13 de novembro

comédia da vida privada: agora, pública e com filhos

por hilan diener

depois dos filhos a experiência sanitária deixa de ser algo individual e passa a ser coletivo. um coletivo bem barulhento e lotado de gente. quase um laboratório de testes e novas experiencias, não para mim, para eles, é claro.

aí você pensa: que bobagem, é só fechar a porta e pronto. vai pensando. já tentei fechar a porta em alguns momentos, mas não é tão simples assim. criança sabe bem ser insistente quando quer uma coisa. ainda mais quando ela já aprendeu a bater na porta e a fazer perguntas. BAM BAM BAM! papai você tá aí? tá fazendo cocô! papai tá tá fazendo cocô é? mindoca também quer fazer.

e se você não pode vencê-los, junte-se a eles. aqui em casa já chegou ao ponto que ninguém mais fecha a porta para ir no banheiro. mas calma, se você for nos visitar com certeza vamos abrir uma exceção. esse nível de intimidade banheiristica só vale para o moradores do apartamento. leia-se: eu, luiza, benjamin e tov. fiquem calmos.

cuidado com a tampa

lembro aqui em casa começou cedo. eu ia para o banheiro fazer xixi e de repente uma presença curiosa se punha do meu lado e ficava me observando, sem mais nem menos o miniserhumano decidia que eu devia parar de fazer xixi e fechava a tampa da privada sem a menor cerimônia. PAFT! resultado: xixi na tampa da privada bate e rebate por todo lado. uma beleza. só que não.

avaliação de rotina

nesses momentos, me sinto no trabalho dando status dos jobs que estou fazendo. “pai você tá fazendo xixi?” o que é isso? é xixi é? quero ver.” papai tá fazendo cocô, tá? quero ver. quero ver o cocô do papaiiiiiiiiiii!”
até aí, tudo bem. a gente dá um jeito. contorna a situação. o problema maior é que a única coisa que separa nosso banheiro do apartamento vizinho é um vão de poucos centímetros. ou seja, nosso vizinho sabe todos os nossos hábitos com direito a narração. um gps evacuatório só que com voz fofinha.

sincronia

li uma vez que mulheres que ficam muito tempo juntas, uma hora ou outra sincronizam seus ciclos mentruais e acabam menstruando juntas. acho que o mesmo acontece entre pai e filhos no sistema excretor. justamente na hora que preciso atender o chamado da natureza o baixinho que estava brincando ou fazendo qualquer outra coisa sente uma vontade súbita e quer fazer um cocô ou xixi grupal.

liberdade de expressão

toda vez que vou fazer o número um coloco a mão na parede, rapidinho o benjamin percebeu isso. dia desses não sei por que cargas dágua resolvi não colocar. ele ficou me observando e soltou um: coloca a mão na parede papai íne!
então além de ter plateia de um homem só para momentos assim. ainda tenho que seguir as ordens do rapaizinho. só rindo.
a minha sorte grande é que ele ainda está na fase do “que é isso?” imagine quando chegar a fase do “porque!?” vou precisar resgatar meus livros antigos de biologia.

concentração

existem pessoas que são iguais aos patos: sentou cagou. no meu caso é bem diferente. preciso de concentração e leitura. é importante o silêncio. mas quem disse? acabei aprendendo a fazer minhas necessidades em qualquer circuntâncias. com certeza isso é algo bom. foi árduo e ainda é, mas estou pronto para situações de pressão. mesmo rolando um apocalipse zumbi no mundo e eu estiver apertado vou conseguir me aliviar numa boa e ainda dar tempo de sair correndo e salvar a família.


arrasando no banheiro público

adeus fraldários

o benjamin está praticamente desfraldado. ele agora só usa fralda pra dormir. então quando saímos de casa ele saí de cueca. e seja o que deus quiser. essa vida de pai/mãe é igual video game, a proxima fase é sempre mais difícil. se antes a dificuldade era encontrar um fraldario, hoje, a dificuldade é levar seu filho pra fazer xixi em banheiros nem sempre limpos e de adultos.
é muito difícil achar um banheiro que seja para crianças. o resumo da ópera é: se prepare para ter que entrar junto com seu filho em lugar minúsculos, ficar de joelho bem pertinho de privadas, limpar algumas latrinas com papel higiênico e ficar mestre em prender a respiração.

esse sou eu. depois deste post:

 

Related Posts with Thumbnails

categorias: benjamin, criança, pai feito, um pouco de humor

assine nosso feed ou receba por email


22 Comments »

  1. vergonha alheia pelo Hilan por esse post hahahahahaha

    Comentário by nataliafbotelho — novembro 13, 2012 @ 2:00 pm

  2. alguém invadiu meu pc e postou este post.
    hacker de merda!
    eu não tenho nada a ver com isso.

    Comentário by HilanDiener — novembro 14, 2012 @ 10:53 am

  3. nossa muito engraçado,espera chegar o proximo e ter q carregar os dois pro banheiro ou fazer q nem eu(quando entro no banheiro, dentro 2 minutos te alguem chorando,aí deixo a porta aberta, p qualquer coisa sair correndo…kkkkkkkkkk SE PREPARA
    ###VIDA DE PAI /FAZ PARTE

    Comentário by Sueli Nascimento — dezembro 18, 2012 @ 6:28 pm

  4. quase morri e tanto rir!!!! hilário!!!

    Comentário by Bete — novembro 13, 2012 @ 2:07 pm

  5. essa parte foi a melhor/pior : tem gente que é igual pato: ______________ hahahahahahahahha

    Comentário by maria joaquina — novembro 13, 2012 @ 2:11 pm

  6. hahahah vc é demais, escreve super bem, mt cômico!

    Comentário by Juliana — novembro 13, 2012 @ 2:26 pm

  7. escrevo mal pra burro. o corretor de texto e a luíza que corrige tudo pra mim! hahah

    Comentário by HilanDiener — novembro 13, 2012 @ 5:04 pm

  8. hahahahaha… muito bom! Adoro saber que não sou a única (até parece) a ter platéia no banheiro!!

    Comentário by Janete — novembro 13, 2012 @ 3:51 pm

  9. Hahahha gente amo vocês, amo o blog, amo essa naturalidade em compartilhar o backstage desse show de rock chamado mater/pater nidade! Amo gosto e recomendo para todos q conheço!

    Comentário by Fabiola melo — novembro 13, 2012 @ 7:07 pm

  10. adeus fraldario q nada. ano q vem vcs voltam a frequentar os fraldarios kkkk
    bjsss

    Comentário by Kellinha Poli — novembro 13, 2012 @ 7:57 pm

  11. obrigado por me lembrar! 🙁

    Comentário by HilanDiener — novembro 14, 2012 @ 10:54 am

  12. Ainda não chegamos nessa fase. Bom saber! e… péssima a parte de ter que achar banheiro público e tal, essa deve ser a pior parte mesmo.

    Comentário by Mamãe do Otávio — novembro 13, 2012 @ 8:40 pm

  13. ahahahhaha, ótimo, hilan! não é todo mundo que fala destas coisas com tanta leveza e bom humor!
    tem horas que só o pai mesmo! parabéns!

    Comentário by Paloma — novembro 14, 2012 @ 5:08 am

  14. valeu paloma! bjs nas meninas!!! 🙂

    Comentário by HilanDiener — novembro 14, 2012 @ 9:21 am

  15. LOL com a parte do GPS com voz fofinha….. hahahhahaha

    Muito bom!!!!

    Comentário by Aracyana — novembro 14, 2012 @ 8:02 am

  16. seria legal um GPS com a voz do benjamin né?

    Comentário by HilanDiener — novembro 14, 2012 @ 10:54 am

  17. hahaha o linus também manda a gente fazer tudo sempre igual! acho tão chato!!!!! hahaha
    ai da gente se pulamos um passo da rotina… e tem coisas totalmente sem sentido… por exemplo, quando voltamos da escola, agora ele vem a pé também, antes era de carrinho… enfim, tem um lugar que ele tem que sentar sempre e mexer no velcro do sapato, sempre sempre…. eu não entendo!

    e isso do banheiro, aqui em casa acho que Henrique sofre mais que eu, eu já antes já tinha o hábito de fazer tudo com a porta aberta…

    outra coisa engraçada é que de manhã quando eu acordo o Linus coloca o chinelo no meu pé e me leva pela mão pra fazer xixi!

    Comentário by carolina — novembro 14, 2012 @ 8:37 am

  18. kkkk, adorei o post. É bem isso mesmo aqui em casa, nem me dou o trabalho de fechar a porta, e estou sempre preparada para ter alguém berrando na porta, exatamente na hora que vc esta se aliviando. E sair de casa cm os pequenos é sempre uma aventura ¨banheiristica¨. Eu prefiro acreditar que o dia em que eu não limpar mais bunda alheia, sera uma vitoria!

    Comentário by Tathi — novembro 14, 2012 @ 7:20 pm

  19. hahahahahah
    Adoro esse blog! Muito divertido, sempre!
    Parabéns.
    Bjo

    Comentário by Cintya Danker — novembro 19, 2012 @ 3:34 pm

  20. Oi Hilan e Luíza AMO o blog de vocês desde muito tempo, e nunca tinha tido a oportunidade de comentar, mas hoje não resisti, GENTE é muito legal essa forma de abodar os assuntos mais delicados com humor e descontração! Quase morri de tanto ri, mas também já estou apreensiva tenho um filho de 7 meses, imagino todo esse processo de adaptação kkkkkkkkkkkkkkk
    Parabéns pelo blog, pelo Benjoca (posso chama-lo assim?) e pelo bebezinho que está a caminho.
    Felicidades =)

    Comentário by Érica — novembro 22, 2012 @ 12:19 am

  21. obrigado querida! fiquei feliz com seu comentário! não deixe de comentar sempre que quiser! tá? abs

    Comentário by HilanDiener — novembro 22, 2012 @ 10:01 am

  22. …morri de rir!!! só imaginando a cena!! (desculpa , mas acabei visualizando toda a narrativa!!) e é verdade…cada fase é mais difícil.. aminha tá saindo das fraldas e, vai por mim , menina é pior ainda!!! sentar como .??..jesus!! parabéns …adoro vcs!!!

    Comentário by geisa — dezembro 4, 2013 @ 10:29 am

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*