber limpar

Dirty_dishes

É sábado, final de tarde, e eu estou exausto. Para Luíza é dia de trabalho na loja. Para mim, dia de faxina. Fizemos um acordo que aos sábados eu a ajudaria com as tarefas domésticas. Simples não? Não mesmo. Antes de fazermos o trato rolou muito choro, mágoa e desculpas esfarrapadas da minha parte. Decidi firmar o compromisso e sempre que estou só em casa aos sábados dou uma super faxina no apartamento. Mas a pergunta que fica é: Porque é tão difícil para nós, homens, fazermos tarefas domésticas? E porque para elas é tão difícil aceitar o nosso jeito e não o delas de fazerem as coisas?

Por várias vezes não me senti realmente útil e sim apenas quebrando o galho?

A Luíza acha ótimo eu lavar a louça, limpar o chão, arrumar o quarto, passar aspirador, mas porque sempre parece que nunca está 100%? Não só da parte dela, mas da minha. Sempre acho que estou esquecendo de alguma coisa óbvia. Sinto que só estou quebrando um galho, fazendo uma coisa que não me cabe. Será a testosterona ou é cultural mesmo?

Mulheres nascem com menos 90 minutos de diversão.

Dia desses estava lendo uma revista e vi um artigo onde pesquisadores americanos concluíram o óbvio. São as mulheres que colocam a mão na massa. São elas que sabem o que precisa ser limpo, consertado e planejado muito antes dos homens e parece que elas não descansam enquanto as coisas não forem resolvidas! Na mesma pesquisa dizia que nós – machos de espécie – gastamos 90 minutos a mais com diversão por dia do que as mulheres. Com esse tempo todo nos divertindo o trabalho acabado sobrando para elas. Daí o motivo de estarem sempre reclamando de estarem super atarefadas. E uma mulher estressada em casa é pior que descer num escorregador de gilete e cair numa piscina de álcool.

Ciclo vicioso do “é com ela”

Por várias vezes, seja na organização de um jantar romântico, na compra de um presente ou no planejamento de uma viagem, me vi entrando no clico vicioso do “é com ela”. Assim eu garanto e ela também que tudo saia do jeito e no ritmo dela. Fácil, não? Porém uma bomba de desgaste com o passar do anos. Acabou que por várias vezes vi a Luiza triste por parecer que ela tem que fazer e pensar em tudo sempre. A melhor coisa a fazer nesse caso é conversar e dividir as tarefas. Assim todo mundo ganha e hoje eu acho que a esta altura do campeonato, para o bem dos dois, a Luíza desistiu de achar que eu farei as coisas do jeito dela e assim as coisas ficam menos tensas.

Como vai ser quando tiver que dividir as trocas de fraldas? As levantadas na madrugada? Penso nisso tudo. E lá se vão meus 90 minutos de diversão. Vai valer a pena. Eu sei.

Related Posts with Thumbnails

23 comments

  1. É, Hilan. Homens e mulheres são bem diferentes nesse quesito. Pra uma boa convivência, nós mulheres temos de aprender a aceitar a maneira como o parceiro faz as coisas, mesmo que não seja exatamente como nós faríamos. E os homens têm de ser um pouco mais sensíveis e observar quando a mulher precisa deles. Lá em casa o Rafael é incrível, lava a louça, tira o lixo, lava e estende as roupas. Mas normalmente é assim mesmo, eu que percebo que algo precisa ser feito.

  2. Hilan, que bom que vc já está disposto a fazer também. Hoje em dia não tem por que não dividir. E ainda assim a gente se desgasta mais, porque quem pensa no todo são sempre as mulheres que, como vc disse, detectam primeiro o que precisa ser feito. Quanto ao bebê, acho que, já que a mulher amamenta, o homem bem que podia assumir as outras tarefas da madrugada (arrotar e trocar) sozinho. Amamentar toma bem mais tempo e posde ser desgastante, acredite.

  3. não existe coisa mais desgastante num relacionamento quanto delegar a casa à mulher. um ambiente onde ambos convivem. justíssimo com a sua luisa, que ainda trabalha durante o sabado.
    estou orgulhosa de voces dois!! =)
    e concordando com a Paloma acima, amamentar é suuuuuuper cansativo! desgasta meesmo!
    é chato cuidar sozinha, o coração fica triste e a gente nunca esquece, infelizmente.

  4. Hilan,
    nos primeiros meses de casado os homens, principalmente os que nunca moraram sozinho, tomam um susto todo dia. Era assim comigo. Eu achava que arrumar a casa era só lavar a louça. Então eu lavava e ia deitar. A Ju chegava e de repente começava a fazer um monte de coisa. Eu ficava pensando"O que diabos ela tanto faz?" Aí vc descobre que tem roupa para lavar, lençol para pendurar no varal, lixo para tirar … Depois de muita cara enfezada a gente decidiu dividir tarefas. Eu lavo a louça e tiro lixo, no máximo até terça. E assim vai. Uma dica para as mulheres: dê tarefas bem definidas aos homens. Somos um pouco lentos. Fale o que tem que fazer e os dias que se tem que fazer. Aí a gente consegue entender melhor as coisas.
    Excelente texto hilan!!!

    1. Thiago agora você deu uma super dica para mulheres! "dê tarefas bem definidas aos homens" isso faz mt diferencça mesmo. Já ouvi mt por ai que os maridos sofrem por tentar advinhar o que deve ser feito etc… Obrigado pela visita!

  5. Eu já vi também um estudo dizendo que a mulher se atém mais aos detalhes enquanto o homem é mais pragmático por natureza. O estudo se embasava nos nossos ancestrais, numa época que a mulher cuidava de perigos menores (dentro de uma caverna, por exemplo), ao passo que o homem fazia a segurança exterior (além de trazer caça, etc) e isso lhe exigia uma visão panorâmica. Se isso comprova ou não algo, eu não sei, mas é patente que homens e mulheres têm suas diferenciações, o que confere a cada um algumas facilidades em determinadas tarefas. É verdade que hoje não existe mais tarefa essencialmente de mulher e tarefa tipicamente de homem (e isso se aplica também às carreiras), podendo facilmente (ou não tão facilmente) um desempenhar tarefas que antes eram consideradas exclusivas para um gênero. Mas isso não deveria gerar uma competição entre os genêros, mas antes, traduzir-se em atividades colaborativas, em que ambos saem ganhando. E é claro que a colaboração não se restringe às atividades domésticas da vida de um casal. Cada um auxiliando naquilo que é melhor, ou ainda, aprendendo a desenvolver em parceria aquilo que se pode ainda melhorar.

  6. É assim: Eu me amarro em organização… Abria uma cerveja e ia lavando e bebendo, bebendo e lavando(as vezes dava um gole no detergente)… Dependendo da bagunça, dava para tomas umas 10 ou 30… Quanto as Fraldas e se levantar pela madrugada?! Não esquente, vocês vão discutir e chorar e brigar e se entender MUITO… Não é praga, é fato!!! Chegar em casa cansado de um dia de trabalho extressante, ou não e a mulher exausta lhe entregar a criança no colo sem nem te olhar e ir fazer QUALQUER OUTRA COISA, é de lei! Bem vindo ao mundo surREAL dos filhos. Sim, estas "coisinhas" que vem sem manual!! A boa notícia?! Basta um sorrizinho deles que tudo "passa"…rs

  7. CONCORDO COM O TÍTULO DO POST!!!
    Aqui em casa o negócio é tensoooooooooooo!
    Tipo, meu marido fala (dps de horas minhas de reclamação e murmurações) "TÁ EU FAÇO ISSO DEPOIS"
    O problema é que o depois dele não tem um limite de tempo, ou seja, até ele descer o lixo, o mesmo já foi adbuzido, até ele tirar o copo sujo do lado do sofá, as formigas já o levaram para a pia…e assim vai!
    QUE COISA MAIS IRRITANTE!!

    kkkkkkkkkk

    Agora, os benditos 90 minutos que ele tem a mais, sabe com o que quê é gasto? FUTEBOL!
    E mais um aff é liberado da minha garganta neste momento!rs

    Continue firme na sua caminhada de doméstico em um dia da semana, toda mulher sonha com isso!!

  8. Meu, eu ainda penso como vai ser meu casamento que minha gata tanto sonha. Cara, vocês me deram meeedo, mto medo! Vou pensar mais umas 30 vezes (é, normalmente eu não preciso de menos que isso pra tomar uma decisão). Imagina quando tudo perder a graça, quando você vir que aquela sensação de "agora eu sou o macho do lugar" passar e você preferir ser um moleque livre.
    Também pensei que eu era o único que não gostava de futebol.
    Meu, vocês me deram mto medo. Será que vai valer a pena mesmo? É um fator importante a se pensar.

  9. Meu Deus! Sei que é tarde para comentar, mas, este post me caiu como uma bigorna na cabeça. Aqui em casa estamos passando por isso. Meu marido até ajuda mas se eu pedir, se eu comandar, se eu demonstrar que a gravidez está me consumindo… Meu dia começa e termina nas tarefas de casa. E isto pq eu dei um tempo na profissão de advogada e resolvi me dedicar ao lar e outras coisas. Mas é difícil segurar a dupla jornada. É quase que uma obrigação da mulher que foi imposta pela sociedade ao longo dos séculos, aff.

    Sorry pelo desabafo.

  10. Como foi q eu só fui ler este post agoooora?
    Pois aqui em casa é direitinho assim. "Deixa pra depois. Tem q ser agora? Entao eu tb quero aposentar mais cedo! Tem q lavar mesmo? Dá sem lavar. Tem q tomar 2 banhos?"
    Mas o q mais me irrita: "deixa q depois eu faço. E não faz, claro… 🙁
    Bjos

    PS: só não vou mostar o post pra ele pq senão ele só vai entender a parte final: "acho que a esta altura do campeonato, para o bem dos dois, a Luíza desistiu de achar que eu farei as coisas do jeito dela e assim as coisas ficam menos tensas."

  11. Homens precisam de tarefas bem definidas pra ajudar em casa?! Affe, dei UMA unica pro meu marido, juntar a roupa que ele mesmo joga no chão, mas não funcionou. Então passei a não lavar mais as roupas que não estão no cesto de roupa suja (já que eu acabava juntando pra lavar) não resolveu.. Eu simplesmente desisti. Não há o que eu possa fazer ou a gnt briga, e briga feio, ou eu deixo a roupa jogada na MESA da cozinha, no chão do banheiro, do quarto, no sofá… D-E-S-I-S-T-I!!
    Agora temo pelo nosso relacionamento quando eu voltar a trabalhar, será o neném, a casa, o trabalho, ele… e ainda ser esposa.. affe.. Já dá vontade de chorar… Ando triste e desanimada com palavra "parceiro", pareceria de quê mesmo??

  12. Genrinho, ADOREI reler este post já agora, como Benjamin com 2 aninhos, e constatar você um pai participativo, principalmente no que se refere aos afetos do Benjoca. Vejo como ele aceita tanto os seus cuidados quanto os da Luiza para com ele. Parabéns, menino, e FORÇA, pois daqui há pouco serão dois filhotes… E a casa ainda continua, né?
    Viva a parceria !
    Beijinhos do Raio da Sogra que lhe ama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *