07 de maio

o sono (?) do bebê

por luíza diener

tem dias, semanas, meses e quase anos que eu to com esse post na cabeça e nunca consigo escrever.

mas é um assunto tão, mas tão recorrente, que resolvi vencer a preguiça, sentar a buzanfa e contar minha própria experiência com o sono do joca.

o que mais me contam são sempre coisas do tipo “meu filho tem tal idade. até tantos meses ele dormia a noite inteira. aí de repente ele começou a acordar quatrocentas vezes por noite e nunca mais voltou ao normal”.

primeira coisa que eu quero te pedir é: por favor, se isso acontece com seu filho também, comente neste post!
não, não estou fazendo isso pra ganhar mais comentários no blog.
mas é porque eu acredito que várias experiências falam mais que uma só e também porque quero comprovar a minha teoria de que os bebês que dormem a noite inteira desde pequeninos (e mantém esse padrão ao longo de todo o primeiro ano de vidasão exceção à regra).

porque pra mim a regra é sempre: nasce, passa um tempo acordando a cada segundo, depois melhora e, de repente, passa a dormir a noite inteira. aí de repente invertido ele volta a acordar que nem um louco, geralmente por causa de dente, nariz entupido, calor, frio, doença, cachorro latindo, vizinho que espirra alto demais e um monte de outros fatores incontáveis.
aí volta ao normal.
aí você jura que quando seu bebê tiver 1 ano de idade já será uma criança, que dorme a noite inteira lindamente. e descobre que essa é a pior fase de sono/temperamento que ele já passou até então.
e por último, alguns meses depois de completar 1 ano, ele passa a dormir serenamente. ou não.

é assim?

vou deixar essa minha parte do achismo com vocês (porque maternidade é embasada em muitos achismos, intuições, experiências próprias e impróprias) e contar minha experiência. meio caótica. ou não.

* * *

ele nasceu. tudo que ele e eu queríamos era dormir.
as primeiras semanas eram a coisa mais linda do mundo. ele só dormia. acordava. mamava. voltava a dormir.
geralmente a cada duas horas.
eu me sentia descansada e achava que recém nascido era a melhor coisa do mundo.

nos primeiros 3 meses eu mostrava pra ele o que era noite e dia. sempre permiti que ele dormisse na hora que sentisse sono. mas se dormisse de dia, deixava o quarto claro, continuava a fazer a barulheira normal de casa (liquidificador, aspirador de pó, vizinho espirrando, etc). se acordasse de dia eu papeava com ele, brincava, mostrava o mundo. mas se acordasse à noite eu não emitia um pio. só pegava no colo, aconchegava, dava o peito até que ele dormisse e voltasse pro berço (praticamente faço isso até hoje).
também nesses primeiros meses eu cuidava pra que ele nunca adormecesse mamando (exceto à noite) e deixava pra dar mamar quando ele acordasse, pra não associar o peito ao sono. hoje acho isso uma grande besteira. mais pra frente explico o porquê.
também dormiu a noite inteira pela primeira vez (sete horas seguidas). isso aconteceu umas 2 ou 3 vezes e parou, voltando a acordar umas 6 vezes durante a noite.
eu sempre embrulhava ele num cueiro
 pra dormir. era ótimo. ele amava, ficava calminho. eu amava também. todos sorria.
nessa época ele era meio tanto faz como tanto fez pra algumas coisas. se eu colocasse ele ainda acordado no berço, ele aceitava. se colocasse dormindo, tudo bem também. se acordasse e não tivesse ninguém, ok. mas se acordasse e a gente estivesse ao lado, beleza. foi a linda fase do bebê neutro.

a partir dos 4 meses ele passou a distrair-se durante as mamadas. antes disso o mundo podia cair, as pessoas podiam passar gritando ao meu lado que ele continuava compenetrado, firme e forte no mamá. depois disso ele ficou mais sensível aos sons, o que também tornou o sono dele mais leve num geral.
foi também nessa fase que ele passou a ser mais seletivo quanto às pessoas. às vezes queria o meu colo. às vezes do pai. virava a cara quando não queria que alguém o pegasse.
não lembro se foi exatamente nessa época, mas ele passou a ter umas sonecas diurnas que não duravam nem meia hora. foi desesperador, porque durante o dia ele só queria ficar no meu colo e eu não conseguia fazer mais nada. quando ele dormia eu queria ganhar o mundo em 20 minutos e era eu mal começar a fazer uma coisa que ele já acordava. acho que foi por isso que eu emagreci tão rápido ; )
e nem pensar em durante o dia deixá-lo acordado no berço pra ele dormir sozinho.
muito menos embrulhá-lo em nada.
ele passou a odiar isso tudo!

apesar de não ser a favor de adestramento de sono de bebês, alguns truques eu sempre fiz e deram certo. um deles foi não correr de imediato para atendê-lo. não apenas no sono, mas em tudo na vida. isso não significa deixar chorar até cansar.
isso porque algumas vezes ele acorda, dá um resmungada e volta a dormir. isso dá a ele a chance de encontrar um jeito de aprender a fazer isso sozinho.
à noite mesmo, ele acordava e eu esperava pra ver se ia voltar. caso isso não acontecesse, eu pegava, dava o peito e devolvia ao berço, mesmo que ainda estivesse desperto.
era impressionante ver como ele ficava bonzinho no berço e logo adormecia por conta própria. mas só à noite.
teve uma fase, aos 5 meses, que ele resolveu tagarelar no meio da noite. mas ele parecia bem com isso, então ele conversava sozinho, até retornar aos braços de morfeu.

isso do sono noturno eu não posso reclamar. apesar de ter demorado bem mais de um ano pra atingir o capote completo, ele não me deu tanto trabalho (no primeiro ano) à noite. exceto pelas noites em que esteve doente ou com algum dente nascendo era acordar, mamar e voltar pra dormir, sem grandes estresses – mesmo que isso acontecesse tantas vezes durante a noite.

perto dos 6 meses, um pouco antes, aconteceu. o primeiro dentinho quis nascer. foi quase um mês de sonos alterados, mamando muito mais e acordando muito mais de dia e à noite. achei que assim que o dente rompesse a gengiva isso cessaria, mas não. até porque depois do primeiro veio o segundo e depois o terceiro e depois o quarto.

entre 7 e 8 meses ele passou a jantar com gosto. e acho que aquela barriguinha cheia começou a dar uma segurada no sono e o menino que acordava quase 7 vezes à noite passou a acordar só umas 3.
desde essa época percebi que, até hoje, quando ele não janta direito, acorda mais vezes à noite. então o truque é mantê-lo bem alimentado.
isso sempre valeu pro caso dele querer acordar à noite pra mamar.
se eu resolvia que não ia dar o peito durante a noite, era pior. ele ficava tanto tempo desperto que na hora de mamar, continuava acordado. o melhor era dar o peito logo, pra que ele retornasse logo ao seu soninho.
as sonecas do dia eram menores, aproximadamente duas por dia, cada uma com 1 horinha.
nessa época ele não dormia mais no peito, exceto ao longo da noite. pra soneca do dia ele dormia no meu colo, embalado.
à noite quem colocava ele pra dormir era o pai. mas tudo isso se perdeu depois de um tempo (também explico lá pra frente).

com 9 meses destrambelhou de vez. essa pra mim foi a fase mais difícil do seu primeiro ano de vida.
primeiro porque foi quando completou 9 meses que ele teve convulsão. aí passou o dia no hospital, foi furado várias vezes, um monte de exames e médicos em cima.
pra completar, depois disso ficou doente por 3 meses seguidos, nariz entupido. uma mistura de alergia com tempo frio de inverno e quatrocentos dentes nascendo ao mesmo tempo.
somando a isso, começou com a ansiedade de separação e não tolerava que eu me ausentasse de perto dele por mais de, sei lá, 5 segundos.
um poço de trauma, incômodos e carências.
também foi a época que aprendeu a engatinhar de verdade, andar em pé apoiado nos móveis, mexer em tudo.
ele queria explorar o mundo. pra que gastar tempo dormindo?
ou seja, tudo colaborou pra que ele tivesse um sono péssimo tanto de dia quanto à noite.
foi uma fase difícil. ele ficava extremamente irritado por qualquer coisa.
às vezes aceitava que o pai o colocasse pra dormir, às vezes não. só melhorou disso especificamente lá pros 11 meses.

houve épocas que ele adormecia, capotava de ficar com os braços e pernas penduradões. mas era só colocá-lo no berço que ele acordava gritando, chorando, completamente desperto e não queria mais voltar a dormir. como eu sofri!
nesse tempo eu deitava com ele junto comigo na cama, dava o mamá deitada e esperava até ele abrir a boca e largar o peito. aí eu botava a chupeta na boca dele e saia correndo, fazendo o maior silêncio do mundo. era o único jeito que funcionava. às vezes.

lá pros 11 meses ele voltou a dormir semi-sozinho. ainda acordava à noite, mas só 1 ou 2 vezes. voltou a aceitar dormir sem peito e às vezes sem chupeta. de se permitir deitar sozinho, receber uns tapinhas no bumbum ou uma carinho no cabelo/rosto e apagar lindamente.

com 12 meses nós viajamos e eu passei 1 semana sozinha com ele dormindo na minha cama. só eu pra cuidar, botar pra dormir e todo o resto. nem precisa dizer que virou um grude, não queria dormir sozinho, muito menos longe de mim. aí seu sono estragou outra vez.
desde então ele só dorme no meu peito. lascou-se.
foi também com 12 meses que ele começou a tirar sonecas mais longas, de 2 a 3 horas.
no começo eram duas sonecas de 3 horas. um paraíso na terra!
6 horas do dia só pra mim! mas durou pouco e em menos de 1 mês ele passou a tirar uma única soneca diurna de 3 horas. mas tá ótimo, né?
entre 12 e 15 meses ele ganhou 4 molares chatíssimos de nascer. mais pelo menos um mês de sofrimento.

finalmente, com 1 ano e 4 meses, ele começou a dormir de verdade à noite. dormindo às 20h e acordando só às 6h.
a vantagem é, obviamente, conseguir dormir uma noite inteira sem interrupções. a desvantagem é ter que acordar tão cedo.
a soneca diurna acontece de fato somente uma vez por dia, geralmente antes do almoço. duas ou três horas e nunca passa disso.
tá bom, né? ele tá crescendo.
curioso é que antes disso acontecer, não tinha uma noite sequer que eu não fosse dormir pensando “será que é essa noite que ele dorme inteira?”. mas quando aconteceu eu nem percebi.

até hoje, no auge de seus 20 meses, acontecem noites e noites em que ele acorda às vezes uma, às vezes duas vezes. geralmente meia noite ou 5h da manhã. mas isso passou a ser exceção, não regra.
sim, ele acorda e eu ainda dou o peito.
acho muito mais cômodo que ter que buscar água, fazer truque pra voltar a dormir ou qualquer outra coisa.
mas ele já é um rapaz e acho que nessa idade tudo bem fazer algumas coisas pra não precisar amamentar durante a noite.
por exemplo, às vezes ele quer acordar 4h30 da manhã pra brincar. são nessas horas que, depois de tentar tudo no modo mute, eu abro a boca e digo: é hora de dormir. vou colocar você na sua caminha e voltar pro meu quarto. beijo tchau. geralmente dá certo.

enfim, gostaria de fazer algumas considerações a respeito:

  •  faz muita, muita falta dormir a noite inteira. é horrível passar o dia cansada, se arrastando pelos cantos, especialmente se você precisa fazer algo importante que exige concentração. mas lembrem-se do mantra: é uma fase! é uma fase!
    e fases passam. pense nesse tempo como uma semente para o futuro.
  • bebês em geral (especialmente os pequenos) dormem muito, mas dormem picado. é muito difícil pra eles tirar um cochilo de grandão. 
  • tente respeitar sempre o ritmo do seu bebê. cada um tem o seu próprio. muitas coisas afetam o sono deles: dentes, estresse, fuga de rotina, agitação (e cansaço) em excesso, doenças, frio e calor. bebês pequenos não fazem manha. deixa disso.
  • crie uma rotina previsível para a hora de dormir, quer seja de dia, quer seja à noite. isso ajuda eles a dormirem mais relaxados e todo mundo fica contente.
  • nunca privei ele do sono, a não ser que resolvesse cochilar pouco antes de começar a rotina do sono da noite (que dura quase duas horas). e as vezes em que acordo ele é por causa de algum compromisso. do contrário, durma na hora em que quiser e por quanto tempo quiser.
  • passei os primeiros meses condicionando meu filho a não dormir no peito, em vão. porque tiveram tantas incontáveis (e incansáveis) vezes que ele mudou de repente e que não dormia por nada e o peito foi a bendita solução. por várias vezes esse treinamento foi por água abaixo. e hoje eu percebo que nadar junto com a correnteza é, além de muito menos desgastante, muito mais gostoso.
  • eles mudam. sempre. o tempo todo. não quer dizer que porque seu bebê passou meses dormindo a noite inteira que isso vá continuar a acontecer. mas também não significa que, se ele acorda de hora em hora, há algo de errado com ele e ele só vai dormir uma noite completa quando entrar pra faculdade.
    eles mudam porque crescem, amadurecem, se desenvolvem. o mundo dos bebês é cheio de novidades. prepare-se sempre para as mais deliciosas (e desgastantes) surpresas. e quando você menos esperar, tudo vai voltar ao normal. ou passar dessa pra melhor.

 

sugestões de leitura:

Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , , , , , , , , , , , , , benjamin, para bebês, para mães, para papais

assine nosso feed ou receba por email


57 Comments »

  1. Luisa, você escreve maravilhosamente bem e acho que várias de nós, MÃES vamos nos identificar nesse post, aqui foi mais ou menos assim, acordava de 3 em 3 horas mais ou menos até o terceiro mês, depois começou dormir a noite toda, ou não, ja que já foram muitas as fases em que ela acordava e do nada o sono voltava e dormia a noite toda… até hoje não consegui entender o sono dos bebes, muito menos o da minha filha… ela tem 19 meses, no momento estamos naquela fase as mãe delira pq a criança dorme a noite toda 😀 tudo bem q ela acorda cedo mais já é pedir demais né!? vamos ver até quando vai durar… bjinhus em vcs

    Comentário by Larissa Xavier — 7 de maio de 2012 @ 4:51 pm

  2. ô, bonita! quanta lisonja!
    nossos bebês tem mais ou menos a mesma idade.
    vamos torcer muito pra daqui pra frente o sono deles só melhorar (tipo dormir às 20h e acordar às 9h diretão, ein? que tal? ehhehe!)

    bjs

    Comentário by luíza diener — 7 de maio de 2012 @ 4:58 pm

  3. OI Luiza,, concordo com a Larissa…vc escreve muito bem, deveria unir alguns posta daqui e lançar um livro: Como cuidar bem de seu bebê em casa. rsrs. Estou como vc cuidando do meu bebê Miguel em casa, ele já tem 1 ano e 1 mês…lindo, carinhoso, pouco turrão e grudadinho em mim. Agora ele tem 8 dentinhos e está nascendo mais um de cima. Muito trabalho, chorinho e duirante o dia tem tirado apenas sonecas de meia hora. A noite acorda até 2x para mamar e dorme em seguida. O Horario dele de dormir é 22:00 e de acordar cedinho às 06:30 quando o papai vai trabalhar…já me acostumei com o horário…Mãe é mãe né rsrs…bjs para vc e Benja, adoro este blog e suas dicas maravilhosas!

    Comentário by Priscila — 7 de maio de 2012 @ 5:09 pm

  4. Oi Luiza, realmente passa! rsrs

    meu pequeno dormia muito bem até seus 4 meses (acordando umas 2 ou 3 x pra mamar). De um dia pro outro ele resolveu que não dormiria mais… e ficava acordando de 10, 20 ou de 30 em 30 minutos aos berros!! Eu corria lá, pegava-o no colo, embalava e ele dormia, então, colocava no berço e buuumm acordava e choraaaava…. verdade, isso acontecia umas 15 x por noite… eu estava virando uma verdadeira zumbi…rs, foi muito difícil, eu e marido estávamos esgotados, sem saber o que fazer. Maaas, assisti alguns episódios do "doces sonhos" da discovery, onde mostravam casos onde os bebês não dormiam e a "tipo encantadora" ensinava como fazê-los voltar a dormir, enfim, fizemos como mostraram pois já não sabíamos mais a quem recorrer. Quando ele fez 8 meses que foi quando aplicamos o método ele milagrosamente voltou a dormir, inclusive pegar no sono sozinho e dormir das 20:00 as 07:00 direto, como gente grande até hoje com 1ano e 7meses. bjus

    Comentário by Sonia N. — 7 de maio de 2012 @ 5:11 pm

  5. "faz muita, muita falta dormir a noite inteira. é horrível passar o dia cansada, se arrastando pelos cantos, especialmente se você precisa fazer algo importante que exige concentração. mas lembrem-se do mantra: é uma fase! é uma fase!"

    Ai Luíza e cooooomo faz falta dormir a noite inteira. Bom… eu só tive 1 semana de trégua em que minha pequena dormiu maravilhosamente e isto foi há 15 dias. Ela está com 1 ano e 2 meses e NUNCA dormiu bem; sempre dorme por volta das 22h (antes disto é milagre.. que já aconteceu algumas vezes) e é tipo tele-sena, de hora em hora acorda, quando não de meia em meia hora. Tento mesmo sempre pensar no mantra, mas tem dias que é impossível.
    Na fase inicial de vida dos bebês sabemos de N fatores que não os deixam dormir e agora sei que (desde os 5 meses quando surgiu o primeiro dente) são os dentes a deixá-la tão agitada durante a noite. Haja paciência… Amei o post e amo o blog. Beijos

    Comentário by Lid Ferreira — 7 de maio de 2012 @ 5:13 pm

  6. Ooooi Luiza!!!

    Eu SEMPRE leio seu blog E adoro!
    Tenho um bebe que nasceu em dezembro, está com quase 5 meses agora.

    Semana passada foi o primeiro friozão q ele pegou, e não sei porque, resolveu não dormir., acordava A NOITE INTEIRA.

    Primeiro pensei "Frio" e encapotei todo o menino. Não adiantou, aí pensei "deve estar pesado todos esses cobertores", tirei metade, coloquei uma roupa bem quentinha e só um cobertor. Nada

    Coloquei ele para dormir comigo na cama. Dormia, mas 10 minutos depois q largava o peito começava a chorar de novo.

    Qdo o Nícolas nasceu, a pediatra disse para mim "Não de o peito de madrugada, uma hora ele aprende!" Mas eu sou muito mole, e para mim, mesmo que seja por 3 ou 4 dias, não tenho coragem de "deixar chorar" nem a pau!!! Eu num sou de ferro.
    O Nicolas aprendeu a dormir com ajuda do peito e do carrinho balançando, junto com a chupeta, até q foi bem, dormia primeiro das 2h as 7h, depois começou a dormir meia noite e meia e só acordava qdo meu marido acordava para ir trabalhar. Me senti uma vitoriosa, por ter conseguido fazer ele dormir sem ser na base de 'deixar chorando sozinho'

    Só semana passada começou a acordar na madrugada com essa loucura q eu não sei se é pesadelo, fome, for, dente, ou sei lá o que.

    Dá um medo de estar fazendo as coisas erradas, mas sigo a minha intuição torcendo para tudo dar certo!!! Afinal, é só uma fase!

    Comentário by Patricia P. Martins — 7 de maio de 2012 @ 5:14 pm

  7. Ai que desânimo seu texto me deu… O meu bebê está com 7 meses e desde os 3 meses dorme quase sempre a noite inteira (das 22 às 7h). Umas poucas vezes (uma vez por semana, mais ou menos) essa regra é quebrada e muito raramente essa quebra de regra é por mais de uma acordada durante o sono dos adultos (quando acorda, ponho no peito e ele dorme de novo em poucos minutos). Quem dera essas criaturinhas seguissem em linha reta rumo à (nossa) felicidade!
    Obrigada por compartilhar! Vou ficar de olho nos comentários das outras leitoras.

    Comentário by Daniela — 7 de maio de 2012 @ 5:18 pm

  8. Luiza, Muito interessante o post.

    Bem vamos a minha experiência: Duda tem 7 meses, até completar o terceiro mês de vida ela mamava a cada 2 a 3 horas. O recorde com ela dormindo eram de looonngas 4 horas de sono (e eu vibrava e muito).
    Com 3 meses eu descobri que não tinha tanta necessidade de pegar ela a noite, pq muitas das vezes ela só estava reclamando, daí começei a oferecer a chupeta (a pediatra me apoiou e eu fiquei mega feliz) ou seja, para glória de Deus e meu sono tranquilo, com 3 meses coloquei ela pra dormir no quartinho dela e não mais no berço mala na minha cama (ou até mesmo na minha cama com marido). Hoje é assim, tem noites que ela dorme tranquilamente, noites que ela murrinha, eu dou o bico que saiu da boca e ela dorme lindamente.
    A rotina para dormir começa as 18h quando ela janta, meu marido chega, brinca um pouco, as 20h ele dá banho nela, a gente troca de roupa, ela mama e até as 21h colocamos ela na cama, acordada com uma musiquinha, fecho a porta e tcharam… a bonequinha tá dormindo!!! =))) Ela acorda mesmo entre as 06:30 até as 8h da manha.. sempre nesses horarios!

    Comentário by Nathalia Jeise — 7 de maio de 2012 @ 5:19 pm

  9. Luíza, primeiramente eu gostaria de perguntar, e, gostaria que vc respondesse, óbvio hehe
    PELOAMORDEDEUS me diga como é essa rotina de dormir do benjoca! pleeeeeeeease
    estou enlouquecendo sem rotina, Otávio nunca teve rotina, mas agora no auge dos 14 meses me vejo louca por n ter uma.

    Bom, quando o Otávio nasceu e veio pra casa eu o acordava de 3h em 3h pra mamar (se eu não o acordasse juro que ele continuava dormindo) mas era muito magrinho e eu n queria um bebê esqueletinho.

    Depois que ele pegou o rítmo aí pelo 2° mês foi assim até os 9 meses (quando ele começou a engatinhar) parou total de acordar de noite e inclusive de mamar (eu não oferecia o peito durante o dia já que ele comia bem, tomava sucos etc, mas lógico que quando ele se machucava ou a carência batia o peito era salvação).

    Hoje ele não tem uma rotina estabelecida (com eu falei aí em cima) ele dorme, 22h30, 23h30 ou 00h50 que foi o caso de ontem (isso que eu tive que dar umas gotinhas de um remédinho MILAGROSO pra ele dormir) acorda as 9h00 9h30, 10h00 10h30. Fica em casa comigo a manhã toda (pois tenho os afazeres domésticos) almoça e dorme (dua única soneca) geralmente as 13h30, 14h00 e acorda as 16h00, 17h00 ou 18h00 (é, ele dorme bastante) ACORDA E O SOL TA SE PONDO! como faço pra alimenta-lo, vesti-lo e sair pra passear antes de escurecer? ele quasi não sai de casa, e fica eufórico brincando até altas horas…………………………………….

    ai ai sem contar nas crises de terror noturno que ele tem. essa semana vou marcar um neropediatra, vou ver o que ele como especialista me diz.. não sei o que fazer, juro, não deixo ele fazer a soneca (e ver ele um bixinho pq n dormiu) ou o acordo cedo de manhã, não seeeeeei to ficando maluca!

    espero que tenha entendido…….

    beijos da maluca. haha

    Comentário by Mamãe do Otávio — 7 de maio de 2012 @ 5:21 pm

  10. ahahah! q maluca! ahahha!

    olha só, dá uma lida nesse texto. acho que pode ajudar bastante: http://brasil.babycenter.com/toddler/sono/rituais…&nbsp;<span class="wrc_icon wrc12" rating="{&quot;icon&quot;:&quot;green2-16.png&quot;,&quot;rating&quot;:1,&quot;weight&quot;:2,&quot;flags&quot;:{}}"></span>

    mais tarde vou acrescentar a rotina do sono do benjoca ao post (porque neste exato momento está acontecendo a rotina de sono do benjoca).

    beijos!

    Comentário by luíza diener — 7 de maio de 2012 @ 8:10 pm

  11. Gente, que doidera! Eu li o livro soluções para noites sem choro e recomendo!

    lá diz que é melhor que eles acordem cedo e durmam cedo, tem tabela com quantidade de horas de sono pra cada idade e maneiras de ajudar a dormir pra todos os bebes, com chupeta, sem chupeta, mamadeira, peito, berço, cama compartilhada enfim!

    eu no seu lugar começaria estabelecendo um horário pra acordar, esse sempre foi o que mais regrou o sono e é o que acontece com a gente tb, é acordar cedo que cedo vem o sono tb né. rs. daí ficar de olho quando ele tem sono pra dar a soneca, anote tudo por uma semana e veja os padrões, padrões vistos, vc cria a rotininha pelo menos 1h antes da hora que ele vaii querer dormir a noite. Aqui em casa é banho com brincadeira, janta, livrinhos, ligo a musica de dormir, ele mama e dorme 😉

    Comentário by carolina — 7 de maio de 2012 @ 8:50 pm

  12. Mamãe do Otávio, me desculpe, não quero ser grosseira, mas vc não está fazendo certo. Criança, em primeiro lugar, TEM QUE TER ROTINA. Segundo, como é que o Otávio vai dormir num horário bom (exemplo 20hs ou 21hs) se ele dorme praticamente a tarde toda? Óbvio que ele vai dormir tarde da noite, e consequentemente acorda muito tarde tb!! Minha filha dorme ás 10:30 e acorda entre 8 e 9hs da manhã. A tarde é uma dormida das 13h às 14hs no máximo 15hs. E era isso. Ela tem rotina. Chega lá pelas 22hs eu coloco o pijaminha dela (ela toma banho cedo, as 18hs +-), após colocar o pijama deitamos na minha cama, preparo um mamá, olhamos tv, ela mama e dorme. Coloco no bercinho.
    Vai por mim, coloque rotina. No começo será difícil criar a rotina, mas depois, só vai!
    Um abraço e boa sorte!

    Comentário by Juliana R — 8 de maio de 2012 @ 11:26 am

  13. Nossa!!! Que bom que colocou esse post. Pelo menos fico mais aliviada. Eu não sabia mais o que fazer, meu filho vai completar 9 meses dia 17 e acorda várias vezes à noite, eu ando parecendo um zumbi. Mas o Felipe nunca foi de dormir bem, eu estava desesperada e perguntava para todas as mães que eu encontrava se os filhos delas eram assim. Procurava soluções, até a bendita encantadora de bebês eu cheguei a ler (ainda bem que não segui as regras dela). No fim, acho que tudo é fase mesmo, os dentinhos estão nascendo um atrás do outro agora e tem a ansiedade de separação, mas vai dar tudo certo, assim eu espero!!!!

    Comentário by Luciana OKada — 7 de maio de 2012 @ 5:24 pm

  14. ah, deixa eu contar………
    quinta feira da semana passada ele foi dormir as 22h30 e acordou a uma da manhã e brincou, gritou de felicidade, euforia e empolgalão total até as 5h30 depois de muitas canções de ninar a toa, reza braba, apelo para os avós etc e tal. #aicomoeusofro

    Comentário by Mamãe do Otávio — 7 de maio de 2012 @ 5:25 pm

  15. Meu Vicente passou por todas essas fases e agora, com 9 meses, ta uma diliça! Dorme as 6 da noite e acorda as 6 da manhã, acordando apenas uma vez por volta das 11h. Acordando é modo de dizer, por que ele nem abre o olho, resmunga, toma o leitinho, troca a fralda e vai pro berço já dormindo. Os dentinhos quando nascem alteram um pouco isso, mas coisa de duas noites e ele já volta ao normal. Durante o dia só duas sonecas de 40 minutos e olhe lá! Mas nunca acordo ele e sempre fiz exatamente como vc, de dia tem luz e barulho, a noite escuro e silencio e nao sai do quarto por nada depois das 6 da noite. Tem rotina pra dormir que é basicamente jantar, tomar banho, historinha no colo da mamãe. Isso é feito todo dia na mesma hora. O que eu acho importante é respeitar o bebe, nao querer que ele durma de qualquer jeito, em qualquer lugar, na hora que for mais conveniente pros pais. A rotina dá segurança.
    Ps.: nos primeiros meses fiz tudo igualzinho a vc, mas dava um banho de balde que era vida, ele saia molinho e se vestia dormindo! Indico demais o baldinho.

    Comentário by Luciana — 7 de maio de 2012 @ 5:29 pm

  16. Ah Luiza, os bebês, quem irá decifrá-los!
    Pedro está com 16 meses e até o 6º MÊS acordava trocentas vezes na madruga pra mamar (ele mamou no peito até os 13 meses, depois disso largou o peito e nunca mais quis saber), depois que começou a introdução dos alimentos sólidos e ele conheceu a bendita janta, pronto, NOITE INTEIRA de sono, 12 hrs, ininterruptas o que acontece até hj, pasmem – detalhes? sim, temos, ou melhor, manias: só dorme embalado no carrinho e eu faço malabarismo pra tirar ele de lá e colocá-lo no berço isso tudo sem respirar e fazer um pio, mas depois de colocado só no outro dia, sempre que resmunga no meio da noite eu não vou ao quarto e ele acaba por dormir sozinho novamente (acredito que essa coisa de não atender ao choro, a não ser que vire berros, ajuda o bebê a aprender a adormecer por conta própria). Sou uma sortuda? Nessa parte sim, não nego, maaaaaas, o que parece perfeito em partes, é imperfeito em outras, Pedro é extremamente "chato" pra comer, é um luta, sempre, cada refeição. Então o que tenho a dizer em resumo é cada mãe tem uma área que triunfa, impossível ganhar todas, IMPOSSÍVEL, rsrsrs.

    Comentário by Jullia Gama Cabral — 7 de maio de 2012 @ 5:35 pm

  17. aqui é luta no sono, na comida, pra brincar um pouco sozinho, pra trocar, vestir! só triunfo no banho que ele gosta e ele é cuidadoso pra não se machucar!rs

    Comentário by carolina — 7 de maio de 2012 @ 8:44 pm

  18. para a estatistica. 11 meses acorda 3x para mamar (mamadeira- pra quem defende que acorda por causa do peito…não é verdade- mudei e me lasquei…heheh)

    Comentário by michelle — 7 de maio de 2012 @ 7:51 pm

  19. amei seu post, mto mesmo, mas (DUH), quero deixar meu depoimento em caps lock (pq eu acho que to gritando, nao sei, to cansada e confusa): LUCAS JAMAIS DORMIU UMA NOITE INTEIRA. Uma vez, dormiu oito horas, mas tinha capotado às 18h, então as 2h da matina começou a acordar como sempre.

    to tao exausta que só de ler e/ou falar no assunto, já me dá vontade de chorar. mas vou acompanhar os comentários!

    beijos

    Comentário by Carol — 7 de maio de 2012 @ 8:15 pm

  20. Aqui o sono sempre foi leve e picado, temos rotina de sono, musica de ninar a noite toda pra abafar os outros sons, cama compartilhada, que é a dele na real, e eu durmo com ele… uma bicama, e quando eu vou dormir e ele não acordou, eu durmo na de baixo, tudo em silencio. de dia ainda são 2 sonecas e faz meses que estamos em transição pra uma só, ele que dita os ritmo também, e ele é bem reloginho… mas uma coisa é fato, quanto melhor ele dormir de dia, melhor ele dorme a noite. Nunca ousei fugir da rotina de noite e ele nunca dormiu mais de 4h seguidas em 19 meses! Faço esse esquema de deitar com ele até ele dormir mamando e saio de mansinho… é comodo mas muitas vezes leva uma hora e dura umas 2h de sono, e eu tenho que ir lá imendar! as vezes é rapido, mas nem sempre. Já decidimos que nas férias do homi, vamos desmamá-lo a noite não importa o escandalo que ele faça, como sou só eu e ele sempre, meu marido chega do trabalho muito tarde, acaba sendo assim, mas me cansa demais, ainda que ele já mama umas 5h vezes de dia e não me deixa fazer nada de casa, comida etc… sinto muita falta de dormir bem ou pelo menos nao ter que ir de 2h em 2h. Sem contar que varias vezes ele acorda e nao quer dormir mais… e esses momentos a noite sao pra arrumar cozinha, fazer comida, as vezes é foda quando tenho que desligar o arroz antes da hora pra ir imendar o sono dele!

    Comentário by carolina — 7 de maio de 2012 @ 8:42 pm

  21. Luíza, olha, sinceramente, tudo que aconteceu com vc aconteceu comigo, não nessa ordem, mas tudo isso aconteceu! E te adianto que Bia tem 2 anos e 4 meses e… continua acordando! Rá!
    Ela, no geral, dorme de 20 às 6, mas sempre tem uma gripe, um resfriado, um pesadelo, uma qq coisa que atrapalha a noite!
    Enfim, acho que já me acostumei a levantar ao menos 1x!
    Já conversei com muitas mães com filhos das mais variadas idades e, resumo da ópera, bebês de até 12 anos não dormem a noite inteira! E quando passam a dormir, passam também a não querer dormir e a gente fica acordada por causa das festinhas! Ou seja, meu bem, senta e chora! hahahahaha

    beijo

    Comentário by marina — 7 de maio de 2012 @ 9:08 pm

  22. Luiza, a pedi da minha filha me alertou sobre isso. A isabella desde os 50 dias de vida dormia mais de 12 hrs por noite, sem interrupcoes e nem mudava de posicao. Mamando no peito, uma bencao!! Mas era embalada, dormia mamando ou no carrinho, nunca sozinha. Na consulta de 4 meses ela me orientou q comecasse a faze-la dormir sozinha pois a partir dos 6 meses os bebes passam a ter o sono REM em que sonham e acordam muitas vezes! Se o bebe ta acostumado a adormecer sozinho, nessa fase as coisas ficam mais faceis pra mae pq eles vao acordar varias vezes mas a maioria dorme de volta sozinho sem problemas. Nao foi o caso da minha pequena hehehe que dorme no peito ate hj e por volta dos 7 meses comecou a acordar pelo menos 4 vezes!! Estamos nessa ate hj, com 1 aninho. Nao vou negar peito pra ela nunca e vou sempre respeitar o tempo dela, enqto quiser mamar de noite, eu estarei aqui. O unico problema foi que abandonamos o berco, ficou mais pratico passar pra minha cama e assim estamos por enqto. Mas sei q tdo tem sua hr e logo terei minhas noites maravilhosas de volta! Haha

    Comentário by Larissa L. — 7 de maio de 2012 @ 9:10 pm

  23. Lendo seu post eu me dei conta que o problema do sono é universal. Faz 09 meses que eu não durmo uma noite toda, trabalho em outra cidade, nem dirigindo estou por precaução, pq colega, a coisa é braba. Cada etapa alguém me dizia algo de que ia mudar e ele dormiria a noite toda, que ele jantando, ia dormir até o dia seguinte e começou a jantar faz um mês e nada de dormir uma noite toda. Levei a homeopata, ela passou um bucado de remédio, vou comprar, pq eu não estou dando conta mesmo.

    Comentário by Val — 7 de maio de 2012 @ 9:33 pm

  24. Menina, quisera eu organizar assim as informações sobre o sono da minha filha! Mas acho que foi meio parecido, ainda é. Ela "dorme a noite inteira" desde os 3 meses. Mas claro que a cada dente/nariz entupido/pico de desenvolvimento as coisas mudam. Ela dorme sozinha, dou colo, canto pra ela, dou boa noite e deixo acordada no berço. Ela fica numa boa e dorme. Mas já tivemos a fase de TER QUE dormir no colo, e olha que levava quase 2 horas pra apagar… desespero total!

    Agora, ela dorme das 8 às 8, olha que lindeza! Vai completar 18 meses semana que vem. Mas tem acordado quase toda noite. Ou só resmunga e volta a dormir, ou preciso achar a naninha dela no chão atrás do berço, devolvo e ela dorme. OU (claro) acorda às 4 da manhã querendo bater papo e brincar. Aí, na boa, deixo conversando sozinha. Falo que é de noite, todo mundo está dormindo, pra ela descansar que eu vou dormir também. Às vezes demora um pouco mas ela relaxa e dorme.

    QUando era pequena, 5 meses, sei lá, tirava 3 cochilos infames de 40 minutos. Eu ficava doida… Agora, tira um cochilo de 1:30, antes do almoço. Raramente tira 2 cochilos, um de 1 hora e outro de uns 40 minutos.

    E assim vamos. Fases, são fases. Exatamente como você disse, eles mudam sempre. o tempo todo. Mal a gente se acostuma e lá vão eles mudar tudo de novo…

    Adorei o texto! beijo

    Comentário by MHelena QAP — 7 de maio de 2012 @ 9:40 pm

  25. Meu Murilo tem 8 meses, e pra falar a verdade, tá sendo muito difícil! Ele ja chegou a dormir a noite inteira mas de uns tempos pra cá… só jesus e meus peitos! Acorda muuuuuito durante a noite, nunca fui de deixá-lo dormir comigo na cama, mas como tudo tem sua 1ª vez… não aguentei e levei! Mas sempre levo de volta pro berço. Tento o máximo não me estressar, mas tem horas que solto aquele: tá na hora de bebê dormir! Durante o dia consigo as vezes colocá-lo pra dormir sem ser no peito, balanço na redinha (super indico) e ele chega a dormir de 15 min a 1 hora… mas sempre penso… é só uma fase, é só uma fase… =)

    Comentário by Luíza — 7 de maio de 2012 @ 9:43 pm

  26. Nossa que post legal! quisera eu ter registrado tudo bunitu assim! Vou falar do que lembro!; aqui tive muita sorte, (e muita cara de pau tbm, nao dei bola pra nenhum conselho que ouvi sobre sono ou amamentaçao, ra!) Desde de que nasceu, minha filhota aprendeu a dormir com peito, e dorme assim ate hoje (20 meses tbm), no 1 mes era muuuuuuito dificil ela pegar no sono, eu ficava 3horas dando de mamar, pra ela dormir e soltar o peito, antes disso se tirava o peito ela acordava! mas todo o sofrimento valeu a pena, com 1 mes ela passou a dormir 6horas seguidas, e o tempo da mamada foi diminuindo aos poucos, passou pra 2hrs e 45min, depois 2hrs e meia e assim por diante… e o do sono aumentando de 6hrs pra 7, depois 8, depois 9 etc… o problema era de manha que ela nao tirava soneca nenhuma, nenhuma mesmo, mas nem 10mins! consegui com que ela tirasse 1 soneca de 1hr la pros 8meses e depois as sonecas foram aumentando! teve uma epoca a uns 3meses atras, que ela tirava soneca de 3 hrs de tarde (ainda eh assim) e dormia de 13 a 14hrs seguidas a noite (hj em dia eh umas 11, 12hrs). Mass assim como vc teve muitas idas e vindas, principalmente por causa de dentes, viajens, doenças…
    Sortuda neh? sim com certeza, mas tudo tem um porem, sabe quando nasce o dente ou ta doente que todo baby acorda mil x por noite, pois a minha acorda apenas 1, pq nao volta a dormir de jeito maneira! nem com peito, nem com cama compartilhada nem com nada, se ela acorda jah era! eh pra ficar a noite inteira brincando/mamando, e nada de vc tirar uma soneca sem querer enquanto ela tagarela ou brinca com carrinho, ela abre um berreiro e começa a tentar abrir seus olhos e ate bater no seu ombro pra vc acordar rs Mas como nao eh sempre que acontece eu nao tenho do que reclamar! Agora se voce for falar de comida vixi, negocio ta punk aqui! ate 1ano de idade ela batia pratao de pedreiro baby, mas hj em dia eh um custo comer 3 colheres isso pq abandonei as papinhas cheias de legumes e verduras isso ela nao aceita nem plantando bananeira, eh soh arroz, ovo, feijao, macarao carne, frango etc… mas bem pouco, tao pouco que o almoço dela, virou colheradas roubadas do meu 🙁

    Comentário by luana — 8 de maio de 2012 @ 12:01 am

  27. A mãe que o filho dorme a noite interinha e sozinho por comentar aqui pra fazer inveja nas colega?

    Bjsssss amilgã.

    Comentário by Tathy — 8 de maio de 2012 @ 9:08 am

  28. podeee! aproveita e posta aquela foto dele dormindo no chão que é ótemaaaa! ahahha!

    Comentário by luíza diener — 9 de maio de 2012 @ 1:27 pm

  29. Luiza, muito parecida a sua experiência com a minha. Davi dormiu uma semana a noite toda quando tinhas uns quatro meses… e depois disso, nunca mais. Ele foi num crescente, de 0 a 4 meses, dormindo cada vez mais, até atingir o marco da noite inteira (de 8h às 6h da manhã).

    Hoje, acorda toda noite. Em noites boas, duas vezes; em noites ruins, milhões de vezes. E o peito é sempre a solução. Acho que a única coisa que fiz diferente é que nunca tentei "nadar contra corrente": Davi sempre dormiu no peito e eu acho isso muito bom. É a maior salvação. Acalma o moleque e me acalma também. Só que também me aprisiona, pois só eu que o faço dormir. Ele até dorme sem o peito, mas reluta bastante. Em vez de apagar 7h30, só vai capotar lá pras 9h, 10h.

    A rotina dele de sono é jantar, brincadeira (pra dar um tempo pra digestão), banho e direto pro peito. Também observo que quando janta bem, dorme muito mais. Por isso, tenho adiado ao máximo a mamada da noite (antes, dava assim que ele chegava da creche e depois de novo na hora de dormir) para ele ficar bem cheinho e dormir satisfeito. Então, ao voltar da creche, dou um suco, um pãozinho, uma fruta, alguma coisa, pra forrar o estômago (ele já vem jantado, esse lanche é depois da janta) e só vou dar peito depois do banho, quando o peito já tá praticamente vazando (trabalho fora e só o amamento de manhã e à noite).

    E se acorda de noite, não dou um pio tb. Em geral, dorme 5 minutos depois. Mas na minha cama… é, cama compartilhada rola lá em casa. O sono dele fica bem melhor assim. Ele começa a noite no berço, mas por volta de 10h30, 11h, 12h, ele chora e vai pra minha cama. E assumo que gosto de dormir com ele. Só não sei como será para mudar isso mais lá para frente. Quem sabe, com uns dois aninhos, quando ele tiver uma caminha e não um berço, eu não tomo coragem pra mudar isso.

    Muito bom o post. É bom ver que a maioria das mães de bebês não dorme a noite toda.

    bjim

    Comentário by Liza — 8 de maio de 2012 @ 10:32 am

  30. aaahhh então é fase, é?????? óteeemooo, pq pelamordedadá, tá PHODA!

    Laura hoje tem 16 meses, 1 ano e 4, mas….. ela ERA, FOI, UM DIA ESTEVE bem. Não mais…. não sei pq…. vou me sentar e te contar: ela dormia cerca de 11h seguidas, dos 4 meses aos 12. Dormia às 7:30 e acordava 6:30, 7h da manhã. Direto, sem choro, sem nada. Engraçado lembrar que ela falava sozinha váááárias madrugadas, brincava, ria, rodava no berço e voltava a dormir, dificilmente chorava por colo ou mamadeira. Aos 3 ou 4 meses ela aprendeu a dormir sozinha no seu berço, com a rotina de banho relaxante, música relaxante, mamadeira no escuro e berço acordada ainda. Dormia depois de 5 minutos, mais ou menos. Claro que quando estava doente, tudo mudava…. mas eram exceções (ou nem tanto, pq como ela foi pra escolinha, vivia doente a partir do oitavo mês). Aí ela completou 1 ano, e eu acho que ela pensou "fiz 18, sou independente, choro, levanto, berro, grito e alguém vem aqui" e assim é…. ela passou a acordar umas 3, 4 vezes de madrugada, não é fome, não é sede, não é frio ou calor. É acordar. Realmente, às vezes é meia-noite, outras, 5h da manhã!!!!! Caraca, 5h da manhã é foda! E quando ela acorda as 5h, ela quer acordar mesmo, tipo "bom dia sol", sabe? Horror. Hoje em dia, dificilmente ela dorme a noite inteira – lembrando que ela dorme as 20h todos os dias (sem exceção, só quando não estamos em casa, óbvEo), seguimos ainda a rotina pré-banho, e se eu a deixo no berço acordada é a mesma coisa que jogá-la do precipício. Ela chora, grita, se levanta na hora, tenta sair do berço…. ou seja, além de dormir no meu colo, quer o meu colo pela madrugada inteira. (eu realmente não estou achando que seja coincidência….)… quando decidi ser mais flexível (não deixá-la chorar para dormir, não deixá-la chorando de madrugada – pq eu deixava), ela passou a abusar DIMIM. Muito. Sempre. Hoje em dia, te juro, dos 7 dias da semana, acho que só 2 ela dorme sem intervalos. Graças a Deus, esta noite foi uma dessas, mas a passada ela acordou as 5h da manhã….

    Tudo virou ao contrário, até a mãe. Ou seria o inverso, a mãe se fragilizou e solidarizou com o choro da filha e tudo mudou, ela abusa de mim. Mas eu não tenho mais coragem de deixá-la chorando por 5, 10 minutos…. não tenho. Só 1 ou 2 está de ótimo tamanho.

    Vamos torcer para que passe logo!!!!

    Beijos!!!

    Comentário by Daniela — 8 de maio de 2012 @ 10:56 am

  31. Well, well, cheguei até aqui por indicação de uma mãe que sabe o que andamos passando com o sono da Alice (20 meses). Aqui só falta levar ela pra benzer, até neuropediatra marcamos (11/05) só não posso dizer que fiquei mais tranquila de ver tanta criança agindo da mesma forma, pois não me conformo com esse estado de sono irregular demais, sem descanso pra minha filha e pra nós (pai e mãe) e vou continuar procurando uma solução, talvez encontre…quando a "fase" passar.
    bjs

    Comentário by Andrea — 8 de maio de 2012 @ 11:06 am

  32. Andrea, passei exatamente pela mesmo cosisa: neuropediatra, benzedeira, médico homeopata, alopata, simpatias, acupuntura e tudo mais….
    A minha filha só ocmecou dormir melhor com quase 3 anos !!! Antes disse ela acordava de 5 a 12 vezes durante uma noite, acordava sempre chorando e gritando, era um verdadeiro horror !!j
    Eu sofri muito, li muito, conversei com muitas pessoas …..
    E vc quer saber o que resolveu ? O tempo !!!!
    b

    Comentário by laura — 9 de maio de 2012 @ 3:13 pm

  33. Ler essas experiências ajuda a acalentar o coração das mamães que sempre acham que estão fazendo tudo errado…
    Minha bebê , até os 3 meses, acordava de 2 a 3 vezes por noite para mamar; fazia isso no escuro, sem barulhos e ela voltava a dormir sossegada. Durante o dia dormis umas 2 sonecas de 2h cada, e também eu mantinha barulhos na casa e a persiana aberta.
    Daí, uma bela noite, ela adormeceu às 19h e só acordou às 6h dia seguinte: que felicidade! As sonecas diurnas continuaram no mesmo ritmo.
    E essa alegria durou até os 6 meses, quando começou a acontecer tudo ao mesmo tempo agora na vida da garotinha: introdução de alimentos sólidos, dente nascendo, mamãe voltando ao trabalho e bebê ficando o dia todo no berçário. Foi o pior mês de nossas vidas, começou a acordar a cada 2h, o dia seguinte era muito infeliz para mim. Aos poucos foi melhorando, acordando a cada 3h, 4h e agora, aos 10 meses, acordando 2 vezes…nesse período também houve dentes nascendo, febres estranhas, nariz entupido e tosse, e agora, ansiedade da separação. Só que, nunca consegui fazer ela voltar a dormir sem o peito…todo mundo fala para não dar o peito, mas comigo é impossível! Algumas poucas vezes ela volta a dormir só com o pai, mas invariavelmente acorda um tempo depois querendo a mamãe…realmente não sei o que fazer!

    Comentário by Ana Paula — 8 de maio de 2012 @ 11:09 am

  34. Luiza, eu estou convencida de que o sono do bebê passa por diversas fases nos primeiros dois anos. E dificil falar de padrão. O Miguel está com 1 ano e 6 meses e quando tinha 1 mês nos brindou com a primeira noite inteira de sono. Era uma maravilha e eu não entendia as piadas de que pais de recém-nascidos não dormem bem. Dormíamos demais até. Isso durou até os 5 meses. Daí em diante até mais ou menos 1 ano, o sono dele era muito irregular. O normal era acordar várias vezes durante a noite para mamar. Eu vivia um trapo, porque trabalhava o dia inteiro no escritório e amamentava a madrugada inteira. Com 1 ano e uma semana ele simplesmente não quis mais mamar. Começou a recusar o peito, que ele só tinha a noite. E a partir daí, o sono dele voltou a ser ótimo, com algum destaque para os últimos meses. Mas volta e meia ele acorda durante a noite, chamando, chorando… Acho complicado falar de um padrão, mas acho que, até por comparação, ele dorme bem. Em setembro chega mais um bebê, e aí vamos ver se irmãos criados da mesma forma tem a mesma propensão a dormir a noite inteira ou se é da personalidade de cada um mesmo…

    Bjs, amo o seu blog!

    Comentário by Flavia Cahete — 8 de maio de 2012 @ 11:11 am

  35. Concordo plenamente: Bebês que dormem a noite inteira, não são regra… depende muito do temperamento e das características de cada um, é algo peculiar e tambem acredito piamente que não adianta querer encarnar o treinador de bebês e forçar a barra para que isso aconteça… é tortura! tanto para o bebê, quanto para a mãe…

    Comentário by fabiana — 8 de maio de 2012 @ 11:22 am

  36. Uma grande amiga com dois filhos, dois meninos, atualmente com 6 e 8 anos: um deles dormia a noite inteira desde os 6 meses, o outro só começou perto dos três anos…
    Mas não é só no sono que eles apresentaram tantas diferenças:
    Um é quieto, organizado, super disciplinado e responsável, esse é o que só começou a dormir a noite inteira perto dos três anos…
    O outro super agitado, bagunceiro, hiper falante e barulhento, esse último é o que sempre dormiu bem desde os 6 meses… uma criança adorável, mas, pense no trabalho que essa pimenta dá quando está acordado!
    Enfim, é isso, cada criança é uma pessoa com características próprias… cada filho é de um jeito, não adianta querer enquadrar, a gente ama cada característica deles, independente de ser menos ou mais conveniente pra gente… não é!?

    Comentário by fabiana — 8 de maio de 2012 @ 11:35 am

  37. Oi Luiza! Já escrevi sobre esse meu "problema" em um outro post teu. Sou mãe da Alice (01 ano e 01 mes). Meu bebe dos cinco aos oito meses dormia a noite toda, mas desde entao tem acordado uma duas vezes à noite para mamar, mas nas ultimas semanas tem acordado muuuuuuito e quando eu deixo ela sozinha começa a chorar querendo ficar comigo. Tenho medo de estar botando no costume de só dormir comigo e quero tirar o peito, mas tenho pena e fico pensando no nascimento dos dentes (ela agora que tem dois). Vou aqui seguindo minha vida e agindo de acordo com o meu coração de mae diz, não tem termometro melhor.

    Comentário by Aline (mãe de ALice) — 8 de maio de 2012 @ 11:47 am

  38. Olá!! Vc escreve MUITO bem…. Meu pequeno vai fazer seis meses e parece que estava lendo a nossa vida aqui em casa!! Meu bebe quando nasceu acordávamos 6, 7,8 não dormíamos essa que é a verdade. Depois quando meu leite se foi e tivemos que entrar com a mamadeira ele acordava 3 ou 4 vezes. Aos três meses tivemos nossa primeira noite inteira… parecia um sonho! Fiquei aquele dia inteiro super bem pois havia conseguido descansar plenamente pensava o tempo inteiro poderia ser assim sempre, mas não foi! Foram apenas três dias e tudo voltou ao normal. Depois aos 4 meses ele começou a dormir toda a noite, dormindo por volta das 20 horas e acordando 6 da manha parecia uma louca pois não poderia cair uma pena ao lado dele que o menino acordaria fazendo um super escândalo então andava na ponta dos pés não fazia mais nada dentro de casa apenas tomava meu banho e dormia. Mas agora já começou acordar novamente de madrugada, se vira para todos os lados, quer conversar, dá risada, grita e eu muda! Essa noite mesmo foi super complicado levantei sei lá quantas vezes e o menino dormindo se virava para todos os lados e gemia, botamos termômetro demos mamadeira e nada!
    Lendo seu post não tem como não concordar com tudo que vc escreveu e também vale sua experiência ser muito maior que a minha já! Achismos ou não ser mãe é assim, mas acho que o pior é ouvir aquelas coisas "mas seu filho não dorme a noite toda? minha/meu filho dorme desde que nasceu"…
    Parabéns pelo post! Ao menos sei que acontece em outros lugares também!
    Bj

    Comentário by Marcela — 8 de maio de 2012 @ 11:52 am

  39. Sou iNgual a Carolzinha… MIGUEL NUNCA DORMIU, NUNCA, NUNCA. Essa história de fases aqui em casa não cola não. A fase deve passar lá pelos 18 anos.

    Comentário by Thaísy — 8 de maio de 2012 @ 3:32 pm

  40. Muita coisa parecida, aliás, beeeem parecida. Pedroca está prestes a completar dois anos, e TAMBÉM NÃO DORME A NOITE INTEIRA. E eu também uso o peito como recurso para que ele volte a dormir logo. Hoje ele só mama para dormir. Mas já estou decidida a mudar isso por aqui..Não estou curtindo mai amamentar…sinto que já chegou a hora dessa nosso momento findar.
    Ele já dormiu algumas vezes por 8h seguidas, mas nem lembro a idade só sei que eu acordava muito feliz…
    Hoje eu sigo o mantra " é fase, um dia vai passar, não é possível que dure para sempre"

    Boa sorte para todas nós!!

    Comentário by franciele alves — 8 de maio de 2012 @ 10:22 pm

  41. pois ´´, estou na fase dos 10 meses, onde após meses dormindo a noite toda, ele resolve acordar engatinhando no berço, em pé, e essa noite, tirando a blusa hahahaha
    São fases, desde que pesei em ser mãe, sabia e aceitei o fato de que exstem fases, fases boas de noites ranquilas e outras nem tanto, a cabecinha dos pitocos, com tantas descobertas, novidaes e conquistas, piram, sem contar os dentes, maleditos hahaha, todo mês nasce pelo menos 1…e ai, tudo se altera novamente…
    Ser mãe, ainda é a tarefa mais bonita e mais cansativa da face da terra.

    Comentário by Augusta — 9 de maio de 2012 @ 12:46 pm

  42. Lu, eu queria tanto tanto comentar esse seu post que nem consegui ler-lô inteiro de tanta ansiedade rsrsrsr

    A Clara passou a dormir as 9 e acordar as 6 com 2 anos e meio… antes disso tivemos noites de muita agonia, muito desespero e muito choro de mãe rsrs (ué mãe tb chora!!). Hj em dia as coisas melhoraram, mas como vc mesma disse, existem noites ruins nas quais ela acorda algumas vezes ou dorme agitada, enfim….

    Eu tb passei muitas e muitas noites pensando: "será que essa é a noite que ela dormirá a noite toda", "rezei muitas vezes debruçada sobre o berço dela"…. Como disse, hj ainda não é um mar de rosas, continuo não dormindo o suficiente, afinal de contas, ela dorme as 9 e acorda as 6: 30 (as vezes as 5:30 aff), mas eu não durmo as 9, certo ? Ok, ok problema meu rsrs

    Com essa saga do sono eu desenvolvi um mantra: "ok, ela só vai dormir bem a noite toda quando tiver uns 15 anos e partir dessa data ela tb vai começar a sair, namorar etc etc e ai quem não vai dormir sou eu " hahahahahha

    É a vida de mãe !!!

    Comentário by laura — 9 de maio de 2012 @ 3:10 pm

  43. Aqui em casa. Lara hj com 11 meses passou a acordar uma vez a noite, pelas 3:00, levo pra cama, ela mama e vira pro outro lado e dorme, termina a noite na cama compartilhada. Isso acontece há 1 mês, antes dormia a noite toda. Atē o quarto mês eu tinha que acordar ela pra mamar. Dizem que eu cantei vitoria antes do tempo me gabando de ter um bebe que nao acorda a noite. :/

    Comentário by marta — 9 de maio de 2012 @ 4:31 pm

  44. Olá! Adoro seus textos… São realmente deliciosos de ler… Mas fiquei até com do de vc. Não consigo me imaginar nessa situação. Tenho dois filhos. Um de 6 e outro de 18 meses. E os dois começaram a dormir a noite inteira desde os 2 meses! Uma benção. Não sei te explicar o que fiz. Pois Tanto um quanto o outro não me deram trabalho quanto a isso e nunca impus alguma regra… Mas funcionou muito bem.
    Bom, continue com seus posts… Adoro!
    Beijos

    Comentário by Carolina Simionato — 9 de maio de 2012 @ 11:49 pm

  45. Querida, adorei o post. Olha, Alice sempre dormiu maravilhosamente bem até os 9 meses. Daí desandou de vez. Acorda muitas vezes, coisa de 6, 7 vezes. Quando são poucas, 2, 3. O bom é que ela dorme até 8, 9… se dorme mais tarde, acorda mais tarde, parece que compensa as acordadas pela manhã. Não sei o que aconteceu, se foram os dentes, a ansiedade de separação… só sei que fico muito cansada. E ela sempre me quer. Parece que o pai não serve. Quase nunca a colocamos na nossa cama, mas o berço fica ao lado para facilitar a minha vida.

    Obrigada por compartilhar!

    Beijos mil!

    Comentário by Patrícia Boudakian — 14 de maio de 2012 @ 5:46 pm

  46. Engraçado é que desde sempre a Lara sempre teve o sono muito bom e regular.
    Quando ela mamava, acordava uma ou nenhuma vez à noite, e ela continua nessa. Dorme entre 19/20h e acorda entre 5:30/6:30! Além disso, também dorme de novo de manhã, ou na hora do almoço.
    Ainda bem que, com relação ao seu sono, não tenho nada a reclamar! Piorou um pouquinho quando ela ficou mais velha sim, mas foi coisa pouca. Tinham noites que ela resmungava bastante, ou chorava. Mas nada que me atrapalhasse, ou a ela!

    De fato, é chato acordar tão cedo, mas o bom é que dá pra aproveitar bastante o dia!

    Comentário by Maria Thereza — 14 de maio de 2012 @ 9:31 pm

  47. oii Luiza, bom em muitas fases a Sophia seguiu o estilo de sono do Ben, no começo dormia maravilhosamente o tempo todo hahaha, depois que começou as cólicas que acabou a felicidade, era sempre a noite na hora de dormir, até que um belo dia eu cantei uma musica do Beatles – All My Loving, que sempre cantava pra ela quando estava gravida e aquilo magicamente acalmou ela, acabou virando a musica dela dormir também, era começar a cantar ela já acalmava e começava a ficar sonolenta, valia pra quando ia ao medico e tomar vacina também, depois que pararam as cólicas seguiu praticamente como o Ben só que ele acordava no começo 7 vezes pra mamar, ela acordava 3 depois que ele passou a acorda 3 ela passou a acorda umas 5 vezes, as vezes só acordava porque queria o colo, era pegar ela e ela voltar a dormir automaticamente, mas acho que também por ser só eu e ela o dia todo, minha família fica fora a maior parte do dia, então quando tava com nove meses também pegou num grude que era só eu o tempo todo, não queria saber de ninguém e isso foi até um ano, depois de um ano ela passou a dormir as 9:30 da noite e acordava mesmo as 9:30 da manhã, mas mamando no peito ainda a noite, porém voltou a mamar 3 vezes só, e no primeiro ano só teve um resfriadinho de nariz entupido uma vez que ai ficava complicadinho pra dormir, mas foi coisa de uma semana, porém agora quando entrou no 1 ano e 4 meses estava acabando comigo, me deixando morta, e pra ajudar ainda ficou gripada ai que piorou tudo, se ela dormisse as 9:30/10:00 e houvesse algum barulho depois de 1:00/2:00 hs de sono ela acordava aos berros e não queria dormir mais, queria brincar, ir pro quarto da minha mãe, no começo eu não deixava falava pra minha mãe que não, que se ela fosse pro quarto ia acabar se acostumando e ia sempre querer fazer isso, porque quando ela acordava e ia pro quarto da minha mãe levava umas 2/3 horas para voltar a dormir, mas então minha mãe ficava vindo na sala, no nosso quarto e acabava chamando a atenção dela e colocando mais fogo nela o que consequentemente fazia ela levar 2/3 horas para dormir, então chegou uma semana que desisti, quer ficar com ela no quarto pode ficar, mais vai fazer ela dormir também, porque eu to cansada, fico parecendo um zumbi o dia inteiro e quando vocês cansam vocês entregam ela e dorme o resto da noite, nossa super me revoltei hahahaha, porém com a graça de Deus nas ultimas duas noite ela dormiu super bem, ontem ela foi dormir era pouco mais de 8:30, acordou hoje quase seis, brincou um pouco mais logo voltou a dormir e foi maravilhoso e ela continua no peito o que torna tudo mais pratico e fácil, porque ter que levantar pra pegar mamadeira e qualquer outra coisa durante a madrugada ninguém merece, sem contar que o peito é muito mais saudável né

    Comentário by Josie Romain — 17 de maio de 2012 @ 3:44 pm

  48. Esse foi o post mais útil que eu já li na blogosfera materna.
    🙂

    Comentário by Mariana Della Barba — 9 de julho de 2012 @ 10:46 pm

  49. Amiga, dá cá um abraço! Me identifiquei super, é issaí, mesma coisa aqui em casa. Dá vontade de jogar todos aqueles manuais sobre sono do bebê pela janela. Depois de seguir bonitinho tudo o que eles mandavam e fazer o bebê dormir lindamente, aqui está ele com quase 2 anos acordando a noite inteira, querendo dormir só comigo… caos. E assim segue a humanidade…

    Comentário by Gisela Blanco — 11 de julho de 2012 @ 2:27 pm

  50. […] mas tive paciência de esperar que isso acontecesse naturalmente. com 1 ano e 4 meses ele passou a dormir a noite toda e, depois disso, toda vez que ele acordou à noite (especialmente após largar a chupeta) eu […]

    Pingback by potencial gestante – mame e desmame — 10 de setembro de 2012 @ 4:17 pm

  51. Luiza!!
    Coincidência ou não, o meu texto da semana é sobre o sono, e o tema é: Eles não querem dormir sozinhos!! Concordo com isso, e vou resumir, senao me empolgo muito:
    Ninguém gosta de dormir sozinho, nem a gente, então eu sempre fiz a Penélope (que tem a idade do Benjoca) dormir na minha cama, para a minha comodidade, depois coloco ela na cama dela, e como a cama dela é uma mini-cama, quando ela acorda, no meio da noite, ela vem andando até o nosso quarto e pede colo 🙂 Fácil e prático, pego ela, aninho no meio da gente e assim dormimos os 3 lindamente!
    Durante a semana ela acorda as 7h pra mamadeira e jah arrumo ela pra escolinha, finais de semana não! Ela come e volta a dormir, e quantas vezes nós 3 já dormimos até as 10h 11h 🙂 é um sonho hehehehe
    Beijos

    Comentário by Andreza — 26 de setembro de 2012 @ 10:53 am

  52. Oi luiza, comigo é assim também !!!

    dormia como um anjo, ele hojte tem 1 ano e 3 meses… e os dentes ainda estão nascendo não dorme mais a noite toda ( no berço) dorme comigo e meu marido na cama… ai ele dorme…. mas nós não..rsrs Adoro o blog e curto no face. BJs

    Comentário by Carolina — 26 de setembro de 2012 @ 11:01 am

  53. Foi muito bom ler sue texto. O encontrei pesquisando sobre o sono do bebe, depois de passar mais uma de muitas noites acordadas , estar no escritorio , acabada, com palpitações e esgotada pela falta de descanso. Hoje em especial estou pessima, deprimida, triste achando que eu nao poderia ter sido mae, nao sou essa fortaleza toda que uma mae deve ser.
    Sei que é uma fase. E estou buscando mecanismos para amenizar tanto desgaste.
    Obrigada pelas palavras.
    Lucimara

    Comentário by Lucimara — 13 de maio de 2013 @ 10:12 am

  54. depois de mais uma de mil noites sem dormir , encontrei o seu texto. dá um alivio , mas nao deixo de estar esgotada, hoje especialemnte deprimida, triste, achando q eu nao deveria tetr sido mae. tenho um bebe de 11 meses, sei que vai passar , que é uma fase, mas estou no limite, e nesse momento no escritorio depois de nao dormir mais uma noite bate o desespero…
    de qq forma obrigada por dividir sua experiencia.

    Comentário by lucimara — 13 de maio de 2013 @ 10:15 am

  55. Difícil, difícil…reli o post! Eu tinha lido na época. Me deu vontade de compartilhar minha última experiência. Minha pequenininha tem oito meses. Sempre dormiu mal. Com dois meses deixava a gente dormir por cinco horas seguidas, eu achei o máximo, achei que seria disso pra melhor! Há!! Depois desengrenou duma vez….e, desde então, é aquela luta…tenta daqui, dali…sempre dormiu ao meu lado, de repente, não quis mais o bercinho, veio pra minha cama. Passou uma semana acordando tanto e berrando que eu pensei: será que tem coisa errada? Ela está ao meu lado, abraçadinha comigo, mas berra tanto. As vezes nem o peito acalmava! Foi a primeira vez que meu marido realmente se manifestou e disse: ela tá pedindo alguma coisa, ela não tá confortável aqui. Então tentamos, o que sempre abominei, deixá-la no seu próprio bercinho até que dormisse. Ela chorou…eu chorei…mas, já que tinha começado, resolvi continuar. Dois dias, dez minutos de choro e um sono a noite toda! No quarto dia, nenhum choro!
    Não sei o que isso significa, não sei mesmo! Pode ser que isso mude de repente, até por que ainda não nasceram os dentinhos. Achei o processo dolorido. Vinte minutos de choro do bebê, foi, para mim, a pior coisa. Todos os dias eu me arrepio e rezo pra Deus não deixá-la chorar, por que é perigoso eu desistir do processo todo…mas por enquanto, posso dizer que tô muito feliz por ter dormido três noites inteiras. Achei que eu fosse demorar muuuuiiiito mais pra ter isso!
    Também tive uma briga feia com a encantadora de bebês! Tive raiva de ter lido e me influenciado por aquilo! por que a realidade se mostrou COMPLETAMENTE DIFERENTE!
    Mas eu fiz um grande esforço. E fico feliz por ela estar dormindo no bercinho dela, espaçoso. Não sei se é certo. Já li tanto, dos prós, dos contras…mas a gente não acerta em tudo. E, às vezes, segue o coração e vê no que dá, né?
    Beijo

    Comentário by Aline — 20 de novembro de 2013 @ 10:50 am

  56. Luiza, antes de mais nada, parabéns pelo seu blog!! Fiquei VICIADA em ler os seus posts! Tenho uma menininha linda, da mesma idade da sua Constança! Sou mãe de primeira viagem e me identifico muito, mas muito mesmo com as suas idéias de lidar com os pequenos! Sou a favor dessa maneira meio híbrida e particular de criar os filhos, uma coisa bacana daqui, uma outra idéia dalí e assim vamos indo! Com uma certa organização mas não adestramento! E deixar o bebê livre pra crescer e amadurecer como ele pode e não como a gente quer, às vezes ansiosas pelos marcos de desenvolvimento como se fossem atestado de inteligência…rs. Lendo seu blog, sinto como se o caminho que escolhi (assim meio que intuitivamente) pra seguir com a minha Lê ( o nome da pequena é Letícia) realmente valesse a pena!
    Obrigada por compartilhar suas experiências!
    Bjs!

    Comentário by Maíra — 23 de janeiro de 2014 @ 8:28 pm

  57. Uau, amei o post Luiza, simplesmente é demais! Estou com meu bebê de 13 meses e todas as fases que vc citou, passei com ele, exatamente igual…agora estou penando com a quantidade de vezes que ele está despertando, que antes era de 2 vezes no máximo e que agora é de 4 a 5 vezes…talvez seja os molares, ou a mudança de casa que aconteceu há quase dois meses.FASE, É UMA FASE! Que bom que não estou sozinha nesse perrengue, adorei as dicas! Olha, se vc escrever um livro, saiba que já tem uma leitora hein!!!

    Comentário by Alessandra — 22 de junho de 2016 @ 4:28 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment