qual é o superpoder dos seus filhos?

toda criança, em alguma fase da vida, acredita na existência de super heróis. ou em algum deles, ou que é um deles.
benjoca já se encantou pelo seu primeiro herói: buzz lightyear. e daí pra frente descolou outros, como o homem aranha e o hulk.
engraçado é que a gente nunca incentivou esse tipo de coisa. ele foi com a cara deles e pronto.
pra ele, o poder do buzz é voar ao infinito e além. o do hulk é dar socos e o do homem aranha… bem… pra ele o homem aranha nunca bate, só apanha.

mas mal imagina o pequeno que ele tem superpoderes muito mais incríveis que dos vingadores, de toda a liga da justiça, ou x-men juntos.
por exemplo, ele tem a incrível habilidade de se reconstituir rapidamente após um machucado, de sumir num piscar de olhos (e aprontar caladinho), de escalar móveis e outros objetos maiores, de se meter nos lugares mais obsoletos, de memorizar coisas e fatos que deixam qualquer um bobo, de falar pelos cotovelos e muitas outras façanhas.
ele também tem o poder de gerar poder em outras pessoas, como despertar sorrisos nos mais sisudos, de me fazer vencer qualquer barreira para vê-lo saudável e feliz e, especialmente, de despertar em mim um amor que nunca imaginei que fosse possível existir.

mas todo super herói, por mais poderoso que seja, sempre tem seu ponto fraco.
e é geralmente quando nossos filhotes ficam doentinhos que o tempo fecha. pra eles e para nós.
e é por isso que a melhor coisa a fazer é prevenir.

por isso começou no dia 16/06 a campanha de vacinação contra paralisia infantil e vai até o dia 06/07.

ainda bem que a paralisia infantil é uma doença erradicada do brasil há 23 anos (o último caso foi registrado em 1989). é um vírus que pode acometer a todos, mas é mais frequente em criaças pequenas.

então, se você tem filhos entre 0 e 5 anos, leve-os ao posto de vacinação mais próximo e não se esqueça da caderneta!

e ó que fofo: na fanpage do Programa Nacional de Imunização tá rolando um mural do instagram.
você pode fotografar seus pequenos no dia da imunização e compartilhar usando a hashtag da campanha #zegotinha.

por isso, proteja os poderes do seu super-herói e não deixe de vaciná-lo.

Related Posts with Thumbnails

5 comments

  1. Que graça esse menino!!
    É manhoso pra tomar vacina??
    Eu como enfermeira já tive grandes (e inúmeras) experiências engraçadas com crianças na sala de vacinas´.
    É um sarro.
    Beijos

  2. Depois de muitas opiniões médicas e pesquisa, não concordo com essas campanhas contra paralisia infantil. Vocês dão essas vacinas no Benjamim? E por que participar dessa campanha?

  3. Eu tb não participei da campanha.
    A vacina oferecida pelo governo é feita com vírus vivo, a causadora dos últimos casos de pólio no país, que foram provenientes de reações da mesma.

    Optei por dar a acelular na rede privada, para não correr o risco de reações graves indesejadas.
    Por esse motivo, não participei da campanha. Não faz o menor sentido vacinar a minha filha com o maior zelo e gastanto uma grana, pra evitar a reação, pra depois ir lá revacina-la sem a menor necessidade e ainda correr riscos maiores 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *