11 de novembro

sem filhos, sem marido, sem celular

por luíza diener

ovelha vaga

ontem à noite foi o chá de panela de uma amiga muito, muito querida, de uma amizade que vem desde a adolescência (te amo, banha!). tava marcado pra 19h30 e eu, pra variar, me atrasei. apenas duas horinhas e tá de boa, né?
afinal, eu tinha que dar mamar pra sansa e deixar ela bem dormindinho aqui em casa. amamentei, me arrumei em cinco segundos e lá fui eu, tranquilaça, curtir um pouco com as amigas.
tchau, prinz! qualquer coisa liga no meu celular! – e saí, despreocupada.

é engraçado esse negócio de ter filhos. uma outra amiga estava lá com seu bebezinho de 4 meses que tentava dormir e tudo que eu pensava era “gente, fala baixo! vai acordar o bebê!”. até cheguei a falar isso pra uma amiga empolgada que falava quase gritando. mais tarde o bebê já tinha ido embora e eu continuava preocupada com os barulhos excessivos achando que alguém iria acordar. força do hábito, de quem passa o dia inteiro com uma casa cheia de gritos e choros de criança, mas à noite faz um silêncio sepulcral e mal dá a descarga na privada com receio de acordar a pirralhada.

em algum momento da festa resolvi tirar uma foto de algo que tinha achado legal, pra mandar pra minha irmã no whatsapp. fui na bolsa e… cadê meu celular? não achei. procurei no meio do sofá, no chão, perguntei pra filhinha de uma amiga se ela tinha pegado. fui no carro, procurei em cada buraco.. ah! devo ter deixado em casa!
quando subi, pedi a uma amiga:
– me empresta seu celular? quero tirar umas fotos.
– claro! toma aqui.
clique.. clique..
– posso mandar pro meu whatsapp do seu?
– claro, loirinha, fica à vontade.
clipezinho, seleciona, seleciona, aviãozinho.
….

– eita! tenho que avisar pro hilan que estou sem celular! pera aí que eu vou ligar pra ele.

número, número, número… tuuu…. tuuu…
– alô?
– oi, prinz! tô sem meu celular. ou eu esqueci ele em casa ou perdi em algum lugar.
– eu percebi. tá aqui em casa.
– ah, tá bom. qualquer coisa me liga aqui no celular da outra lu, tá?
– tá, beijo.

e lá fui eu voltar pro conversê co’as amigas.
quando a comida acabou, tomamos chá. quando o chá acabou, ajudamos a arrumar a bagunça da festa. quando a festa acabou, descemos pra guardar as coisas nos carros. quando guardamos as coisas, ficamos conversando no estacionamento. a anfitriã conversou, subiu pro apartamento dela e continuamos conversando. até me ocorreu que nossa conversa poderia incomodar alguns vizinhos, que é algo que acontece comigo todo santo dia, mas naquele dia eu não era a mãe que tentava fazer os filhos dormirem: eu era a conversadeira do estacionamento. abaixei um pouco o tom da voz, mas me senti adolescente de novo. esse nosso grupo de amigas tinha tudo em comum 11 ou 12 anos atrás, mas o tempo passou, algumas casaram, outras não. algumas tiveram filhos, outras não, e a vida tomou seu curso.
mas, ali, éramos apenas nós reunidas outra vez, rindo e jogando conversa fora.
não vi a hora passar (afinal, estava sem celular) e só fui embora quando todas se dispersaram ao mesmo tempo.
beijinho, beijinho, tchau tchau!

cheguei em casa e me deparo com o marido capotadão no sofá. dei oi, dei beijo e ele continuou dormindo. a casa em perfeito silêncio, coisa tão rara por aqui. olhei no relógio da cozinha: vai dar 1h da manhã.
levei o tov pra passear, voltei. comi alguma coisa, achei meu celular no sofá, debaixo do pé do marido. 92 mensagens no whatsapp. li, respondi, mandei as tais fotos pra irmã e ficamos conversando. cutuco o hilan e ele vai pra cama.
depois de muito papo, sansa acorda pra mamar. já era quase 2h da manhã. enquanto ela mama, vejo que hilan postou algumas coisas no facebook do blog:

cel0

na hora que li já morri de rir. mas mais engraçados foram os comentários. selecionei alguns:

– ato falho é o novo “foi de propósito”?
– kkkkkk! acontece! aposto que ela está mais preocupada e vai chegar mais cedo. kkk
– boa sorte sozinho com os dois! se fosse o meu marido, ele iria atrás de mim com as crias (tenho 3: cinco anos, três anos e 11 meses)!!!
– ahh o subconsciente……
– tenho certezaaaa que não foi proposital!!! aquele post que ela tirou alguns minutos pra ela, lavou o cabelo, tomou banho sossegada, depilou calmamente e saiu meeeega preocupada e culpada de estar abusando de vc! kkk e vc e a sansa dormiam em paz 🙂
– por que nunca pensei nisso?!
– duvido que não pegue o tel de uma amiga , se precisar de algo liga para esse número…. coisas de mãe!!

foi aí que ele criou a enquete:

cel02

aconteceu uma mistura de a + c, mas mais uma vez eu ri dos comentários:

–  alguma amiga do chá vai ler aqui e vai avisar ela que esqueceu o celular! 
–  F, volta pra pegar celular e depois ir pra festa tirar varios selfies e por insta! kkkk
– A) por mais distraída que ela seja, uma mãe/blogueira jamais “nem se dará conta que esqueceu o celular”..
– acho que ela não liga! eu pelo menos nunca ligo, tenho medo de acordar os pequenos, chegaria mais cedo. então baseado nisso é a opção B. haha
– B + D 🙂 + ela vai ficar se culpando forever tardinha.
– hilan,,não estou torcendo contra você, longe disso, mas tô de dedos cruzados para que a luiza nem se dê conta de que esqueceu o celular e aproveite baaaastaaaanteee o “vale-night”!!!
sinceramente, se fosse eu, pediria um celular emprestado, ligaria para avis
ar que estou sem o meu telefone e continuaria na festa, numa boa e sem culpa nenhuma pq confio no marido cuidando da minha bebê. mãe também precisa se divertir sozinha, sem se preocupar com os filhos e sem sentir culpa. e tenho certeza absoluta que você,como ótimo pai e marido, não ia querer que ela perdesse essa chance de se divertir “cazamiga”, néam…
– A ou B, mas sem dúvidas ela imaginará como seriam a C e a D
– eu torcer p letra D é muita sacanagi? kkkkkkk

muita gente votou em A – pegar o celular de uma amiga e ligar – mas mais gente votou em um combinado de C + D – chegar tarde sem se dar conta de que esqueceu o celular e os dois acordarem ao mesmo tempo.
foi engraçado ver algumas mães achando que eu sou super coruja/protecionista/quase centralizadora e outras querendo mesmo ver o circo pegar fogo (huahuahua! sou dessas!).

cel03

você consegue, querido. consegue sim. vamos ver o que nossas especialistas no assunto têm a dizer sobre isso:

– e como a luiza consegue, moço? hehehehe
– enquanto tomo banho sempre escuto o filho chorar, me chamar, cair da cama, alguém entrar em casa e levarem ele hahahaha.
– bem vindo ao mundo das mamães
–  tomar banho??? isso não existe depois dos filhos, o certo é se limpar kkkk
–  porta aberta, ue… é assim que mãe sobrevive
– eu uso babá eletrônica pra tomar banho.
– banho? mãe toma banho? olha, nesse momento vc não precisa de banho…
– pois é hilan. terá de esperar ela chegar.

quando eu falo que tenho um marido exagerado, ninguém acredita. obrigada, mães, pelo reforço!

cel04

–  haaaaaahahahhaa! juro que tb ouço mt coisa enquanto tomo banho e o pequeno dorme, maaas não saberia ser tão clara quanto vc.
– kkkkkkkk…..acontece comigo tb… ouço tanta coisa e quando desligo o chuveiro não é nada, aquele silencio reina!!!
–  é o famoso banho tcheco. tcheco, tcheco e cabô!
– kkkkkkkk… morro de rir com as postagens do hilan! #paizão
– hihi. pouco exagerado… e eles não acordaram até a mãe voltar? muita sorte, hein…
– luiza tem que sair mais kkk

hilan é exagerado, mas tem bom coração. ele cuida desses meninos com os pés nas costas (apesar de depois sempre reclamar que tá cansado, que foi difícil, etc).
to pensando em, quando sansa desmamar, viajar por uns três dias e deixar ele sozinho com os dois. o que acham?

 

Related Posts with Thumbnails

categorias: por definir

assine nosso feed ou receba por email


15 Comments »

  1. Viaje. Vamos rir muuuuuuuuuuito do Hilan. hahaha

    Comentário by Caroline — novembro 6, 2014 @ 10:37 am

  2. Apoiada ; )

    Comentário by fabrinadutra — novembro 6, 2014 @ 10:51 am

  3. Agora sabemos de onde vem tanta criatividade de Benjoca, aguardando as cenas dos próximos capítulos hahahahhahaha

    Comentário by Karen — novembro 6, 2014 @ 10:51 am

  4. Seria demais você tirar umas férias!Acho que acabaria saindo um filme estilo sessão da tarde. "Eu e as crianças – Uma aventura do barulho"

    Comentário by Julia Gomes — novembro 6, 2014 @ 11:59 am

  5. UAHUAHAUAH CHORANDO DE RIR IMAGINANDO UMA "HORDA DE NINJAS ASSASSINOS DERRUBANDO A PORTA DA CASA"…….MUITO BOA A DESCRIÇÃO DELE!!!!!!!!!!!

    Comentário by Marcela — novembro 6, 2014 @ 12:42 pm

  6. Ai Luiza, ri d++++++. O Hilan é muito dramático, mas é um paizão e tem uma super imaginação.
    Concordo com suas férias, pois todas nós mães merecemos, mas não sei se vc iria aguentar ficar longe de todos eles, eu provavelmente não aguentaria…

    Comentário by Daniely Cardoso — novembro 6, 2014 @ 1:55 pm

  7. To pensando em fazer a mesma coisa. Kkk

    Comentário by Helen — novembro 6, 2014 @ 3:56 pm

  8. Vcs são perfeitos um p outro e p seus pequenos!!! Quanto mais visito esse blog, mais viciada eu fico!!! Super fã!!!!

    Comentário by Evelyn — novembro 6, 2014 @ 8:02 pm

  9. Sim, viaje! Os posts do Hilan foram muito divertidos ontem, imagine então em 3 dias o que ele não vai soltar de pérolas?

    Comentário by Paula — novembro 6, 2014 @ 8:55 pm

  10. kkkchorei de rir com vcs!!!!
    Realmente a geste escuta de td e mais um pouco qdo está no banho e as crias dormindo…o Felipe já vai fazer sete anos e eu ainda tenho umas dessas…kkk
    Eu acho que faria como vc pegava o celular emprestado e ficava até o fim..hehehe
    bjs

    Comentário by francine B — novembro 7, 2014 @ 7:51 am

  11. Apoiada. Fiz e não me arrependi. A única coisa é o coração apertado, mas a gente sobrevive.

    Comentário by Emmanuelle — novembro 7, 2014 @ 1:14 pm

  12. Amo acompanhar vcs! O mais lindo é a sintonia do casal! Vcs são d+!!!

    Comentário by Tatá — novembro 8, 2014 @ 3:46 pm

  13. Que dó,que dó kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Comentário by Vanessa Oliveira — novembro 8, 2014 @ 9:20 pm

  14. Hahaha… Nunca Rui tanto na minha vida. Sou nova por aqui e estou devorando o blog. Essa vida de mãe é ótima mesmo.

    Comentário by Danileide Pinheiro — novembro 9, 2014 @ 11:18 pm

  15. Oi Luiza, descobri seu Blog esses dias e já li de cabo a rabo…não me ache louca…kkkk…afinal também sou uma potencial gestante! Bjos

    Comentário by Carolina Medri — novembro 10, 2014 @ 2:27 pm

RSS feed for comments on this post.
TrackBack URL

Leave a comment

*