26 de janeiro

restaurar para conquistar

por luíza diener

IMG_2780

as crianças estão crescendo. parece que de um dia para o outro, puf!, elas dão um estirão e uma roupa ou sapato – que até um dia desses elas usavam tranquilamente – para de caber. esse é um marco de crescimento clássico pra quem tem filhos pequenos, mas outros acontecimentos são igualmente simbólicos. exemplo disso foi o cadeirão de alimentação que demos para o benjoca quando sansa estava perto de nascer. ela tinha ganhado muita coisa e eu achei que era mais que justo ele ganhar algo novo, dele, que simbolizasse sua independência de alguma forma.
o tal cadeirão era fácil de subir e descer e ele podia sentar-se junto a nós na mesa. conforme ele cresceu eu ainda fiz alguns ajustes pra ele continuar sentando com conforto. mas agora fica espremido nela. até poderíamos dar para a sansa, mas ela ganhou outro tipo de cadeira do avô, então decidimos que era hora de dar adeus ao pequeno trono e sentá-lo na cadeira de jantar com a gente, visto que ele já é um menino grande.
verdade seja dita, o cadeirão tem sua utilidade – bem como seu valor sentimental – mas o tempo intenso de uso o deixou um pouco desgastado.
eu queria vendê-lo pra comprar umas roupinhas novas para as crianças (já que recentemente, puf!, elas passaram pelo tal estirão), mas não tinha coragem de cobrar mais que 50 reais no estado descatembado em que a cadeira se encontrava. achei melhor, então, restaurar para conquistar.
observação: eu só tinha feito isso uma vez, quando era uma jovem adolescente sonhadora que dormia tarde e acordava mais tarde ainda, sem grandes ambições na vida e muita imaginação na minha caixola fértil. de maneira alguma me lembrava do trabalho que isso dava.
comprei lixa e resolvi reaproveitar uma tinta de parede que estava encostada aqui em casa. junto com hilan, levamos três exaustivos dias entre lixadas e pinceladas, até que finalmente a cadeira estava pronta e amarela. o resultado foi satisfatório e me rendeu alguma experiência. deu uma valorizada no produto e, modéstia à parte, ficou uma gracinha!

antes-depois

passo final: botar pra vender. benjamin disse que gostou tanto da cadeira nova que ia comprar ela de mim. desapega, benjoca!
tirei umas fotos bacanas e corri pra anunciar na OLX, que foi o mais fácil de tudo, depois de tamanha trabalheira.

já falei aqui e aqui sobre as minhas experiências em anunciar (e conseguir vender) na OLX, que é super rápido, prático, além de gratuito. dá uma olhada como é fácil:

1. acesse o site da olx e clique em “publicar anúncio:


001 (700x525) (700x410)

 

2. selecione uma categoria:
004 (700x502) (700x406)

 

3. crie um título chamativo:
006 (700x502) (700x378)

 

4. adicione boas fotos:
04 - boas fotos (700x367)

5. descreva seu produto de forma detalhada e criativa:
05 - descrição (700x370)

6. dê um preço honesto e justo:
06 - preço (700x315)
7. coloque seus dados pessoais:
0010 (700x502) (700x409)

8. clique em “publicar anúncio grátis!”:


0011 (700x502) (700x397)

9. seu anúncio logo estará no ar. agora é só esperar para desapegar:
anúncio final

gostou do cadeirão? clique aqui pra ver o anúncio.

tenha sua própria experiência e desapegue você também na OLX.

www.olx.com.br

selo matrioska




Related Posts with Thumbnails

categorias: Tags:, , , , faça você mesmo, publicidade, quer uma dica?, tranqueiras de bebê

assine nosso feed ou receba por email


5 Comments »

  1. Ficou liiiiiiinda. E a cara desses dois. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Comentário by fabrinadutra — janeiro 26, 2015 @ 10:17 am

  2. Oi, Luíza! O cadeirão ficou lindo! Vi no post que vocês lixaram, mas tem um jeitinho mais fácil. Nas lojas de materiais de construção, tem como comprar um gel removedor de tinta e, depois, tirar tudo com uma espátula. Fiz minha escrivaninha com ele e foi infinitas vezes mais fácil do que se fosse usar lixa. A dica fica para próximas restaurações que você queira fazer! Abraço!

    Comentário by Gabriela Granja — janeiro 26, 2015 @ 11:05 am

  3. Ahhh nãoooo! vou chorar!! deu um trabalho do cão tirar a tinta na lixa! quem bom saber que existe esse produto! com certeza vou tentar na próxima vez, se eu me arriscar em fazer outra restauração.
    Obrigada pela dica 😉
    Beijo

    Comentário by luíza diener — janeiro 26, 2015 @ 11:12 am

  4. A cadeira ficou linda mas a cara de Hilan que a Sansa fez, é a melhor…..rsrsrs

    Comentário by Luciene Asta — janeiro 26, 2015 @ 12:39 pm

  5. Só consegui prestar atenção na cadeira, na foto em que ela está sozinha. Esses dois são muito lindos.
    Sansa com cara de Hilan. kkkkkk

    Comentário by Thayanne Costa — janeiro 27, 2015 @ 10:15 am

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*