criança

brincar de roda: uma casa de brincadeiras em brasília

já imaginou um lugar onde suas crianças podem brincar enquanto você trabalha, estuda, sai pra fazer compras, pagar contas, resolver pendências na rua? onde o brincar livre é valorizado, sem agenda rígida, sem o compromisso de uma escola, diferente de brinquedotecas comuns e que funciona de segunda a sábado? esse lugar existe em Brasília e […]

2 anos de guadalupe

  que difícil foi começar a escrever este post! era como se, ao escrever publicamente a idade da minha caçula, eu estivesse declarando oficialmente: não há mais bebês nessa casa. sim, claro, 2 anos ainda é muito bebê! sim, claro, todo filho sempre vai ser o bebê da sua mãe, quer tenha 2, 20 ou […]

brincar de roda salvou minha rotina

eu sentei na frente no computador, abrir o wordpress do blog e escrevi. parece que têm anos que eu não faço isso. escuto as cigarras cantando lá fora e um ventilador suave refrescando esta tarde quente. nenhuma criança brigando. nenhum filho chamando MAMÃÃÃE! nenhum lanche pra preparar, bunda alheia pra limpar ou pepino urgente pra resolver. […]

paródia nova! – dez parquitos

ter filhos é bom demais, mas vamos combinar que têm dias que parece que eles acordam virados no jiraiya e parece que não tem o que se faça pra manter eles entretidos dentro de casa (e nossa sanidade no lugar). nessas horas um parquinho parece a solução perfeita, até que a gente se depara com situações […]

4 anos de constança!

“era uma vez, há muito tempo atrás, num reino muito muito distante, uma rainha e um rei, duas princesinhas e um principezinho”. todo santo dia constança me pede para contar uma história da minha boca. e a história tem que começar exatamente desse jeito. nela, todos têm nomes de planta: a rainha rosa e o […]

de testa aberta III – o curativo

parte I – um grande infortúnio parte II – três pontos à noite, na hora de dormir, ela reclamou que não conseguia se deitar de bruços, que é como ela habitualmente dorme. deitar de lado ainda parecia desconfortável e, por fim, ela dormiu de barriga pra cima, com a cabeça um pouco mais alta, amparada […]

de testa aberta II – três pontos

para ler a primeira parte, clique aqui. a salinha de cirurgia ficava dentro de uma espécie de consultório. eu já havia conversado e explicado pra sansa o que tinha acontecido com ela, por que estávamos no hospital e o que aconteceria dali em diante. de forma simplificada, claro: “sabe quando uma roupa rasga ? a mamãe vai […]

de testa aberta I – um grande infortúnio

era uma sexta feira tranquila de férias coletivas aqui em casa. benjamin e constança brincavam em algum lugar no andar de cima enquanto eu dava mamá pra lupita no sofá da sala. hilan estava por perto também. de repente… POW! AI! aquele típico barulho que vem na sequência acompanhado de choro e uma criança descendo […]

Rolar para o topo