ringo e eu

ringo é meu quase-filho. um cocker spaniel inglês caramelo que eu crio desde o começo de 2000. ninguém sabe exatamente a idade certa dele e nem sua origem real, mas inventei a sua data de nascimento como 15/08/1994, baseado em praticamente nada.
só sei que ele chegou à minha casa com aproximadamente 6 anos.

dizem que ele teve 3 donos antes de mim. bom, só conheci o terceiro, que eram meus vizinhos e amissíssimos de meus pais. aí o ringo mordeu todo mundo da casa (inclusive as três crianças) e eu quis herdá-lo.

[nota: sempre fui apaixonada por animais, especialmente cães. tentei convencer minha mãe de todo o jeito a me dar um mas o máximo que consegui foi – aos 8 anos – uma poodle preta e totalmente pirada que, em alguns meses, conseguiu detonar a casa inteira. somente anos depois veio o ringo para convencê-la.]

o ringo era totalmente louco-agressivo. como já disse, mordia todo mundo indiscriminadamente. bastava ser contrariado (sobrou até pra mim).
encurtando a história, se ele era cabeça dura, eu sou mais.
finalmente consegui domar a fera ao longo dos anos. meu trofeuzinho de adestramento (inclusive já trabalhei no ramo).
ou pelo menos pensava assim.

beirando os 15 anos, o ringo já apresenta (até com um certo atraso) os sinais da velhice. anda surdo, cansado e cheio daquelas manias de velho.
especialmente depois que casei, ele ficou muito mais doce e obediente.
mas de umas semanas pra cá eu tenho sentido a afronta dele.
sem mais nem menos, ele resolveu fazer xixi (e cocô) na sala (antes só fazia qdo passeava), rasgar o saco de ração e – a onda do momento – comer paredes (sim, comer paredes. logo a da sala!).
ou a ração está dando prisão de ventre nele, ou então está com vermes.

o pior (melhor) nisso tudo?
morro de achar bom!
apesar de ter perdido a mais fofa das fases de filhote, é demais ver meu cão crescendo, mudando, envelhecendo.
graças a deus, sem qualquer sinal de cova à vista.

acho que meus filhos ainda vão brincar muito com o bom e velho ringote

Related Posts with Thumbnails

11 comments

  1. Não tô acreditando… tinha um cachorro idêntico ao Ringo, o Spark!!! Mas era igualzinho, até a franjinha ele tinha. Ai, que saudade… ele morreu qdo tinha 14 anos. Foi um sofrimento só! Ficou surdinho também e ainda, ceguinho.

  2. Que lindo o Ringo!!
    Mais uma coinciência! ehheehhehehe

    Esses amores! Tão lindinhos que são, nem quero pensar quando o Johann estiver no fim da vida =(((

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *