22 de dezembro

existe idade certa pro bebê começar a andar?

por luíza diener

nossa sociedade muitas vezes cobra que os bebês já estejam andando em sua festinha de 1 ano.
mas existe idade certa pro bebê começar a andar?

confira uma pequena reflexão sobre o assunto no vídeo:

selo matrioska

categorias: Tags:, , desenvolvimento do bb, publicidade, quer uma dica?, tranqueiras de bebê, vídeos

assine nosso feed ou receba por email
19 de dezembro

15 posts mais acessados em 2014

por hilan diener

usando nossas avançadas ferramentas de contagem de acessos e visualização de página. mentira, foi só o google analytics mesmo conseguimos reunir os quinze posts mais acessados do ano de 2014. começando regressivamente (para aumentar o suspense)

15. filho, nao seja homem, seja voce mesmo! 

15

 

14. o trabalho mais difícil do mundo

14

 

13. sozinha com dois

 

 

13

12. a emoção de se tornar pai

12

 

11. existe sexo depois dos filhos?

11

 

10. evite rótulos 

10_b

 

9. por que evitar sucos para bebês (e para adultos)

9

 

8. quero colo

8

 

 

7. o que muda com a paternidade?

7

 

6. às mães que agora começam

6

5.  10 dicas para organizar um chá de bebe

5

 

4. empoderamento paterno 

4

 

 

3. a vida com toddler 

3

 

2. corpo perfeito, corpo de mãe

2

 

1. dicas para lidar com ataques de raiva, birras e choramingos 

1

 

menção honrosa: esse foi nosso vídeo mais acessado de todos os tempos com mais 2,4 milhões de views!!

uma nova perspectiva para as mães from potencialgestante on Vimeo.

categorias: top posts

assine nosso feed ou receba por email
17 de dezembro

7 simpatias para atrair boa sorte em 2015

por luíza diener

simpatia1

todo ano novo traz consigo a esperança do recomeço, de deixar para trás as coisas ruins e renascer as esperanças e objetivos de vida. carinhosamente, trazemos algumas simpatias lindinhas pra te dar muita sorte em 2015:

  1. simpatia da taça: a taça simboliza o formato do útero, que significa fertilidade, receptividade, prosperidade e boas energias. encha essa taça com os símbolos do que você deseja atrair em 2015: sementes de romã, de uva, de lentilha, de melancia, farelo de biscoito, pedaço quebrado de pirulito.. epa! isso tá parecendo mais a minha bolsa quando saio com as crianças!
  2. simpatia da moeda (para atrair dinheiro): escolha 7 moedas, lave-as em água corrente e, faltando 7 minutos para a virada do ano, distribua 6 moedas a 6 amigos diferentes e fique com uma das 7 moedas. guarde na carteira o ano inteiro e repita novamente no ano seguinte até completar 7 anos de moedas abençoadas. pensando melhor, recomendo que você poupe um pouco do seu dinheiro a cada mês, para fazer bom uso dele quando quiser e bem entender.
  3. simpatia do tempero: em um panela de barro adicione uma colher de sopa de lentilha, uma colher de sal grosso e folhas de alecrim e arruda. deixe marinar por 7 horas. depois refogue uma galinha preta, acrescente o molho marinado e cozinhe por 7 dias. corrija o sal e sirva em uma cama de copo de leites (a flor, não a vaca). se a receita der certo, abra um restaurante e faça sucesso o ano inteiro.
  4. simpatia da televisão: no dia 31 de dezembro, às 7h da manhã, desligue sua televisão e não religue até 2015. dizem que dá azar assistir ao show da virada.
  5. simpatia da loteria: você pode apostar pouco num bilhete de loteria e ganhar milhões e mais milhões de dinheiros caso seja sorteado. acontece que todo mundo tem essa brilhante ideia todo fim de ano, o que torna suas chances de ganhar mínimas. para isso, aposte altas fortunas, de prefência todo o seu décimo terceiro, décimo quarto e décimo quinto. ainda assim você continua com poucas chances de ganhar.
  6. simpatia das simpatias: durante a festa de réveillon, cumprimente as pessoas, ouça o que elas têm a dizer, olhando nos olhos e sendo bastante prestativa. ofereça-se a ajudar caso a festa seja na casa de alguém e não esqueça de, na hora da contagem regressiva para o novo ano, sorrir e celebrar com todos. enfim, seja muito simpática e você pode conquistar muitos amigos.
  7. simpatia do compartilhamento: faça o bem sem olhar a quem. compartilhe esse post com 7 pessoas e peça pra que elas compartilhem com mais 7 até que uma cadeia de 7 elevado à sétima potência seja atingida, totalizando 823.543 pessoas.

nada disso pode funcionar, afinal, todas as simpatias acima foram inventadas ou adaptadas por mim.
mas se seu bebê nascer na virada de 2014 pra 2015, ele já pode começar o ano com R$ 2.015 reais aplicados na previdência da icatu seguros.

é sério!
a icatu seguros vai dar R$ 2.015 em previdência privada para crianças nascidas no brasil de parto normal entre 0h e 2h de primeiro de janeiro de 2015. o plano é gratuito, já vem com esse investimento inicial e, se quiserem, os pais podem continuar investindo por mês até que seu filho cresça. sem sorteios e sem cadastro prévio. é a chance de começar uma previdência já recheada com esse pontapé inicial de dois mil e quinze reais.

 confira o regulamento completo e saiba mais sobre os bebês da virada em:

osbebesdavirada.com.br

 mais gostoso que lentilhas, uvas ou sementes de romã é iniciar o ano com seu bebê nos braços e a expectativa de um futuro novinho em folha.

selo matrioska

categorias: Tags:, , , , , publicidade, quer uma dica?, um pouco de humor

assine nosso feed ou receba por email
16 de dezembro

1 ano e meio de constança!

por luíza diener

18

sempre olhei para bebês de um ano e meio mais como pequenas crianças que como bebês propriamente.
quando joca tinha essa idade, eu via todo aquele jeitinho de criança, com seu vocabulário e expressões que já conseguiam fazer eu visualizar como ele seria dentro de 3 ou 4 anos. de fato, revendo os vídeos antigos dele, percebo que não estava enganada.
mas olhando pra sansa, sempre enxerguei um bebezinho. não sei se pela forma como ela se comporta, por sempre querer colo e não ser muito de andar sozinha, por não ser aquele tipo de criança que busca independência pra tudo.
sansa é mais relax pra vida. ela acorda, mama e fica de preguiça na cama com a gente. se vamos a um restaurante, igreja ou outros lugares públicos, ela passa a maior parte do tempo no nosso colo, não fuçando e correndo por aí. e também porque ela, apesar de tagarelar coisas indistintas, fala poucas coisas compreensíveis a um ouvido mais desatento. seu vocabulário corriqueiro basicamente se resume a mamãe, papai, e outras duas ou três palavras coringas que servem pra praticamente tudo que ela quer pedir/fazer.
então achei estranho, no dia que ela completou 1 ano e meio, pensar que ela já tinha essa idade toda. curioso foi que, ainda no mesmo dia, ela desatou a fazer coisas de criancinha, o que surpreendeu a gente.
vou falar um pouco sobre como foi o último mês dela mas também contar sobre os últimos 3 dias que ela deu essa desatada:

  • tem 16 dentes: os dois caninos de baixo já estão enormes, enquanto que os dois de cima estão só as pontinhas.
  • tá com uma mania de mastigar a boca e os lábios. várias vezes achamos que ela está com alguma coisa na boca e na verdade é só ela mastigando a si própria.
  • tá um grude comigo que às vezes me deixa desesperada. de muitas vezes eu não conseguir ir ao banheiro fazer xixi. de não querer nem ir no colo do pai. de querer mamar a cada tombo, a cada frustração, a cada pessoa estranha que tenta pegar ela no colo. aliás, no meu colo ela é a miss simpatia, mas é só ela se sentir ameaçada de perder a mãe que fecha a cara.

  • tenta imitar a nossa conversa. repete as entonações, algumas pronúncias, gesticula com as mãos, braços, o corpo. a gente jura que ela está conversando numa língua secreta. de repente nós é que somos involuídos demais pra compreender essa linguagem que detém todos os mistérios da origem do universo e do futuro da humanidade.
  • a obsessão por sapatos continua, só que se antes ela queria calçar todo e qualquer sapato, agora ela escolhe a dedo seus preferidos. ela tem dois sapatos de uso cotidiano e dois que são mais pra sair. desses quatro agora ela só gosta de dois, sendo um preto de verniz e outro, um crocs. adivinha o preferido de todos? se você disse o crocs, acertou. e não basta ser um crocs normal. é um amarelo, da turma da mônica, espalhafatoso, que não combina com praticamente nenhuma roupa exceto os bodies lisos. no mais, o tal sapato tem a manha de estragar praticamente todos os visuais de passeio que criamos pra ela.
  • finalmente, em seu quarto: depois de algumas tentativas de ir para seu quarto com o irmão, acabei trazendo ela de volta pro nosso quarto, visto que ela acordava mais e eu não estava com ânimo pra passar a noite em claro e depois, no dia seguinte, pegar cedo no batente. mas na nossa viagem ao rio quente acabamos deixando os dois sozinhos no mesmo quarto. então, quando voltamos, optamos por tentar manter o mesmo esquema: eles no quarto deles e nós no nosso quarto. tem dado certo. ela não acorda mais tanto com os barulhos do irmão e o irmão não tem se agitado tanto depois que a irmã veio pro quarto. em contrapartida, já aconteceu dos dois acordarem completamente à noite, benjamin ir pra cama dela e de manhã eu me deparar com a seguinte cena:mindosan
    não. não existe nada mais fofo nessa vida!
  • em contrapartida, ela anda super briguenta com o irmão. não sei se é uma tática israelense de autodefesa que ela desenvolveu pra se livrar das garras do irmão, se é porque tem visto nós brigando muito com benjoca (ele está numa fase bastante complicada), se é uma fase dela ou um pouco dos três. mas se benjoca tá no meu colo, ela vem e empurra ele. se ele pega alguma coisa que ela quer, ela grita com ele, chora, chama mamãe e fica inconformada.
  • nos últimos dias ela começou a repetir muitas palavras nossas e responder a algumas perguntas:
    – sansa, tá feliz?
    – tá.
    – sansa, quer comer?
    – qué.
    – sansa, vamos tomar banho?
    – banha.
    – sansa, não pode mexer aí.
    – poti ni.
    – sansa, já foi até a lua?
    – dá.
  • mas dentre elas, surgiu a frase mais usada dos últimos tempos“tá, papai” que, em português, significa tchau, papai. na verdade, às vezes ela até fala tchau papai de fato. o mais bonitinho é a entonação que ela usa, coisa que eu não consigo descrever aqui, mas prometo postar um vídeo dela falando assim que conseguir filmar. ela usa tá papai especialmente pra dar tchau pro papai (visto que pra mim é tá, mamãe), mas muitas vezes fala tá papai pro tov quando ele dorme ou mesmo pra quando outra pessoa vai embora. aliás, ela não pode ver hilan calçando um sapato ou dirigindo-se à porta ainda que seja pra jogar o lixo fora que já começa: tá, papai.
  • isso quando ela mesma não pega uma bolsinha, pendura no braço, calça um sapato, dirige-se à porta de diz tá! tá! acenando tchau com a mãozinha
  • já tem uns dois meses mas não lembro de ter escrito aqui, mas ela uma vez ou outra dormiu uma noite inteira. depois não voltou mais, mas atualmente em dormido umas 20h30, acordado perto de 1h pra mamar e depois umas 4h ou 7h da manhã. tem vezes que ela emenda até umas 3h ou 4h da manhã, tem vezes que acorda meia noite, três, sete e não dorme mais. eu parei de contar, porque tenho pra mim que basta a cada dia seu próprio mal, mas num geral ela tem até dormido mais tranquilamente. ontem mesmo ela acordou quase 9h da manhã, olha só que maravilha!
  • está bastante auto consciente sobre seu corpo. quando faz cocô ou xixi ela avisa: “cocô!” (para ambas as situações) e algumas vezes ela avisou antes mesmo de fazer. algumas vezes ela diz “cocô” e fica apertando a fralda. não necessariamente ela fez cocô, mas com certeza está incomodada com aquela fralda e deseja ser trocada.

vocabulário sonserinês-português (econômico nas palavras, amplo em significados):

  • naná – pode ser dormir, mas também pode ser mamar, nariz ou neném.
  • á-pmmm – ela fala assim, com o p mudo mesmo. significa água ou outros líquidos como suco, chá ou café (que ela sempre pede quando nos vê bebendo mas obviamente não damos).
  • á-mmm – qualquer coisa que ela queira. geralmente se refere a comida, mas também pode ser um objeto ou até alguma ação que ela queira realizar.
  • tutu (ou thuthu) – custamos a desvendar essa, mas significa “subir”. subir na cama, no sofá, num cavalinho do balanço ou mesmo no nosso colo.
  • mão – pão
  • papá – geralmente e sapato, mas ainda pode ser chapéu.
  • papai – papai.
  • mamãe – mamãe. ufa! essa duas palavras têm sentido único agora.
  • cocô – xixi, fralda, lencinho e.. ah! cocô.
  • bu-lá – bola (ela fala quase com o b mudo e o l é bem articulado, quase botando a língua pra fora no fim da palavra.
  • bolo – bolo, no mesmo esquema acima.
  • bobó/bobô – vovó e vovô, respectivamente.
  • lalá – pode ser a tia lalá ou a prima aurora.
  • tim – pode ser o primo martin ou o vince.

vida longa e próspera à nossa fofura!

categorias: constança, desenvolvimento do bb, mês 18-24, para bebês

assine nosso feed ou receba por email
11 de dezembro

presente de natal

por hilan diener

meses atrás eu escrevi um post sobre um presente feito em casa pelo benjamin para a colega da escola. até aquele dia ele tinha a ideia de que deveria comprar presentes para as crianças nos aniversários – isso porque ele tinha ganhado alguns e fomos à loja de brinquedos trocar. mas quem leu o post sabe que ele mudou de ideia quando fez um pinguim de garrafa plástica e meia e presenteou a amiga.

desde então, o discurso mudou. nos últimos dois meses, seus quatro primos fizeram aniversário e, quando disse que queria comprar algo pra eles, joca me veio com a lição de moral:
na-na-ni-na-não, mamãe! a gente vai fazer o presente deles!

e lá fomos nós. pra um, fizemos um robô de caixa de papelão que ele tirou do container de reciclagem, pintou e decorou; para os outros, desenhos com recortes e colagens. pra não fazer feio, ainda disse para escolhermos coisas nossas que estivessem bem conservadas ou novas para darmos. e foi assim que minha sobrinha ganhou uma ovelhinha porta-pijamas que era minha, um dos sobrinhos ganhou uma calça que era da sansa e o outro, um tênis do benjoca.

confesso que ainda não sei como vai ser neste natal, porque é muita gente pra ganhar presente ao mesmo tempo e nem todo mundo ficaria feliz em receber algo usado ou uma caixa do lixo repintada e com um monte de durex coloridos colados nela. por outro lado, acho tão linda e pura a atitude do joca que deus me livre tirar isso dele! pelo contrário, tenho tentado cada dia mais aprender com ele, por mais difícil que seja. afinal, há quase três décadas vivo com isso sendo inculcado ano após ano e acabo repetindo o comportamento sem nem me questionar por quê.

pensei em me lançar o desafio de, neste natal, propor um troca troca de presentes, sem aquele estresse e corre corre dos shoppings e, de quebra, estendê-lo à família. mas não tenho nenhuma intenção de ser a joana d’arc do natal, até porque eu mesma adoro ganhar um presentinho, confesso (maldita cultura! é pior que fazer dieta).

mas enquanto benjoca e sansa mantiverem essa pureza e inocência eu continuo incentivando eles a vivê-las e transmiti-las a todos os amiguinhos e pessoas ao redor deles (inclusive nós mesmos, que aos poucos vamos mudando por eles).

estamos aqui mirabolando qual será o super presente inventado para esse natal, procurando referências na internet e tutoriais no youtube, mas sei que nem todo mundo tem tempo, recursos ou mesmo ânimo pra fazer essas coisas em casa e é por isso que eu gosto das caixinhas da arte surpresa e volta e meia mostro elas por aqui.

benjoca já brincou com a de pinguim (aventura na neve), de jardineiro (explorando a natureza), de futebol. novas caixas chegaram no site da arte surpresa e algumas antigas se foram, mas todas continuam ótimas, como a do pequeno cientista ou um lindo dia na praia:

arte03arte05IMG_2245arte04  arte08arte06 arte07  arte09

 

essas caixas da Arte Surpresa acima foram desenvolvidas para crianças de 3 a 7 anos e vêm com todo o material necessário para a brincadeira, além de um folheto explicativo com instruções de montagem.

também tem a versão para crianças até 2 anos e quem quiser pode conhecê-las aqui.

se desejar, você pode comprar uma caixinha avulsa, fazer uma assinatura mensal ou semestral, para receber em casa todos os meses.

para conhecer mais a respeito, confira outras caixas em

www.artesurpresa.com.br

selo matrioska

categorias: criança, publicidade, quer uma dica?

assine nosso feed ou receba por email
10 de dezembro

voando juntos

por hilan diener

categorias: um pouco de humor, vídeos

assine nosso feed ou receba por email
09 de dezembro

8 anos de casados

por luíza diener

DSC_0997

prinz,
me perguntaram se, quando namorávamos, você fez uma proposta formal de casamento e eu disse que não.
mas constantemente, enquanto namorávamos, dizíamos um ao outro: “casa comigo?” e com toda convicção eu sabia que aquela não era uma mera brincadeira. cada vez que essa frase era proferida era pra mim quase uma promessa de que um dia, no tempo certo, nossa hora chegaria.
afinal, eu era apenas uma menina de 19 anos e você, um rapaz de 23. três anos se passaram e eu entrava na igreja de vestido longo e véu, conduzida pelo meu pai até que ele me entregasse a você no altar. meu queixo tremeu, meu olho lacrimejou, suas pernas bambearam e, naquele momento, eu soube que nossas vidas mudariam completamente.
casamos quase como mandava o figurino, com exceção talvez das crianças, que carregavam brinquedos do toy story e da pequena sereia ou das músicas do modo construção do the sims 1 que tocavam enquanto os convidados esperavam o início da cerimônia. era uma manhã ensolarada de nove de dezembro de dois mil e seis, apenas a primeira de tantos dias de sol e outros incontáveis de céu encoberto com pancadas de chuva no final da tarde.

nos mudamos para uma cidade simples (às vezes um pouco perigosa) e por dois anos nos sustentamos com pouco mais que um salário mínimo. quantas vezes eu deixei de almoçar porque não tinha um centavo furado na conta e quantas das vezes que eu conseguia cozinhar nós tivemos que engolir aquelas comidas esquisitas de quem nunca antes tinha feito uma janta na vida!
mas deus foi generoso com a gente e nos permitiu mudarmos para mais perto do seu trabalho, num lugar que eu me imaginava totalmente tendo filhos e criando eles. tanto que, não demorou um ano e eu logo engravidei do nosso primogênito. junto com o nascimento dele veio também um amor diferente um pelo outro. você deixou de ser apenas meu namoradinho de adolescência ou o marido precoce cujo casamento muita gente não dava nada, pra se tornar o pai dos meus filhos.
foi ali, naquela noite de agosto, que nossos laços se estreitaram ainda mais.
não preciso nem falar de quando nossa miúda veio ao mundo no aconchego do nosso lar, fortalecendo ainda mais nosso amor e cumplicidade.
olho para os nossos filhos e vejo que através deles nós somos uma só carne. somos inseparáveis e nada pode mudar isso. estaremos eternamente ligados através deles quer você queira, quer não (rá rá rá).

claro que a chegada deles também tirou nosso casamento do eixo da comodidade e nos forçou a girar em uma órbita bem diferente da qual estávamos acostumados a girar.
mas toda vez que morremos de rir de coisas que só nós entendemos, toda vez que você completa o meu.. sanduíche, toda vez que ficamos empolgados com um episódio novo de uma série, quando sobra dinheiro no librattum e podemos pedir aquele delivery  especial ou quando fazemos a dancinha da vitória por qualquer motivo que seja, meu coração se enche de alegria e me faz ter certeza de que eu nunca, jamais, seria feliz ao lado de outra pessoa que não você.
agradeço a deus por ter me colocado no seu caminho e você no meu, no momento certo (porque houve vezes em que nos cruzamos, mas definitivamente não era o tempo).
agradeço pelos filhos que ele nos deu. agradeço pela sua paciência e bom humor. agradeço pelos seus pés e mãos gelados que me aliviam do calor. por você ficar com os meninos nas manhãs que eu estou cansada só pra que eu descanse mais um pouco ou por dirigir quando estamos atrasados pra algum compromisso pra que eu me maquie. também agradeço por às vezes discutir e bater boca comigo. deve ser muito chato brigar sozinha e eu me sentiria extremamente entediada. aliás, acho que entediante é uma coisa que nossa vida nunca será. obrigada por isso também!

conforme os anos passarem eu verei mais fios brancos na sua cabeça (e menos fios pretos no alto dela) enquanto as rugas tomam conta do meu rosto e aquela minha energia exagerada de antes vai diminuindo. quero sossegar o facho ao seu lado, contar mais pores do sol que nasceres (porque iremos dormir até tarde todas as manhãs), quero comemorar com você quando nossos filhos saírem de casa para ganhar o mundo e chorar no seu ombro porque o ninho ficou vazio. quero terminar de ver os filmes do star wars com você. mas ainda temos muito tempo pra que esse último venha a acontecer.

te amei e te amo pra sempre.
meu porco, meu príncipe.

categorias: amor, casamento

assine nosso feed ou receba por email
05 de dezembro

férias em família – parte 4

por hilan diener

categorias: por definir, um pouco de humor, vídeos

assine nosso feed ou receba por email
04 de dezembro

enxoval nos estados unidos

por luíza diener

 Paula Laffront Banner

montar o enxoval do bebê. algo que pode deixar muitas mães na expectativa e outras um tanto quanto receosas. qual tamanho? quanto comprar? qual o melhor carrinho, o melhor berço? precisa mesmo daquelas mil tranqueiras que aparecem nas listas na internet e nas lojas?
eu já tive dois filhos e até hoje tenho algumas dúvidas em relação a quantidades, marcas, etc. mesmo assim (acho que por causa do blog), muita gente vem me procurar pedindo dicas. eu ajudo o máximo que posso. quisera eu ter conhecimento (e às vezes tempo) suficiente pra ajudar as pessoas como gostaria!

a primeira vez que eu ouvi falar em personal shopper para enxoval de bebê achei uma bobagem, confesso. pensei que era dinheiro jogado fora, que a pessoa ia querer te empurrar um milhão de coisas inúteis para comprar mas, quando vejo o tanto que eu era perdida no assunto até me tornar mãe e quanta gente entra em contato comigo cheia de dúvidas, entendo por que essa é uma profissão que tem ganhado espaço cada vez mais.acompanhem meu raciocínio: eu não acho que todo mundo deva viajar para os estados unidos pra comprar as coisas do seu bebê. mas também entendo que, dependendo do carrinho/bebê conforto/cadeirinha para carro que se deseja comprar aqui no brasil, melhor é viajar, comprar lá fora mesmo e, de quebra, curtir uma viagem antes que o bebê chegue.

foi aí que eu conheci o serviço de consultoria da paula laffront.
a paula trabalha com uma experiente equipe nos estados unidos e atende em nova york, orlando e miami, além de também fazer enxoval à distância e enviar para o brasil.
o enxoval começa bem antes da viagem, através de um questionário e conversas à distância, onde ela acolhe as expectativas dos pais e traça um perfil deles. ao apresentar algumas ideias para o enxoval, ela faz questão de mostrar o que realmente é útil e o que será uma total perda de dinheiro. achei bacana isso, porque já começa a mostrar uma forma mais consciente de consumir sem gastar desenfreadamente (afinal, convenhamos, essa fase é tão gostosa que dá vontade de comprar tudo pro bebê, até para mães pouco consumistas como eu).
outra coisa que achei legal é o conhecimento que ela tem sobre fraldas de pano modernas, cosméticos naturais sem aquelas porcarias que agridem a sensível pele do bebê, roupas e outros itens produzidos com algodão cru e de forma sustentável, além dela mesmo estimular a amamentação exclusiva nos seis primeiros meses (ou seja, a mãe só compra mamadeira e chupeta se quiser, porque eles não entram como itens básicos e imprescindíveis da lista).
não acho que pra montar um enxoval seja absolutamente necessário viajar e comprar tudo importado não. tem gente que já sabe exatamente o que quer ou não comprar para o seu bebê, mas muitas mães se sentem ainda deslocadas nesse mundo totalmente novo. pra quem já vai viajar e quer aproveitar pra comprar as coisas do seu bebê, esse é um jeito de contar com a experiência de alguém que sabe onde e como adquirir cada coisa sem excessos.
o enxoval é personalizado e varia de família para família, sendo que a própria paula diz que costuma jogar a real pra quem está extrapolando no consumo de itens que são dispensáveis.

caçando depoimentos no site, li várias mães dizendo que a economia que elas fizeram pagou a consultoria em si, além de terem adquirido produtos de ótima qualidade e nas quantidades necessárias, sem desperdício.

se interessou no serviço de consultoria da paula laffront ou quer indicar pra alguma amiga grávida? acesse, conheça, confira:

http://www.paulalaffront.com
http://www.facebook.com/laffront
http://instagram.com/paulalaffront

selo matrioska

categorias: Tags:, , , , , , enxoval do bebê, para gestantes, publicidade, quer uma dica?, viagens

assine nosso feed ou receba por email
dezembro

férias em família – parte 3

por hilan diener

Related Posts with Thumbnails

categorias: vídeos

assine nosso feed ou receba por email