18 de julho

o custo da sua saúde

por luíza diener

quanto custa um tratamento para diabetes, hipertensão ou asma? para hipertensão, por exemplo, de 1 a 20% do salário mínimo (fonte R7).

e você sabia que a população brasileira de menor renda gasta em média 12% de seu salário com medicamentos?

infelizmente muitas pessoas deixam de se cuidar como deveriam por conta do custo do medicamento, que acaba por prejudicar o orçamento da família.

por conta disso e outros fatores, existe um programa chamado farmácia popular, que dá desconto em alguns remédios e oferece outros de graça.

desde fevereiro de 2011 foi criado o Saúde Não Tem Preço – que disponibiliza medicamentos de graça para portadores de diabetes, hipertensão e, desde junho deste ano, asma – e já beneficiou mais de 10 milhões de brasileiros.

estes remédios são encontrados tanto nas chamadas farmácias populares quanto em redes privadas cadastradas, sinalizadas com o Aqui tem Farmácia Popular.

o programa é vantajoso em vários aspectos:

• para quem os adquire, por questões de economia e saúde;

• para a farmácia que os oferece, pois acaba atraindo mais clientes para a loja;

• para o SUS, pois com mais pessoas medicadas o número de pessoas internadas por conta

dessas doenças crônicas diminui.

De repente você não precisa desses medicamentos (tomara!), mas pode ajudar outras pessoas passando essa informação adiante.

para retirar os remédios de graça, o interessado deve ir a até uma farmácia da rede Aqui tem Farmácia Popular e apresentar o CPF próprio, receita médica válida e documento com foto.

saiba onde encontrar farmácias populares ou credenciadas.

para obter mais informações sobre o programa ou saber mais sobre essas doenças, acesse a página do ministério da saúde no facebook.

 

Related Posts with Thumbnails

categorias: publicidade

assine nosso feed ou receba por email


2 Comments »

  1. Existem outros remédios de uso contínuo que também se encaixam no programa, como, por exemplo, anti concepcionais. As regras são as mesmas….

    Comentário by Amanda Trabuco — julho 18, 2012 @ 10:54 pm

  2. Concordo Amanda. Mas não dá pra deixar de dizer que isso é uma evolução e muito bom e importante pra quem precisa e não tem dinheiro pra pagar remedios!

    Comentário by Lia — julho 19, 2012 @ 10:03 am

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment