29 de setembro

presente feito em casa

por luíza diener

IMG_2231

há pouco mais de um mês foi o aniversário do benjamin.
por mais que tenhamos feito uma festa minúscula, ele ganhou presentes dos parentes e foi aquela farra que só se repete de novo no natal: presentes embrulhados nos papéis das famosas lojas de brinquedo da cidade, uma novidade atrás da outra. com isso ele ficou com essa história de presente comprado em loja na cabeça (coisa incomum na nossa realidade).
poucas semanas depois, recebemos um convite para a festa de aniversário de uma coleguinha da escola. ele logo me avisou: “precisamos ir na loja de brinquedos comprar um presente para ela!”. eu nem dei muita trela e nem ignorei o assunto. disse que estava pensando em comprar uma coisa diferente, numa lojinha aqui perto de casa.

aí, na semana passada, poucos dias antes da festa, chegou aqui em casa uma caixinha de arte surpresa. ele ficou empolgadíssimo com o tema que escolhi – aventura na neve – que era de boneco de neve e pinguim. por algum motivo ele ama pinguins desde bebê e nos últimos tempos tem estado encantado com neve (especialmente depois de assistir um tal filme que vou deixar vocês adivinharem o nome), que é algo que ele nunca viu e que justamente por isso desperta uma curiosidade infinita nele.
abriu a caixa, ficou todo animado com as instruções do esquilo (como sempre) e queria fazer tudo ao mesmo tempo.
quando terminou de confeccionar um pinguim feito de garrafa recheada de arroz cru, bola de isopor, papelão e meia, contemplou a obra com o maior orgulho. deixou ele secando na janela e volta e meia dava uma espiada pra ver se ele estava pronto. enquanto isso foi hora de cochilar para não ir para a festa cansado.
passado o cochilo, ele acordou disposto a sair logo pro aniversário e, a essa altura do campeonato, parecia ter esquecido a tal da história de comprar o presente na mega loja de brinquedos… engano meu! ele se arrumou, se penteou, calçou os tênis, dirigiu-se à janela e afirmou categoricamente: “a gente não vai comprar presente! vou dar o meu pinguim de presente pra minha amiga! preciso de um embrulho bem bonito!”. não achando nenhum papel de presente, encontrou uma caixa de sapatos, colocou o pinguim lá dentro, buscou um giz de cera e me perguntou: “quais são as letras do nome dela, mamãe? me ajuda a escrever aqui?”.
terminou de escrever o nome de trás pra frente, decorou o resto da caixa e soltou um “estou pronto! vamos?”. claro que não saímos tão rápido assim, mas a determinação dele me impressionou. só não me impressionou mais do que a atitude desprendida dele de dar algo criado pelas próprias mãos e que, do tanto que ele gostou, decidiu dar de presente à sua amiga. talvez ela, no meio de tantos brinquedos comprados, não tenha dado tanta atenção ao pinguim coberto de meia e recheado de arroz (ou pode ser que eu me engane, vai saber), mas com certeza benjamin nos ensinou uma lição: pra presentear você não precisa gastar um dinheirão e comprar um presente ostentação. crianças se divertem com pouco e – vamos combinar – enjoam fácil da maioria dos brinquedos.

então por que não dar um presente que mexa com a imaginação da criança? prefiro mil vezes algo criativo a um brinquedo pronto, “morto”, imutável.
as próprias caixinhas da arte surpresa têm nos servido de exemplo pra isso: uma garrafa pode virar uma tempestade de neve, um pinguim, um vagalume, um chocalho. tinta, cola, papelão, então, nem se fala!

claro que cada criança é uma e eu não gosto de generalizar, mas tenha em mente que crianças são simples por natureza e às vezes sentem verdadeiro orgulho de algo que seja fruto de suas próprias mãos.

é porque a ideia não me ocorreu antes, mas nos próximos aniversários quero proporcionar aos amiguinhos do benjoca essa experiência de poder criar sua própria diversão. é um jeito muito mais bacana de valorizar o que se ganha e, ainda por cima, estimular a criatividade dos pequenos.

700_pixelIMG_2201IMG_2203IMG_2206 IMG_2245

pra quem se interessou pela Arte Surpresa, existem vários tipos de caixinha com temas diferentes (já experimentamos aqui esse da neve, da natureza e da copa, mas tem safari, dinossauro, instrumentos musicais, circo, pirata…). é feita para crianças de 1 a 7 anos e vem com todo o material necessário para a brincadeira e um livro de instruções. você pode comprar uma caixinha avulsa, fazer uma assinatura mensal ou semestral, para receber em casa todos os meses.
para conhecer mais a respeito, confira mais em

www.artesurpresa.com.br

outras caixas de arte surpresa que já apareceram por aqui:

explorando a natureza

especial da copa
selo matrioska

 

Related Posts with Thumbnails

categorias: 4 anos, benjamin, publicidade, quer uma dica?

assine nosso feed ou receba por email


8 Comments »

  1. Amei, amei! Agora vem cá, não sei se vc já viu como são, mas vc acha q bebês de 1 ano iam curtir essa caixa? Minha filha é 2 meses mais nova que Sansa e fico louca pra comprar uma dessas!

    Beijo!

    Comentário by Camila Viegas da Cunha — setembro 29, 2014 @ 2:45 pm

  2. Meninas, para a idade das nossas bebeias existe outro tipo de caixinha da arte surpresa.
    Eu ainda não experimentei pra Sansa, mas tenho certeza de que ela adoraria.
    Vejam aqui: http://artesurpresa.com.br/exemplos2.php

    Beijos

    Comentário by luíza diener — setembro 29, 2014 @ 4:30 pm

  3. ArraZÔ. Dois lindos o pinguim e o Benjoca.! Tô com a moça do comentário de cima. Minha filha tem 10 meses e eu também fico doida pra comprar uma dessas.

    Comentário by fabrinadutra — setembro 29, 2014 @ 3:44 pm

  4. Fabrina, voou te dar a resposta que dei ali em cima pra Camila:
    para a idade das nossas bebeias existe outro tipo de caixinha da arte surpresa.
    Eu ainda não experimentei pra Sansa, mas tenho certeza de que ela adoraria.
    Veja aqui: http://artesurpresa.com.br/exemplos2.php

    Beijos

    Ps: sempre leio seus comentários tão queridos, mas não sei se já respondi algum. Se sim, me desculpe a amnésia. Se não, me desculpe a falta de delicadeza (na minha cabeça eu respondo todos). De qualquer forma, obrigada pela interação sempre!

    Comentário by luíza diener — setembro 29, 2014 @ 4:33 pm

  5. Que legal. Olhei o link.
    Já respondeu, eu gosto de comentar. Até pq sou íntima kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Comentário by fabrinadutra — outubro 1, 2014 @ 4:54 pm

  6. Morri 100 vezes de amor por esse menino Benjoca!!!Minha inspiração…

    Comentário by Gabriela — setembro 30, 2014 @ 4:53 pm

  7. Parabéns por ser essa mãe "suficientemente boa"¹ para seus filhotes… Por deixarem que eles atuem livremente, por eles mesmos, de modo tão criativo e saudável. Meu Julio Cesar mais um pouco chega aos meus braços e é assim que pretendo conduzir a vida dele. Obrigada pelo exemplo… Um abraço!
    PS¹ – esse termo foi criado por Winnicott, psicanalista pelo qual tenho muita admiração
    PS² – adorei a dica do "arte surpresa"… espero poder ter isso logo em casa com meu filhote!

    Comentário by Carla Dourado — outubro 1, 2014 @ 11:26 am

  8. Aqui amamos as caixinhas da Arte Surpresa 🙂

    Beijos

    Tatiane Freitas
    http://www.prioridadedemae.com

    Comentário by Tatiane Freitas — outubro 16, 2014 @ 9:22 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*