ele começou 2012 como um bebê e terminou como uma criança

01/01/2012:

ele mal consegue correr. às vezes se atrapalha em seus passos, tropeça e cai.
adormece no peito e vai pro berço usando chupeta. fralda, o tempo inteiro.
balbucia algumas palavrinhas, geralmente monossilábicas e que só mamãe e papai entendem (quando entendem).
tem um cabelo bem curtinho, que ressalta sua saliente cabecinha pensante.

31/12/2012:

corre, pula, sobe nos brinquedos grandes dos parquinhos e desce sozinho.
fez vários amiguinhos no prédio, que interfonam perguntando “o benjamin pode descer?“. e eu, que achei que ainda fosse demorar muitos anos pra que isso acontecesse..
jogou a chupeta pela janela, desmamou gradualmente e sem traumas. gradual também foi o desfralde. vai de cueca a todos os lugares e desde sexta feira decidiu que não usa mais fraldas nem mesmo pra dormir (por enquanto temos tido caminhas secas de dia e à noite). por sinal, dorme em um colchão de solteiro, no chão mesmo.
mamãe já viajou sem ele três vezes e ele se comportou como um verdadeiro rapaz na minha ausência.
de bebê caçula, foi promovido para irmãozão mais velho e encarna esse papel pra valer. mesmo que o bebê ainda esteja na pequena barriga da mamãe, ele conversa com o irmãozinho/irmãzinha, faz carinho e ajuda a cuidar de outros bebês pequenos, fazendo gracinhas, cantando músicas, dando chupeta e ajudando a acalmar na hora do choro (sábado ele foi o único que conseguiu sossegar a bebê de uma amiga depois de tentarmos de tudo).
está hiper cabeludo e musical. canta músicas inteiras e as toca em seus instrumentos imaginários, geralmente bateria ou violão, mas às vezes tem violino, piano, saxofone.

e é engraçado ver que, mesmo tendo mudado tanto, ele continua tão parecido em tantas coisas.
a personalidade é exatamente a mesma e vejo que o que a grande diferença do benjoca do começo do ano pra cá é a sua capacidade de comunicar-se. revendo vários vídeos antigos (parei nesses dois por uma questão de bom senso da corujice materna) pude perceber que ele reage da mesma maneira em certas situações, mas agora ele tem o plus de poder verborragizar verbalizar o que está pensando.

feliz ano novo a todos e que 2013 seja repleto de amores e fofuras!

Related Posts with Thumbnails

15 comments

  1. Luíza, acabei de assistir o vídeo amamentando o meu bebê de 07 meses e preciso confessar que emocionei!
    O Benjoca é uma criança abençoada! Que só transmite coisas boas, paz, alegria, serenidade. Mesmo por vídeo, ele é uma delícia de criança! Parece até que ele nasceu no dia de Natal, porque ele combina com o clima mágico dessa época.
    Que 2013 seja um ano maravilhoso para a família de vocês. Que Deus ilumine a sua gestação e cubra de saúde esse bebê que você está gerando.

    Beijos.

  2. Que video lindo! Fiquei imaginando o meu bebe final de 2013, ele esta exatamento como o Benjoca no começo de 2012.
    Adorei ver isso! O Benjoca é mto fofo!
    Feliz 2013 pra vcs!

  3. Essa sua retrospectiva fez eu fazer a da minha Luulu… 1 ano e 2 meses para 2 anos e 2 meses…o tempo voa…devemos aproveitar cada segundo, nas coisas mais simples que a vida oferece! Ter um filho é ter a verdadeira benção de Deus. O amor e a felicidade inexplicavel!

  4. O Benjoca é fofo demaaaaais, não me canso de dizer! Que criança linda! É incrível observarmos o desenvolvimento da fala, mesmo. Como a pronúncia melhora, aumenta o vocabulário…mas o que me deixa boquiaberta é essa capacidade criativa de contar as histórias e montar as frases sozinhos, a Clarissa também faz isso o tempo todo e eu fico tipo: "meu Deus, até outro dia eu tinha que ajudá-la a arrotar!!!"

    Ser mãe/pai é a maior das bênçãos "terrenas" (apesar de que essa relação, pra mim, é um pedacinho do céu aqui). Que em 2013 vocês experimentem as alegrias e gracinhas de um Benjoca já criança, e as doces descobertas da chegada d@ irm@zinh@. (Obs: quem sou eu pra achar qualquer coisa, mas meu palpite é que é uma menininha!)

    Muita paz, saúde, comunhão, felicidade! Vocês são especiais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *