Posts in category

2 anos

a disciplina do amor

volta e meia bombam na blogosfera materna assuntos polêmicos que acabam por taxar uma mãe ou pai como “maus”. nem quero entrar no mérito disso, mas a verdade é que quando essas coisas acontecem, elevam um pouquinho o nosso ego, pois entramos em comparações do tipo “tá vendo? eu poderia ser pior! comparada com fulaninha eu sou uma ótima mãe”, mesmo que essa comparação aconteça de maneira inconsciente e nunca cheguemos a verbalizar isso. ao diminuir outra pessoa, você sente-se melhor, de alguma maneira. acontece que a pessoa que quero expor hoje sou eu mesma. * bomba * tenho me sentido uma péssima mãe. antes que venham me alisar com palavras de conforto do tipo “que isso, luíza, você é uma excelente mãe e blá blá blá”, eu já tiro o meu da reta e digo que não. eu posso ser uma mãe melhor. andei por momentos de impaciência e intransigência, muito provavelmente desencadeados pela bomba hormonal do início […]

o pai do noivo

benjamin acordou no meio da noite e eu fui lá socorrer. reclamou pedindo água. depois que matou sua sede noturna, deitou a cabeça no travesseiro e reclamou minha presença do ladinho dele no travesseiro. fiquei com ele um pouquinho e tentei argumentar que gostaria muito de voltar pra minha cama. acompanhe a retórica:eu: benjoca, eu […]

ele começou 2012 como um bebê e terminou como uma criança

01/01/2012: ele mal consegue correr. às vezes se atrapalha em seus passos, tropeça e cai. adormece no peito e vai pro berço usando chupeta. fralda, o tempo inteiro. balbucia algumas palavrinhas, geralmente monossilábicas e que só mamãe e papai entendem (quando entendem). tem um cabelo bem curtinho, que ressalta sua saliente cabecinha pensante. 31/12/2012: corre, […]

a cigarra

fez parte da minha infância, da infância das minhas irmãs, dos meus amigos e provavelmente dos meus pais. ela passa o ano inteiro calada e ninguém lembra da sua existência até que as chuvas comecem a chegar. o inverno de brasília é seco. pode ficar meses sem que caia uma gota de água. com o […]