tagarelices e fofuras – parte 4

JOCA_TAGARELA

veio um marceneiro aqui em casa para tirar umas medidas do armário do quarto dos meninos.
benjamin largou tudo que estava fazendo para acompanhar o serviço do bendito. aproveitou para apresentar seu quarto:

– aqui é a minha cama. sabe qual é o nome dela? beliche. aqui embaixo é onde eu durmo e aqui em cima é onde a constança dorme.
– ah, é? que legal. e quem é constança?
– é minha ir… éééé… uma pessoa da nossa família que mora na nossa casa.

* * *

hora do almoço:

– eu não gosto de almoçar e nem de jantar.
– mas filho, você tem que almoçar agora.
– então eu quero outra coisa. eu quero uma comida com aquele símbolo.
– qual símbolo, filho?
– um símbolo amarelo.
eu, já sacando o que ele queria dizer:
– o que tem nesse símbolo?
– é um animal. um animal selvagem. vem um motoqueiro entregar essa comida.
– é um ou são dois animais?
– dois animais selvagens.
– quais são esses animais?
– girafas!

(em nossa defesa, era um prato de frango grill, brócolis e essas porcarias saudáveis)

* * *

“mamãe, quando você fica bava eu acho que você é um leão que quer comer eu”

* * *

benjoca sem preconceito:

– pai eu falo com todo mundo. com os heróis, com os malvados… gosto dos malvados também!

#darthvadercurtiu

* * *

fiquei indignada quando ele apareceu com o caminhãozinho que ganhou há menos de 2 meses todo desmontado e rabiscado:

– você estraga todas as suas coisas, benjamin! não cuida direito dos seus brinquedos!

no que ele responde:

– eu fiz um navio, mamãe!

e logo me caiu a ficha que caminhão ele tem um monte, mas navio, nenhum. ao invés de insistir pra que eu comprasse um pra ele, ou reclamar que o amiguinho tem e ele não, ele mesmo foi lá e deu seu jeito. pedi desculpas por ter chamado ele de destruidor e passei a chamá-lo de “ressignificador de objetos”

NAVIO

* * *

cheguei pro filhote e perguntei:
– qual seu nome?
ele sem pensar, soltou:
– paul mccartney diener

* * *

benjamin perguntou pra gente o que  fazemos quando ele está dormindo…
– vocês ficam brincando de lego é?

(aham, filho. lego)

* * *

chego na varanda e ele tinha deitado seu cadeirão no chão e colocado um gaveteiro de plástico atrás, com as gavetas abertas. antes que eu surtasse perguntando “o que é isso??”, ele já me conta, todo empolgado:

– olha, mamãe, um foguete que vai pro espaço e tem uma cabine e atrás solta um monte de fogo!

menino no foguete

* * *

benjamin me ligou no celular do papai, tava na casa da avó:
– papai hilan, estou aqui na casa da vovó e do vovô e queria, assim… eles estão decidindo se… eu posso dormir aqui?

***

“constança, abra os olhinhos para ver a vida!”

 

Related Posts with Thumbnails

15 comments

  1. muito bom! crianças e suas pérolas! eu anoto as melhores do meu filho em um caderninho! aliás, anotava com mais freqüência. agora com oito anos, vai ficando menos constante… mas o caderninho tá pronto para a fase dois: Isabel que completa quatro meses semana que vem e num piscar de olhos também vai alegrar meus dias com seus pensamentos!

    então, vou compartilhar uma:

    estávamos numa loja e ele pediu um copo de água.
    eu prontamente:
    "filho, e a palavrinha mágica?"
    depois de alguns segundos pensando:
    "abracadabra!"

    hihihihihihi

  2. A minha mãe tinha um caderninho para cada uma de suas 3 filhas (na época não existia blog) onde ela anotava todas as pérolas que eram faladas lá em casa. Até hoje a gente se diverte lendo os nossos caderninhos. Já fiquei aqui imaginando o Benjamin adulto lendo essas fofuras…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *